Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Supertaça 2010/11 - SL Benfica 0-2 FC Porto

 

O FC Porto venceu no dia 07 de Agosto de 2010 a Supertaça Cândido Oliveira no Estádio de Aveiro, por 2-0 frente ao Campeão Nacional, Benfica.

 

Um jogo com grande expectativa em relação às duas equipas, o Benfica tinha conquistado o Campeonato Nacional na época anterior e o FC do Porto tinha como grande aliciante, a estreia de um jovem treinador “André Villas Boas”.

 Benfica e FC Porto jogaram a 33ª edição, 11 das quais foram disputadas entre os maiores rivais do futebol português, e nesse aspeto ficou revelada a «especialidade» portista. Nas 11 finais disputadas com os encarnados, FC Porto saiu vitorioso em 10 ocasiões. De referir que o FC Porto sozinho conquistou este troféu mais vezes que todos os outros 4 vencedores.

 

O FC Porto entrou em campo com um único objetivo, o de ganhar a Taça e a prova disso foi o golo que surgiu cedo, aos 3 minutos, o que ajudou a estabilizar a nossa equipa. Canto cobrado por Belluschi, desvio ao primeiro poste e Rolando na pequena área a cabecear para o 1-0 com a ajuda de Roberto, a mais vistosa contratação dos encarnados para a época 2010/11, com a SAD encarnada a pagar 8 Milhões.

 

Daí para a frente assistimos a um Porto pressionante, concentrado e determinado, à imagem do Porto que tinha vencido o Benfica na penúltima jornada do último campeonato no Estádio do Dragão. O Benfica só conseguiu reagir à passagem da meia hora, o que mostra a eficácia defensiva do Porto que não deu espaço para mais nada. A nossa ala esquerda foi a que esteve em mais evidência, com A. Pereira e Varela a entenderem-se perfeitamente e a fazerem gato-sapato do que lhes ia aparecendo pela frente...

 

Aos 44´ o Guardião Roberto volta a "pintar a manta" não agarrando uma bola que parecia simples, valeu o central Luisão a salvar em cima da linha o possível 2-0 para o FC Porto, num remate de Moutinho.

 

O FC Porto foi a equipa dominante em toda a primeira parte! E foi para o intervalo a vencer pela margem mínima, 1-0, foi pouco para o futebol que tinha apresentado.

Os dragões entraram para a segunda parte com o objetivo de aumentar a vantagem que traziam da primeira parte e o pouco perigo que chegava à sua área era resolvido com tranquilamente por Maicon, Rolando e Helton.

 

 Varela era o jogador mais inconformado e ia continuando a sua senda, só sendo parado em falta, quando conseguia escapar às entradas dos adversários era perigo certo. E foi assim que por volta dos 67min, após grande passe de A.Pereira, Varela partiu para cima de Luisão, partiu-lhe os rins e cruzou para área onde apareceu de rompante Falcao a rematar de pé direito com força para o golo!

 

Estava resolvido!

 

O FC Porto abre a época a ganhar, conquistando a supertaça depois de derrotar o Benfica por 2-0.

Os golos da equipa do FC Porto foram apontados por Rolando e Falcao, um em cada parte, e que deram o primeiro título da carreira de André Villas-Boas. A equipa azul e branca criou mais e melhores situações de golo, e a vitória em Aveiro foi justa. Destaque para a grande exibição de Varela no seu regresso aos jogos oficiais depois de uma longa recuperação.

 

O clube azul e branco conquista assim a sua 17ª Supertaça em 26 participações.

 

O 50.º título do presidente do FC Porto, Pinto da Costa, no futebol – e o primeiro do jovem treinador André Villas-Boas.

 

Importantes também as declarações de João Moutinho no «flash interview» afirmando que foi pelos «títulos» que mudou para a cidade invicta na procura de dar um novo rumo à sua carreira.


"Este era um jogo especial e era um grito de revolta que o FC Porto tinha de dar contra a injustiça do ano passado" disse André Villas-Boas no final da partida.

 

 

No final do jogo os treinadores estavam com o discurso sintonizado, justiça no resultado.
Jorge Jesus – «FC Porto foi um justo vencedor»
André Villas-Boas - «O grito de revolta que tínhamos de dar»

Ficha do jogo :

Estádio Municipal de Aveiro 20h45
30.000 Espectadores
Golos : Rolando 3, Falcao 67

Cartões amarelos: Fernado 19, Coentrão 30, Luisão 47, Aimar 51, David Luiz 57, Sapunaru 57, Jara 63, J Moutinho 76, Helton 86

F.C. PORTO: Helton (capitão); Sapunaru, Rolando, Maicon e Álvaro Pereira; Fernando, Belluschi e João Moutinho; Hulk, Falcao e Varela.
SUPLENTES: Beto, Miguel Lopes, Sereno, Raul Meireles, Souza, Ukra e Rodriguez.

BENFICA: Roberto; Ruben Amorim, Luisão (capitão), David Luiz e Fábio Coentrão; Airton; Carlos Martins, Aimar e César Peixoto; Saviola e Cardozo.
SUPLENTES: Júlio César, Maxi Pereira, Sidnei, Javi Garcia, Franco Jara, Nico Gaitán e Nuno Gomes.