Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Ex-Guns N’Roses 'bebia quase cinco litros de vodka por dia

22.12.11 | adamirtorres

Há 17 anos, aos 30 anos de idade, o ex-baixista do Guns N' Roses, Duff McKagan, foi parar no hospital com uma crise de pancreatite aguda induzida pelo consumo excessivo de álcool.

McKagan começou a beber para controlar os ataques de pânico de que sofria desde a adolescência, com o tempo a quantidade de álcool ingerida aumentou e afirma que no expoente máximo do consumo bebia «4.5 litros de vodcka por dia», que substituiria por dez garrafas de vinho por dia quando decidiu diminuir a dose.

Apesar de não culpar a vida de roqueiro pelo seu vício, conta que, por causa do sucesso que a banda alcançou repentinamente, não teve «tempo para lidar com a síndrome de pânico, que estava na raiz do consumo», que funcionava como uma espécie de «automedicação».

Em determinada altura, o pâncreas do ex-Guns inchou até ficar do tamanho de uma bola de rugby. Não aguentanto a pressão, o órgão - que é vital à sobrevivência e não pode ser transplantado - rompeu-se, libertando enzimas digestivas que provocaram queimaduras de terceiro grau no interior do organismo.

A escolha, nesse momento, foi entre uma morte regada a álcool e drogas ou a vida. McKagan escolheu a vida.

Explicou em entrevista à BBC que, no período do internamento, recebeu injecções de morfina e que estas não lhe tiraram as dores. Seria então que perceberia «que a situação era muito séria».

Quando se descobre que o pâncreas tinha aumentado para o dobro, o médico informa-o de que uma parte tem de ser cortada. Perante essa informação, MaKagan terá implorado: 'Matem-se'.

As duas semanas de internamento que passou no hospital foram de sofrimento e reflexão sobre como tinha sido possível «chegar àquele ponto».

Ler artigo completo...  (SOL)

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Paços de Ferreira 1-2 FC Porto, na Mata Real (resumo)

21.12.11 | adamirtorres

 

O FC Porto despediu-se do ano com um triunfo sobre o Paços de Ferreira, por 1-2, na Mata Real, na sua estreia na Taça da Liga desta temporada, uma prova que a equipa não considera prioritária. O próximo jogo dos “azuis e brancos” é em Alvalade, para a Liga. O Paços de Ferreira também teve oportunidades, mas foi menos certeiro do que o adversário.

O FC Porto, que não tem fama de começar em grande plano a Taça da Liga, chegou ao golo no primeiro remate que fez. Cristian Rodríguez, depois de também ter marcado ao Marítimo, recebeu a bola de Kléber, chutou de longe e inaugurou o marcador logo no segundo minuto.

O ritmo do jogo só voltou a subir aos 15’, depois de muita “cerimónia” do Paços de Ferreira, que não conseguiu tirar a bola da sua área e permitiu o remate de Souza. Alguns adeptos dos “castores” começaram a assobiar a equipa, que não está a viver uma boa temporada, mas no lance seguinte já estavam a festejar, pois William, de cabeça e após um livre, conseguiu empatar sobre a linha de golo.

A entrada de Hulk aos 58’, a substituir Varela, foi positiva para os “dragões”. Aos 69’,o árbitro Rui Costa considerou que o brasileiro foi derrubado na grande área por Fábio Faria e assinalou uma grande penalidade que o próprio Hulk se encarregou de converter.

 

Ficha de jogo
Paços de Ferreira, 1
FC Porto, 2

Jogo no Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira.
Assistência Cerca de 2 mil espectadores

P. Ferreira Cássio; Diogo Figueiras (Caetano, 87’), Cohéne, Fábio Faria, Luisinho; Filipe Anunciação e André Leão; Manuel José, Vítor (Backar, 75’), Melgarejo e William (Michel Lugo, 83’). Treinador Henrique Calisto

FC Porto Bracali; Maicon (João Moutinho, 46’), Otamendi, Mangala, Alex Sandro; Souza (Fernando, 79’), Belluschi, Cristián Rodriguez; Djalma, Varela (Hulk, 58’) e Kléber
Treinador Vítor Pereira

Árbitro Rui Costa, do Porto.
Amarelos Mangala (65’), Fábio Faria (69’)

Golos 0-1, por Cristian Rodríguez, aos 2’; 1-1, por William, aos 17’ e 1-2, por Hulk, aos 70’ (g.p.)

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :

 


Real Madrid Vs Ponferradina 5-1 (Resumo)

21.12.11 | adamirtorres

Real Madrid, Espanyol e Mallorca estão apurados para os oitavos-de-final da Taça do Rei após eliminarem Ponferradina, Celta de Vigo e Sporting Gijón, respectivamente.
No Santiago Bernabéu, o Real Madrid, com Pepe a titular, venceu o líder da segunda divisão B por 5x1, acabando por vencer a eliminatória por um total de 7x1, pois tinha ganho por 0x2 na primeira mão.
Callejón, por duas vezes, Nuri Sahin, Varane e Joselu Sanmartín foram os marcadores de serviço na equipa de José Mourinho, enquanto Reyes apontou o tento de honra na equipa onde joga Yuri, brasileiro que em Portugal jogou no Maia, Boavista, Gil Vicente e Estoril.

 

Fonte:http://www.zerozero.pt/

 


Desmantelamento de Fukushima vai demorar 40 anos

21.12.11 | adamirtorres

O governo japonês apresentou, esta quarta-feira, um novo plano de trabalhos para a central nuclear de Fukushima, prevendo que o desmantelamento demore cerca de 40 anos, atendendo à gravidade do desastre e necessidade de novas técnicas para resolver o problema.

 

"O trabalho será feito em diversas etapas", explicou Goshi Hosono, ministro do ambiente e encarregado do acidente, durante uma conferência de imprensa.

