Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Plantando Arroz e Fazendo Arte

Julho 03, 2010

adamirtorres

É impressionante a arte do cultivos que surgiu através dos campos de arroz no Japão

– mas esta não é uma criaçao extraterrestre. Os desenhos foram habilmente semeados por agricultores.

Para a criação dos desenhos, os agricultores não usam tinta.

Em vez disso, utilizam o cultivo de arroz de cores diferentes, que foram estratégicamente

dispostos e semeados no campo de arroz irrigado.

Quando chega o verão e as plantas crescem, as ilustrações detalhadas começam a emergir.

Um guerreiro Sengoku em seu cavalo foi criado a partir de centenas de milhares de
plantas de arroz.
As cores são criadas pelo uso de variedades diferentes.
Esta foto foi tirada em Inakadate-Japão.

Aproximando a imagem, pode-se ver o cuidado que tiveram ao plantarem milhares de pés de arroz.

Esta arte se iniciou em 1993 como um projeto de revitalização local, uma idéia que surgiu em reuniões dos comitês

de associações locais.

As diferentes variedades de arroz crescem juntas das outras para criarem obras magistrais.

Nos primeiros nove anos, os trabalhadores destes municípios juntamente com os

agricultores locais ampliaram um desenho simples do Monte Iwaki a cada ano.

Mas suas idéias foram ficando mais complexas e atraíam mais e mais atenção.

Em 2005, os acordos entre proprietários de terras permitiram a criação de enormes espaços

de arte com o seu cultivo de arroz.

Um ano depois, os organizadores começaram a utilizar computadores para desenhar com precisão

cada parcela na plantação das quatro variedades de arroz de diferentes cores que dão vida às imagens.



Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Meus Blogs


 De Redundo para o Mundo
 Adamir Torres - Opinião
 Meu mundo, teu mundo
 Gatinhos Persa & Companhia
 BTT Bike Team
Santo Tirso Pastores

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub