Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

FC Porto venceu, o Beira-Mar por 3-0

21.04.12 | adamirtorres

A noite foi de festa, de uma família devota ao seu querido líder, com uma fração a dedicar-lhe a curva sagrada. Pinto da Costa foi festejado, pelos 30 anos de presidência.

A equipa de Vítor Pereira entrou em campo frente ao Beira-Mar a saber que o rival Benfica tinha goleado (4-1) o Marítimo, reduzindo assim para um ponto a diferença entre as duas equipas na classificação. Mas foi um dado temporário, porque o FC Porto bateu a equipa de Aveiro por 3-0 e segurou a vantagem de quatro pontos.

Hulk inaugurou o marcador aos 33’, na marcação de uma grande penalidade, e os “dragões” foram para o intervalo a ganhar por 1-0. Pouco antes, os adeptos no Estádio do Dragão tinham feito uma homenagem ao presidente Pinto da Costa, pelos 30 anos ao comando do clube.
Os primeiros minutos da segunda parte foram fatais para o Beira-Mar, porque o FC Porto aproveitou para ampliar o resultado. Primeiro foi Marc Janko, a fazer o 2-0 (51’) e depois Hulk a “bisar” na partida, com o golo que valeu o 3-0 (54’).

A próxima paragem dos Dragões, com quatro pontos de vantagem sobre o Benfica, é na Madeira, onde jogam, no próximo sábado, com o Nacional, a contar para 28.ª jornada da I Liga, quando faltam apenas três jornadas para o fim.

POSITIVO
Hulk
É um daqueles jogadores que marca a diferença. Quando a equipa andava a bater com a cabeça no sistema defensivo do Beira-Mar foi ele que o furou. Marcou o penálti, ofereceu um golo a Janko e fez o 3-0.
Helton
O guarda-redes brasileiro aparececeu nos momentos da primeira parte em que os seus companheiros da defesa falharam. Só teve duas ou três defesas, mas foi o suficiente para evitar que as coisas se complicassem.

NEGATIVO
Otamendi
O central argentino cometeu demasiados erros e podia ter complicado a tarefa da equipa. O corte que falhou deixando Camará isolado, então, é imperdoável.
2.ª parte do Beira-Mar
A equipa de Aveiro conseguiu defender e contra-atacar no primeiro tempo, mas na segunda metade não existiu.

Ficha de Jogo
FC Porto, 3
Beira-Mar, 0

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto

Espectadores 33.412


FC Porto Helton, Sapunaru a52’ (Danilo, 57’), Maicon, Otamendi, Alex Sandro, Lucho Gonzalez a47’, Defour a41’(Fernando, 53’), João Moutinho a43’, Hulk, Janko (Varela, 66’) e James Rodríguez. Treinador Vítor Pereira.

Beira-Mar Rui Rego, Nuno Lopes, Bura a35’, Hugo, Joãozinho, Jaime, Nuno Coelho (Ricardo Dias, 12’ a32’), Balboa, Serginho (Artur, 59’), Nildo e Abel Camará a15’ (Sitta, 72’). Treinador Ulisses Morais.


Árbitro Bruno Esteves, de Setúbal. Amarelos Camará (15’), Ricardo Dias (32’), Bura (35’), Defour (41’), João Moutinho (43’), Lucho Gonzalez (47’), Sapunaru (52’)
Golos 1-0, por Hulk, aos 33' (g.p.); 2-0, por Janko, aos 54'; 3-0, por Hulk, aos 54'.

 

Hulk foi incrível no triunfo azul e branco

Ao minuto: FC Porto-Beira-Mar, 3-0

Hulk e Janko seguram vantagem do FC Porto

F.C. Porto vence Beira-Mar e mantém distância para o Benfica

Parada para o título em homenagem ao líder

Vítor Pereira: "Ainda não me sinto campeão"

 

 


'Hala Madrid' - Mourinho foi a Camp Nou vencer por 1-2 (Resumo)

21.04.12 | adamirtorres

O Real Madrid venceu o Barcelona por 2-1, no clássico da 35.ª jornada, e praticamente garantiu o título de campeão espanhol. Cristiano Ronaldo foi decisivo na vitória da equipa de José Mourinho ao apontar o golo do triunfo, um minuto depois de o Barcelona ter feito 1-1 por Alexis Sanchez.

Os melhores jogadores são obrigados a decidir grandes jogos e Cristiano Ronaldo saiu da sombra de Messi perante o senado catalão no minuto seguinte. O internacional português, lançado por Ozil, correu e frente a Valdes fez o 2-1 com uma frieza cruel para as aspirações catalãs.

José Mourinho ficou, esta noite, mais perto de concretizar um dos seus objetivos: ser campeão em Espanha, Itália e Inglaterra

Cristiano Ronaldo calou Camp Nou

Ao minuto Barcelona-Real Madrid, 1-2

'Hala Madrid', gritou Cristiano para o mundo! (1x2)

Mourinho e Ronaldo arrasam Camp Nou

Golo de Cristiano Ronaldo aproxima Real Madrid do título


 


P. Ferreira 1-1 Sp. Braga (Resumo)

21.04.12 | adamirtorres

O Paços de Ferreira e o Sporting de Braga empataram hoje 1-1, no encontro que inaugurou a 27.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, disputado em Paços de Ferreira.

Depois de uma brilhante série de 13 vitórias consecutivas na Liga, o Sp. Braga parece ter iniciado o ciclo inverso. Em Paços de Ferreira, num jogo marcado por três expulsões, somou o terceiro jogo seguido sem vencer (1-1) e arrisca atrasar-se ainda mais na luta pelo título e até pelo segundo lugar.

