Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Messi depois do Dragão (16 de Novembro de 2003)

26.08.11 | adamirtorres

A 16 de Novembro de 2003, um jovem franzino de 16 anos estreou-se pela equipa principal do Barcelona, convidado do FC Porto para o primeiro jogo no Estádio do Dragão. Não havia títulos em jogo e o treinador da altura, Frank Rijkaard, chamara alguns jogadores dos escalões de formação para formar uma equipa. Um deles era esse jovem de 16 anos chamado Lionel Andrés Messi, alguém que o mundo do futebol ainda não conhecia. Hoje, no Mónaco, Messi e o FC Porto reencontram-se, mas desta vez já vai haver qualquer coisa em jogo. E o argentino já não é apenas mais um jovem promissor. É o melhor do mundo.

Será no Stade Louis II, em plena Cote d"Azur, numa terra que já teve Grace Kelly como princesa, que Barcelona e FC Porto vão disputar a Supertaça europeia, um direito que conquistaram por terem ganho, respectivamente, a Liga dos Campeões e a Liga Europa. Eles são a realeza do futebol europeu e das equipas com mais títulos conquistados na última década, tanto a nível continental como nos seus próprios países. E há quem diga que até são equipas parecidas no estilo, que gostam de jogar ao ataque, que gostam de pressionar e de ter a bola. Um jornalista perguntou mesmo a Hélton, guarda-redes do FC Porto, como é que ia ser no jogo de hoje, em que não vai haver uma bola para cada uma das equipas. "Só pode haver uma bola", respondeu o guardião brasileiro.

Parece mesmo haver uma admiração mútua entre as duas equipas, reverência até. Não se ouve coisas assim de Barcelona quando tem de defrontar o Real Madrid, ou do FC Porto quando joga com o Benfica. Pep Guardiola referiu-se ao FC Porto como "uma das melhores equipas do mundo" - "é sempre um prazer jogar contra grandes equipas", acrescentou o catalão -, enquanto Vítor Pereira foi mais longe: "O Barcelona é a equipa que melhor vi jogar na minha vida."

 

O melhor de Portugal contra o melhor do mundo

Hulk e Messi: imprevisibilidade está nos pés dos dois esquerdinos

Barça tenta superar Real Madrid

A tarefa do FC Porto está mais difícil do que há três meses 

 


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.