Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

FC Porto venceu, o Sporting de Braga por 3-2 (Resumo)

27.11.11 | adamirtorres

Em equipa que ganha não se mexe. Foi essa a máxima que Vítor Pereira utilizou contra o SC Braga, depois do regresso aos bons resultados na Ucrânia, diante do Shakhtar Donetsk.

O FC Porto venceu, este domingo, o Sporting de Braga por 3-2, com golos de Hulk (37' e 77') e outro de Kléber (82'), no Estádio do Dragão, em jogo da 11.ª jornada. Lima assinou os golos bracarenses aos 89 e 91'.

Depois da vitória moralizadora na Ucrânia contra o Shakhtar para a Liga dos Campeões, Vítor Pereira voltou a apostar no angolano Djalma para o ataque azul e branco, com Hulk a ponta-de-lança, deixando Kléber de fora do "onze". Quem também continua a merecer a confiança do treinador é Maicon, que manteve o seu lugar no lado direito da defesa, ele que é um central, relegando Fucile, este sim um lateral de raíz, para o banco. 

O primeiro golo portista nasceu ao minuto 37, num cabeceamento certeiro de Hulk depois de um excelente cruzamento de James Rodríguez, a isolar o avançado brasileiro, deixando o guardião Quim muito mal na fotografia. 

Já no segundo tempo foi a vez de Alan testar a agilidade de Helton num bom remate à entrada da grande área mas seria preciso esperar pelos últimos minutos para se ver um Braga eficaz. 

O segundo golo do encontro foi novamente da autoria do Incrível, que num grande pontapé bateu Quim. Mas ainda houve tempo para Kléber, que entrou na segunda parte, fazer o terceiro portista nos últimos dez minutos.

O FC Porto descansou então com a vitória assegurada e abriu espaços que o Braga não desaproveitou. Lima foi derrubado por Hulk, aos 89, e converteu o penálti com sucesso, voltando a faturar dois minutos depois, deixando as bancadas do Dragão em sobressalto com o 3-2 no marcador. No entanto, a vitória não fugiu e o FC Porto regressa assim à liderança do campeonato português, com os mesmos 27 pontos que o Benfica, enquanto o Braga fica na quinta posição com 19.

 

POSITIVO

Hulk
A grande figura da noite foi Hulk. Marcou dois golos (e teve outro mal anulado) e inventou a jogada do terceiro, tendo ainda feito um penálti. Um jogo em cheio e quase sempre em crescendo do brasileiro, que até começou por perder a bola na maioria das acções em que tentou desequilibrar o adversário.

Quim
Sofreu três golos, mas evitou vários outros. Fez, pelo menos, duas defesas monumentais.

NEGATIVO

Defesas
Frente a frente estavam (agora é o Beira-Mar) as duas melhores defesas da Liga, mas nenhuma delas fez jus ao estatuto. No FC Porto mantêm-se algumas opções discutíveis (Maicon a lateral) e falta Mangala. No Sp. Braga, houve principalmente mérito de Hulk.


Ficha de jogo

FC Porto 3
Sporting de Braga 2

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto.
Assistência 38.512 espectadores.

FC Porto Helton, Maicon, Rolando, Otamendi, Alvaro Pereira, Fernando, João Moutinho, Defour (Souza, 64’), Hulk, James (Kléber, 80’) e Djalma (Cristian Rodriguez, 64’). Treinador Vítor Pereira
Sp. Braga Quim, Salino, Douglão, Ewerton, Paulo Vinícius, Djamal (Nuno Gomes, 76’), Hugo Viana, Paulo César (Hélder Barbosa, 70’), Alan, Lima e Mérida (Mossoró, 60’). Treinador Leonardo Jardim
Árbitro Artur Soares Dias, do Porto. Amarelo Álvaro Pereira (11’), Maicon (55’), Salino (74’) e Hulk (88’).
Golos
1-0, por Hulk, aos 37’;
2-0, por Hulk, aos 78’; 

3-0, por Kléber, aos 82’;
3-1, por Lima, aos 89 (g.p.); 

3-2, por Lima, aos 90+2.

 

  

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.