 

Ficha de jogo
Paços de Ferreira, 1
Sp. Braga, 1

Estádio da Mata Real, em P. Ferreira.
Assistência cerca de 2.500 espectadores.

Paços de Ferreira Cássio, Filipe Anunciação, Ricardo, Javier Cohene, Luisinho, André Leão (Josué, 65'), Luiz Carlos, Vítor Silva, Caetano, Melgarejo (Sassá, 80') e Michel (Nuno Santos, 56').
Treinador Henrique Calisto

Sporting de Braga Quim, Miguel Lopes (Carlão, 65'), Douglão, Nuno André Coelho, Elderson (Nuno Gomes, 46'), Custódio, Vinícius, Mossoró, Alan, Hélder Barbosa (Paulo César, 73') e Lima.
Treinador Leonardo Jardim

Árbitro Duarte Gomes (Lisboa).
Amarelos Vinícius (14' e 21'), Luisinho (35' e 52'), Filipe Anunciação (43'), Miguel Lopes (50'), Mossoró (85') e Cássio (89').
Vermelhos Vinícius (21), Caetano (41'), Luisinho (52').

Golos 1-0, por Vítor, aos 26'; 1-1, por Nuno Gomes, aos 80'.

 


Pinto da Costa é o dirigente com mais títulos de futebol no mundo.

17.04.12 | adamirtorres
Jorge Nuno Pinto da Costa celebra, esta terça-feira (17-04-2012), 30 anos à frente do FC Porto, clube que reúne mais títulos no século XXI.

Amado por uns e odiado por outros, Pinto da Costa ficará na história do desporto nacional como o dirigente com mais títulos de futebol mundial, reunindo mais de 56 conquistas só no futebol.
Desde que foi eleito, a 17 de abril de 1982, Pinto da costa chegou às Antas com um objetivo específico: acabar com o monopólio de conquistas dos clubes de Lisboa, o Sporting e o Benfica, tendo deixado isso bem claro ao longo dos 30 anos de presidência.

O FC Porto, que já não vencia um campeonato desde 1959, demorou apenas dois anos a conseguir o feito desde que Pinto da Costa foi eleito presidente. Desde então, o presidente portista já conquistou mais de 56 títulos no futebol, a nível nacional e internacional.

Outro dos feitos do presidente portista, alcançado recentemente, foi ultrapassar em número de títulos o Benfica (70-69) no futebol sénior.
Depois de ter conquistado o coração dos portistas, Pinto da Costa levou o FC Porto a conquistas internacionais, destacando-se o ano 1987, onde conquistou a Taça dos Clubes Campeões Europeus, Supertaça Europeia e Taça Intercontinental. Em 2003, 2004 e 20011 voltaram a ser anos de grande êxito para o emblema azul e branco a nível europeu, com Mourinho e André Villas-Boas no comando.
Nas modalidades também não existe adversário para Pinto da Costa, que reúne mais de 100 títulos só em Andebol, Hóquei em Patins e Basquetebol, mas destacam-se outros títulos em Natação, Atletismo, Ciclismo, Bilhar e Boxe. Em 2009, inaugurou o Dragão Caixa.
Uma vida de sucesso desportivo que foi contrastada com o caso polémico do Apito Dourado, desencadeado em 2004, em que o nome de Pinto da Costa esteve envolvido e que manchou a imagem do presidente do FC Porto. No entanto, o dirigente foi absolvido nos três casos que chegaram a julgamento. Este episódio foi relatado em livro pela ex-companheira, Carolina Salgado.
No dia em que completou 74 anos, a 28 de dezembro, Pinto da Costa foi homenageado no Dubai com o "Prémio de Carreira" no Global Soccer Awards, por ser o presidente com mais títulos a nível mundial.
A dezembro de 2010, em Viena, na véspera do encontro do FC Porto de Villas-Boas com o Rapid de Viena, a contar para a fase de grupos da Liga Europa, confessou que os dois maiores momentos da sua carreira foram a conquista da Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1987 e a inauguração do Estádio do Dragão em 2003.
Os principais títulos de Pinto da Costa
Futebol (56 Títulos)
2 Taças dos Clubes Campeões Europeus/Liga dos Campeões (1987 e 2004)
1 Supertaça Europeia (1987)
2 Taça UEFA (2003) Liga Europa (2011)
2 Taças Intercontinentais (1987 e 2004)
18 Campeonatos Nacionais (cinco deles consecutivos, de 1994 a 1999, constituindo um marco inédito no futebol português)
12 Taças de Portugal
18 Supertaças Cândido de Oliveira
1 Liga Intercalar
Andebol (17 Títulos)
6 Campeonatos Nacionais
3 Taças de Portugal
3 Taças da Liga
5 Supertaças
Basquetebol (26 Títulos)
5 Campeonatos Nacionais
11 Taças de Portugal
5 Taças da Liga
4 Supertaças
1 Torneio dos Campeões
Hóquei em Patins (57 Títulos)
2 Taças dos Campeões Europeus (1986 e 1990)
2 Taça das Taças (1982 e 1983)
2 Taças CERS (1994 e 1996)
1 Supertaça Europeia (1987)
20 Campeonatos Nacionais (os últimos 10 consecutivos, constituindo recorde absoluto em Portugal)
13 Taças de Portugal
17 Supertaças António Livramento