Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

O melhor em várias versões

Novembro 19, 2011

adamirtorres

André Villas-Boas tornou-se, em 2010/11, o treinador da equipa que mais pontos conquistou num campeonato disputado por 16 equipas. Com um somatório de 84 pontos, o mais jovem técnico campeão nacional no último meio século ficou a escassos dois pontos de igualar o recorde nacional neste campo, que também já pertence aos dragões, e foi rubricado por José Mourinho, no primeiro ano que esteve ao serviço do clube, mas alcançado num torneio com mais dois adversários, o que o levou a disputar mais quatro jogos. Como mero termo de comparação, nessa época, aquele que viria a torna-se no special One sofreu duas derrotas e empatou cinco Vezes. Aquele que então era seu pupilo só empatou em três ocasiões.


Danilo 13M€ (Curiosidades FCP)

Setembro 05, 2011

adamirtorres

A transferência mais avultada do futebol português foi feita pelos dragões com a aquisição do passe do lateral médio-direito dos Santos. Danilo custou aos cofres portistas 13 milhões de euros e só vai ingressar no FC Porto em Janeiro, após jogar o Mundial de Clubes ao serviço do "peixe". O internacional sub-20 assinou por cinco épocas e tem uma cláusula de 50 milhões de euros, o valor só suplantado pelos 100 milhões de Hulk e pelos 60 de Iturbe.


Vítor Baía 1191 minutos a zero (Curiosidades FCP)

Agosto 27, 2011

adamirtorres

O recorde da liga Portuguesas de baliza por mais tempo inviolável tem Vítor Baía como protagonista. O guarda-redes que mais anos calçou as luvas do FC Porto, na época de 1991/92, ou seja no inicio da sua carreira, fixou um máximo que continua em vigor. Foram 1191 minutos, entre a 4ª e a 17ª jornada, o que significa 12 jogos completos, aqueles em que ninguém o conseguiu bater.

Este recorde teve o seu inicio a 15 de Setembro de 1991 e foi concluído a 5 de Janeiro de 1992. O jogador que levou Baía a voltar a recolher a bola no fundo da sua baliza foi o actual seleccionador nacional Paulo Bento, que jogava , então, no Vitória de Guimarães.

Estes 1191 minutos constituem a quinta melhor marca em todos os campeonatos nacionais disputados na Europa e o 11º a nível mundial.


Domingos Paciência 9ª Marcador (Curiosidades FCP)

Agosto 26, 2011

adamirtorres

Domingos José Paciência Oliveira, (Leça da Palmeira, 2 de Janeiro de 1969)

Avançado nato, viu a sua posição "preenchida" com a chegada de Mário Jardel. Melhor marcador no campeonato na época de 1995/96, tendo apontado 25 golos, será para sempre uma das referências do clube portista. Apesar da sua baixa estatura, punha qualquer defesa em alerta, tendo sido campeão por sete vezes. (144 golos)


O Incomoarável (Curiosidades FCP)

Agosto 25, 2011

adamirtorres

O recorde de menos golos sofridos em casa pertence ao Belenenses e, hoje em dia, é impossível de ser batido, pois a liga agora conta com mais equipas. No longínquo ano de 1940, o Belenenses terminou a temporada com dois únicos golos sofridos no seu reduto (e 19 fora).

Foi no ano em que, apesar de tudo, quem sorriu no fim foi o FC Porto que se sagrou campeão nacional. O melhor resultado dos Dragões neste campo teve lugar em 1983/84, com quatro golos averbados no Estádio das Antas, fruto de uma defesa imperial onde pontificava Lima Pereira. Não é só a distância temporal que separa estes dois recordes, há outro factor de grande importância que os torna quase incomparáveis: O Belenenses alcançou-o em nove jogos ( O campeonato tinha 10 equipas) e o FC Porto em 15 (16 equipas)


Invictos à nona tentativa (Curiosidades FCP)

Agosto 24, 2011

adamirtorres

Até 2010/11 só um clube tinha conseguido ser campeão sem sofrer qualquer derrota, o Benfica de 1972/73 orientado pelo técnico inglês Jimmy Hagan. Por parte do FC Porto, abundavam no passado tentativas, praticamente desde que o campeonato Nacional se iniciou, de se alcançar tal feito. Mostram os registos que os Dragões foram campeões em oito vezes registando uma única derrota. André Villas-Boas conseguiu ir mais além do que os muitos dos seus importantes antecessores, entre eles o homem que o trouxe para o futebol profissional e para o staff portista, Bobby Robson.


FC Porto 13-0 SP. Braga (Curiosidades FCP)

Agosto 24, 2011

adamirtorres

FC Porto e SP. Braga  encontraram-se pela primeira vez em 1926 no Campeonato de Portugal, com os azuis e brancos a levarem a melhor por 3-0, em partida da segunda eliminatória.

