Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

FC Porto Campeão Nacional 10/11 (25)

04.04.11 | adamirtorres

O FC Porto conquistou o 25.º campeonato nacional de futebol da sua história, mantendo a hegemonia no futebol nacional iniciada há mais de 20 anos. O campeonato voltou a casa, depois de um ano de interrupção, numa espécie de regresso à normalidade, numa campanha excepcional, ainda sem derrotas e com momentos brilhantes, como a inesquecível goleada de 5-0 ao Benfica, há precisamente uma volta.

 

A Luz apagou-se


O jogo terminou e na Luz desligaram-se as luzes, ligaram-se os aspersores e pôs-se a música em alto som em modo repeat: os jogadores do FCP celebraram como se estivessem numa festa da espuma de som duvidoso. É-lhes igual. FC Porto irá receber o troféu de campeão no próximo jogo em casa. Com o Sporting. Para os portistas, não podia ser melhor.  

Ficha de jogo

Jogo no Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica - FC Porto, 1-2.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores: 0-1, Fredy Guarín, 09 minutos. 1-1, Saviola, 17 (grande penalidade). 1-2, Hulk, 26 (grande penalidade).
Equipas:

- Benfica: Roberto, Airton (Jardel, 61), Luisão, Sidnei, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Sálvio, Gaitan, Aimar (César Peixoto, 46), Saviola e Jara (Cardozo, 46).
Suplentes: Moreira, Roderick, Jardel, César Peixoto, Felipe Menezes, Kardec e Cardozo).

- FC Porto: Helton, Fucile, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, Guarín (Cristian Rodriguez, 81), João Moutinho, Hulk, Falcao (Maicon, 73) e Varela (Belluschi, 73).
(Suplentes: Beto, Sapunaru, Maicon, Ruben Micael, Belluschi, Cristian Rodriguez e James Rodriguez).

Árbitro: Duarte Gomes (Lisboa).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Aimar (03), Airton (13), Otamendi (16 e 70), Fábio Coentrão (21), Roberto (25), Fucile (32), Javi Garcia (68), Álvaro Pereira (81), Jardel (88), João Moutinho (94). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Otamendi (70). Cartão vermelho direto para Cardozo (86).

Assistência: cerca de 40.000 espetadores

 


 

 

 


 

   

 



«Luz devia ter sido desligada 2 horitas antes»

 

Em comunicado, o FC Porto lamenta a falta de fair-play do adversário e refere que a «luz devia ter sido desligada duas horitas antes» pois assim evitava-se mais «um banho de bola».

Confira o comunicado na íntegra:

«O FC Porto é campeão nacional. Um campeão justo. Um campeão invicto em 25 jogos, com 16 pontos de vantagem sobre o segundo classificado. No jogo da consagração mostrou, como em todos os outros, que é de longe a melhor equipa da competição.

 

Ler mais...

Sapo Desporto