Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Justiça da Idade Média

30.05.11 | adamirtorres

Primeiro foram as agressões efectuadas pelas duas jovem à rapariga de 15 anos e publicadas no Facebook, depois a agressão de uma jovem de 17 anos que esfaqueou outra jovem de 14 anos; o caso do Leandro, o menino de 12 anos que morreu afogado no Tua vítima de “bullying” e muitos mais casos aconteceram nos últimos anos, que têm em comum o facto de terem sido cometido por menores.

 

E agora vem o Sr. Dr. Marinho Pinto, durante uma conferência em Sintra, organizada pelo grupo 19 da Amnistia Internacional dizer:

 

“Estou estupefacto. É terrível. Isto é um sistema judicial da Idade Média”, foi desta forma que o bastonário da Ordem dos Advogados classificou as medidas tomadas pelo juiz e ainda disse mais:

 

“Veja-se o que ocorreu hoje ao decretarem a prisão preventiva a uma jovem de 16 anos por causa de uma situação daquelas. É terrível quando temos aí crimes, assassinatos, assaltos a ourivesarias, a caixas multibanco permanentemente. Podemos ter uma ideia dos nossos tribunais e da nossa justiça”.

 

Não podemos desculpar um crime com outros, pois dessa forma todos os criminosos teriam desculpas em vez de penas.

Fico muito admirado quando uma pessoa que defende a justiça vêm pôr em causa as medidas tomadas contra as pessoas que cometem este tipo de crime, sim um crime que não teve consequencias mais graves por sorte, pois toda a gente viu a gravidade das agressões que foram cometidas contra aquela jovem.

 

Também acho bastante curioso que venha dizer que a jovem agressora tinha "apenas" 16 anos, toda a gente tem a noção que um jovem de 16 anos sabe muito bem o que faz; e neste caso sabia bem o que estava a fazer!

Temos que parar de desculpar os jovem por causa da sua idade e começar a puni-los pelos seus atos, para que eles temam as consequencias das suas ações e não se achem inatingíveis.

 

Também me surpreendem bastante as declarações feitas por vários comentadores ao dizerem que a integridade física da vítima não foi posta em causa, na minha opinião ela foi posta em causa e mais grave que isso foi posta em risco, basta ver a quantidade de pontapés que a jovem sofreu na cabeça e principalmente aquela em que pisa contra o chão.

 

Nós vivemos num mundo em constantes mudanças e tudo deveria acompanhar essa mudança, neste caso a justiça.

Constantemente ouvimos dizer que a pessoa que cometeu o crime ainda era menor, mas ela só é menor para ser punida, porque no resto ela já sabia muito bem o que estava a fazer.Como se pode constatar neste caso, em muitas situação as agressões são premeditadas e quem as comete tem a plena consciência dos seus atos. 

Acho que está na altura de alteramos a idade criminal, pois não podemos estar sempre a fazer de coitadinhos os jovens que cometem estes crimes só porque são menores, se podem cometer o crime também podem ser punidos.

 

Na justiça da Idade Média nada disto acontecia.

 

 

"A agressão feita naqueles moldes e com aquele grau de violência chocou o país. Uma jovem deitada no chão a ser pontapeada enquanto outros filmavam e riam. Se isto para o senhor bastonário não é nada e não tem nenhuma gravidade eu já não sei interpretar o pensamento do Marinho Pinto", criticou Rui Rangel (Jornal de Notícias).