Três anos depois, os minhotos seriam brindados na invicta com um 13-0, para a mesma competição, que ainda assinalaria outra goleada das antigas em 1936: 11-0.

A desforra seria servida em 49/50, com os Arsenalistas a derrotarem o FC Porto por 6-0, naquela que foi a sua terceira vitória seguida, todas para o Nacional da I Divisão. 


Estádio do Dragão (Curiosidades FCP)

Agosto 22, 2011

adamirtorres

A realização do campeonato da Europa de 2004 em Portugal abriu caminho ao objectivo do FC Porto de construir um novo estádio, capaz de responder às exigências do século XXI.

A 16 de Novembro de 2003, foi inaugurado o Estádio do Dragão, um moderno recinto com capacidade para 50 mil espectadores, com um custo superior a cem milhões de euros. Pinto da Costa sugeriu o nome, imediatamente aceite pelos sócios, e logo na primeira época, o Dragão trouxe a felicidade ao clube, através da conquista da Liga do Campeões. Em menos de oito anos de existência, o estádio assiste a sexta festa da vitória num campeonato.

 

 

Custo aproximado: 98,000,000€.
Arquitecto: Manuel Salgado.
Realização: Somague.
Capacidade: 50948 lugares (36º maior da Europa).
Iluminação: 220 projectores de 2000W (1600 Lux).
Som: «Bose» (65000 Watts).
Painéis electrónicos: «Barco» (2 painéis rotativos de 48 m2).
Classificação internacional: Grau A - O Estádio do Dragão pode ser o palco de qualquer evento futebolístico nacional ou internacional.
Certificações: O estádio do Dragão é o primeiro estádio europeu a conseguir a certificação «GreenLight». Esta é uma certificação da Comissão Europeia (através da ADENE - Agência para a Energia), premiando o esforço realizado em termos da utilização racional de energia e na qualidade da iluminação.
Segurança: A evacuação de espectadores varia entre 1,6 e 5,6 minutos, dependendo do sector.

 

 


Tripleta Internacional (Curiosidades FCP)

Agosto 22, 2011

adamirtorres

Quando em 1987 e 1988, o FC Porto ganhou tudo o que havia a ganhar no futebol internacional, tornou-se o segundo cliente de um clube VIP, que até então tinha um único membro, o Ajax, a primeira equipa a conquistar, sem sequência, a Taça dos Campeões Europeus, a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental, nos já longínquos anos de 1970 e 1971.

Este “tri” portista que foi iniciado no banco por Artur Jorge e completado por Tomislav Ivic deu, definitivamente, uma dimensão planetária ao clube, que continuou intocável com o passar das décadas. Houve muitos heróis nessa campanha inesquecível, como André, que, com quatro golos, foi o segundo melhor marcador, atrás de Fernando Gomes, na Taça dos Campeões e António Sousa, que marcou, no Estádio das Antas, o tento que “carimbou” o sucesso na Supertaça Europeia.


FC Porto - O emblema

Agosto 18, 2011

adamirtorres

 

O actual emblema do FC Porto é bem representativo da simbiose entre o clube e a cidade. Sobre a antiga bola de futebol azul estão as armas que D. Maria II atribuiu ao Porto em Janeiro de 1837. Estas são compostas por um escudo esquartejado que possui as armas reais (sete castelos e cinco quinas) no primeiro e quarto quartéis e as antigas armas da cidade do Porto (a Virgem segurando o Menino, ladeados por duas torres) no segundo e terceiro quartéis, tendo no centro, sobre o ponto onde se unem os quatro quartéis, um coração, que representa o precioso legado que D. Pedro IV (pai de D. Maria II) deixou à cidade. A orlar o escudo encontra-se o Colar e Grã-Cruz da Antiga e Muito Nobre Ordem da Torre e Espada de Valor Lealdade e Mérito, do qual pende a respectiva medalha (na qual estão escritas essas mesmas palavras: valor, lealdade e mérito). Sobre o escudo está a Coroa Ducal e o dragão negro do poder, pertencente às antigas armas dos Senhores Reis destes Reinos, em cujo pescoço está uma fita com a palavra Invicta, título que D. Maria II atribuiu ao Porto, acrescentando-o aos que a cidade já possuía - Antiga, Mui Nobre e Sempre Leal.

 

Fonte:Paixão pelo Porto


Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Meus Blogs


 De Redundo para o Mundo
 Adamir Torres - Opinião
 Meu mundo, teu mundo
 Gatinhos Persa & Companhia
 BTT Bike Team
Santo Tirso Pastores

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub