Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Portugal foi tudo na minha carreira

O ex-internacional luso-brasileiro lembrou a sua passagem por Portugal e pela seleção nacional. Atualmente ao serviço do Fluminense, Deco garante que vai acompanhar a campanha de Portugal no Euro2012.

«Portugal foi tudo na minha carreira. Os anos que passei na Seleção não podiam ter sido melhores e com certeza vou torcer pela Seleção», referiu Deco em entrevista à Antena 1.

Ler artigo completo...  (Sapodesporto)


FC Porto venceu, o Rio Ave por 2-5

O FC Porto venceu, este sábado, o Rio Ave por 2-5, com golos portistas de Djalma, James e Kléber (3), em jogo da 30.ª e última jornada da I Liga. FC Porto deixa de ser bicampeão virtual para se tornar apenas bicampeão 2011/2012.

Já com o titulo nas mãos, Vítor Pereira deixou Hulk no banco de suplentes e lançou uma equipa titular renovada: Bracali, Danilo, Mangala, Rolando, Alvaro Pereira, Moutinho, Defour, Djalma, Varela, Kléber e James.

O início da partida mostrou um FC Porto de rotações baixas, mas, mesmo sem carregar no acelerador, rapidamente conseguiu dois golos de vantagem. Vítor Pereira apostou em James na zona central, na posição 10, e o colombiano mostrou que pode ser útil na zona onde normalmente actua na selecção da Colômbia. Aos 13’, James assistiu Djalma e o angolano fez o primeiro golo na Liga; quatro minutos depois, após centro de Varela, o colombiano fez o 2-0. Antes do intervalo, num lance que deixou dúvidas, o árbitro Jorge Ferreira considerou que Djalma derrubou João Tomás na área e o avançado reduziu na transformação do penálti.
A segunda parte foi de Kléber. Até ao minuto 50, o avançado falhou três excelentes oportunidades, mas depois de marcar o primeiro (mérito de Varela), o brasileiro libertou-se da pressão e acabou a partida com um hat-trick (golos aos 50’, 75’ e 90’). Pelo meio, houve ainda tempo para outro portista se destacar, mas Christian Atsu, o autor do segundo golo do Rio Ave, esta época não teve direito a lugar no autocarro da consagração que desfilou nos Aliados.

POSITIVO
James
Jogou a “10”, uma posição que não esconde que aprecia, e mostrou que também aí pode ser muito útil. Só esteve 45 minutos em campo, mas fez a assistência para o primeiro golo e marcou o segundo.
Varela
Na véspera de Paulo Bento revelar os 23 eleitos para o Euro 2012, Varela reapareceu. O extremo esteve apagado neste final de época, mas neste sábado fez uma excelente exibição e mostrou que pode ser útil à selecção portuguesa.
João Tomás
Foi o mais inconformado no Rio Ave. A poucos dias de completar 37 anos, volta a ser o melhor marcador português do campeonato.

NEGATIVO
Rio Ave
Carlos Brito apostou nos melhores e uma vitória dava ao Rio Ave a oportunidade de, na próxima época, disputar a Liga Europa se o Sporting vencesse a Taça. Mas os vila-condenses mostraram-se demasiado apáticos.

Ficha de jogo
Rio Ave 2 -5 FC Porto

Estádio dos Arcos, em Vila de Conde.
Assistência Cerca de 8.000 espectadores
Rio Ave - Huanderson, Jean Sony, Gaspar, Jeferson, André Dias, Tarantini, Bruno China (André Vilas Boas, 63’), Vítor Gomes (Braga, 40’), Kelvin, João Tomás (Yazalde, 79’) e Christian Atsu. Treinador Carlos Brito
FC Porto -  Bracali (Kadu, 81’), Danilo, Mangala, Rolando e Alvaro Pereira, Defour, João Moutinho, Varela (Hulk, 63’), James Rodríguez (Iturbe, 46’), Djalma e Kléber. Treinador Victor Pereira
Árbitro Jorge Ferreira, de Braga. Amarelos Djalma (42’), João Tomás (43’), Christian Atsu (71’).
Golos 0-1, por Djalma, aos 13’; 0-2, por James, aos 17’; 1-2, por João Tomás, aos 42’ (g.p.); 1-3, por Kléber, aos 50’; 2-3, por Christian Atsu, aos 64’; 2-4, por Kléber, aos 73’; 2-5, por Kléber, aos 90’.

 

 

 


Liga Europa já se confunde com os golos de Falcao (Resumo)

Fosse qual fosse o desfecho da final de Bucareste, havia uma garantia: a capital romena assistiria ao quinto título espanhol no século XXI no que à segunda competição da hierarquia da UEFA diz respeito. Calhou ao Atlético de Madrid (até 1921 filial do adversário desta quarta-feira) repetir o triunfo de 2009-10 (desta vez por 3-0), o que significa que calhou ao Athletic Bilbau emular o desaire de 1976-77.

Estavam decorridos somente sete minutos desde o apito inicial e já havia muito para contar. Falcao, graças a um lance apenas ao alcance dos predestinados, fazia o primeiro golo da noite e preparava-se para se tornar no primeiro jogador da história a sagrar-se melhor marcador da Taça UEFA/Liga Europa em duas edições consecutivas. A confirmação chegaria aos 34’ e poderia ter-se repetido aos 80’. Mas já lá vamos.

Ler artigo completo... (Publico)




Pingo Doce abandona descontos de 50%

O presidente do grupo Jerónimo Martins assegurou na quarta-feira que não vão repetir-se nos supermercados Pingo Doce campanhas promocionais como a do 1.º de Maio, que se pautou por 50% de desconto para compras superiores a 100 euros, mas admitiu que vai “continuar uma política agressiva” de vendas.

“Não queremos perder vendas (...). A prioridade é a venda, não é o lucro”, justificou, em entrevista à SIC Notícias, Alexandre Soares dos Santos, que lidera o grupo proprietário da cadeia Pingo Doce.

Ler artigo Completo...

Publico.pt


"Super-gato" morreu de obesidade mórbida

Meow foi recentemente notícia por ter iniciado uma dieta para emagrecer. Este gato de dois anos pesava 18,2 quilos, em vez dos 3,2 a 5,5 quilos "normais" para a idade. No entanto, devido a complicações causadas pela obesidade mórbida, Meow morreu.

Meow foi levado, em Abril, para o abrigo 'Santa Fé Animal Shelter' (no Estado americano do Novo México) porque a dona, de 87 anos, já não podia tomar conta dele.O abrigo submeteu o gato a uma dieta, cujo objetivo era perder 4,5 quilos. Foi criada uma página na rede social Facebook onde foram divulgados os resultados que iam sendo alcançados. 

Ler mais... (Jornal de Notícias)



Somos Porto, Somos Campeões

Está tudo decidido nos primeiros seis lugares do campeonato, os que dão acesso às provas europeias. O F. C. Porto venceu o Sporting, 2-0, no Dragão, e acabou, de vez, com as esperanças do Sporting ainda em chegar ao terceiro lugar, que dá acesso à terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Em Braga, a equipa de Leonardo Jardim regressou às vitórias e vai a Alvalade já com o lugar no pódio assegurado.

O espectáculo começou como se impõe numa altura destas. Com a entrega do troféu de campeão nacional, o 26.º da história do FC Porto. Num estádio lotado, o Sporting ajudou com um bom jogo até ao momento em que se viu reduzido a dez (por expulsão de Onyewu) e depois a nove (Polga). Lances que definiram o rumo dos acontecimentos, já que Hulk converteria a grande penalidade antes de um lance de génio, para delírio dos adeptos, que viram a noite terminar com um espectáculo de cor e luz. O Sporting despediu-se de vez da possibilidade de lutar pela pré-eliminatória da Champions

 

POSITIVO
Elias

O internacional brasileiro foi o melhor elemento em campo. Conseguiu anular Lucho, recuperou bolas e soube sair a jogar. Encheu o meio-campo. A boa exibição de Elias foi o reflexo de um Sporting que se apresentou no Dragão a jogar para ganhar.

Hulk
Poderá ter sido o último jogo que realizou no Dragão, devido ao interesse dos grandes clubes europeus. E nem realizou propriamente um jogo de encher o olho. Mas a verdade é que decidiu a partida, com dois golos.

NEGATIVO
Alex Sandro

O jovem lateral foi o elo mais fraco de uma equipa que parecia inebriada pela festa. Sofreu em demasia com Carrillo e também com Capel. As poucas incursões que teve em termos ofensivos não foram suficientes para compensar o fracasso da prestação defensiva.

Ficha de jogo
FC Porto 2-0 Sporting
Estádio do Dragão, no Porto.
Espectadores 50.212
FC Porto Helton, Sapunaru (Danilo, 57’), Maicon, Otamendi, Alex Sandro, Fernando, João Moutinho, Lucho González (Defour, 64’), Varela (Janko, 57’), James Rodríguez e Hulk. Treinador Vítor Pereira.
Sporting Rui Patrício, Pereirinha, Polga, Onyewu, Insúa, Elias, Schaars (Diego Rubio, 78’), Matías Fernández (André Martins, 71’), Carrillo (Jeffren, 60’), Capel e Wolfswinkel. Treinador Sá Pinto.
Árbitro Pedro Proença, de Lisboa. AmarelosSapunaru (14’), Carrillo (16’), Onyewu (20’ e 66’), João Moutinho (41’), Fernando (42’ e 90+3’), Lucho (49’) e Hulk (83’). Vermelho por acumulação Onyewu (66’) e Fernando (90+3’). Vermelho directo Anderson Polga (80’).

 

Olá à Taça de Campeão, adeus à Liga dos Campeões

Dois golos de Hulk afastam Sporting da Champions

Sporting perde no Dragão, 2-0, e Braga segura lugar de acesso "à Champions"

Vítor Pereira: "A massa associativa tem sempre razão"

Sp. Braga garante terceiro lugar e Champions com ajuda de Rui Rego

Hulk resolve e atira Sporting para fora da Champions (2x0)

Resumo