Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Quando a internet os finta fora de campo

 

As malhas da rede são tramadas e, por esse mundo fora, há cada vez mais episódios de desportistas enredados nelas. Por cá, Jorge Fucile conseguiu desembaraçar-se da teia. Ou melhor, depois das culpas atiradas às "meninas do clube de fãs", que, segundo o próprio jogador do FC Porto, lhe administram o perfil no Facebook (e, portanto, terão sido as autoras do incómodo post sobre a sua ausência no clássico com o Benfica), acabou por ser André Villas-Boas a deitar, ontem, a água na fervura. O treinador, que garantiu não ter conta no Facebook, acredita no lateral, logo: "Mal-entendido esclarecido, vamos para a frente." Que é como quem diz, vamos lá mas é pensar no Rio Ave, que nos visita já no domingo.

Mas nem só de redes sociais reza a história. Se as declarações na página do lateral uruguaio surgiram na madrugada seguinte à derrota dos dragões na Taça de Portugal, em Janeiro de 2006, depois de o Benfica ter perdido em casa com o Sporting (1-3) para o campeonato, Simão Sabrosa também esteve na teia de uma polémica por se ter referido à derrota como um "descalabro" no seu site oficial. Tal como o post de Fucile, o texto foi retirado da linha e, afinal, as culpas também não eram do ex-capitão do Benfica, mas do sogro, que lhe geria a página.
Fonte:Ionline

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.