 

A remoção do combustível dos tanques de arrefecimento deverá ser iniciada em dois anos e prolongar-se-á durante vários anos, durante os quais serão igualmente reforçados os sistemas de arrefecimento para os reactores e tanques, além de outras instalações.

 

A extracção do combustível fundido nos reactores 1 a 3 será implementada em dez anos, e vai durar mais de duas décadas.

 

Em ambos os casos serão necessárias novas técnicas, sublinhou Goshi Hosono.

Fonte:http://www.jn.pt/paginainicial/

 


Ronaldo respondeu esta noite, com três golos (Resumo)

18.12.11 | adamirtorres

A derrota no clássico com o FC Barcelona tinha deixado os adeptos do Real Madrid descontentes com Cristiano Ronaldo. O português respondeu esta noite, com três dos seis golos da goleada do Real Madrid em Sevilha por 2x6.

O internacional português abriu a contagem aos 10 minutos de jogo, assistido por Di Maria. José Callejón, cada vez mais aposta de Mourinho, fez o segundo antes de Cristiano Ronaldo «bisar», aos 41 minutos e colocar os merengues a vencer por 0x3 ao intervalo.

No segundo tempo, Di Maria fez o 0x4, com Jesus Navas a reduzir para o Sevilla aos 69'. No entanto, Ronaldo iria transformar uma grande penalidade, aos 85 minutos, fazendo o hat-trick no encontro.

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Vítor Pereira «Porto está a subir de rendimento»

18.12.11 | adamirtorres

 

Vítor Pereira assume que foi um jogo «de muito sofrimento», mas que a vitória é merecida e que os golos podiam ter sido muitos mais.

«Criamos variadíssimas situações de golo. Fizemos dois, mas podíamos ter feito muitos mais», disse no flash interview da TVI, acrescentando que «há jogos em que em três situação se marcam três golos, outros em que são precisas sete para fazer um», referindo que foi esse o caso hoje.

O técnico considerou que este FC Porto «começa a satisfazer em termos de comportamento» e não avança sobre qualquer contratação para o mercado de janeiro.

«É com eles [os jogadores que tem] que conto para lutar. Mas vamos avaliar, vamos ver se é preciso ajustamentos», frisou.

 

 

Pedro Martins, técnico do Marítimo, admitiu que a equipa esteve «à imagem» do que tem feito neste campeonato, com a primeira parte a ser decisiva.

«Analisando friamente, nós não estivemos bem na primeira parte. Não conseguimos circular, fazer pressão como normalmente fazemos. Tivemos muitas dificuldades, jogámos sempre distantes da baliza adversária. Depois, com a expulsão, foi ainda mais complicado. Mas gostei da resposta da equipa depois da expulsão. Na segunda parte não conseguimos sair em transição, porque o FC Porto foi mais forte», disse após o jogo, acrescentando: «Não tivemos a imagem que normalmente temos. A responsabilidade é minha».

Siga-nos também nas redes sociais :


Meter o Turbo rumo a Vitoria (FC Porto 2-0 Marítimo Resumo)

18.12.11 | adamirtorres
O FC Porto venceu, este sábado, o Marítimo por 2-0, com golo de Cristian Rodríguez e auto-golo de Briguel, em jogo da 13.ª jornada da I Liga, disputado no Estádio do Dragão. À semelhança do que sucede na noite de Natal, a família portista teve de esperar até à última pelos presentes, ou seja, os golos da vitória.
A primeira parte do encontro foi completamente dominada pelo FC Porto, com Belluschi a ser o primeiro a ameaçar as redes defendidas por Peçanha.
Perto do intervalo, o Marítimo ficou reduzido a dez jogadores depois da expulsão de Roberge, que viu o segundo amarelo, e consequente cartão vermelho.
O segundo tempo, já com Kléber no lugar de James no campo, contou novamente com uma entrada forte dos portistas mas o caminho para o golo teimava em não aparecer. Vítor Pereira, decidido a terminar o ano 2011 em primeiro lugar, apostou em tudo com a saída do defesa Maicon e entrada do avançado Cristian Rodríguez.
Numa altura em que o FC Porto praticamente morava no campo do Marítimo, enquanto este se limitava a defender e a (tentar) surpreender com contra-ataques, o treinador portista apostou na entrada do jovem avançado Iturbe para o lugar de Djalma.
Os golos portistas surgiram nos últimos 10 minutos do desafio, com Cristian Rodríguez a marcar aos 81 e, três minutos mais tarde, Briguel a marcar na própria baliza, confirmando a vitória do FC Porto para um Natal portista mais alegre.

Terminado o encontro, FC Porto termina 2011 na primeira posição com 33 pontos, os mesmos que o Benfica. Já a equipa da Madeira mantém a quinta posição mas pode ver o Sporting de Braga aumentar terreno para os lugares da frente.
POSITIVO
Peçanha
O guarda-redes do Marítimo realizou uma exibição notável. Defendeu quase tudo o que havia para defender e foi muito. Peçanha foi um dos grandes responsáveis pelo resultado.
João Moutinho
O pequeno médio é um dos grandes responsáveis pela subida de forma deste FC Porto. Os seus passes e a organização que coloca no meio-campo mereciam outra correspondência pelos seus colegas do ataque.

NEGATIVO
Roberge
Em menos de um minuto conseguiu ver dois cartões amarelos, o que não é fácil. O segundo dos quais devido a uma entrada sobre James que no intervalo teve de ficar no balneário.
Ataque do FC Porto
Tanta falta de pontaria custa caro, muito caro. Um dos exemplos foi a queda perante o Zenit na Liga dos Campeões. E ontem poderia ter custado mais dois pontos.

Ficha de Jogo
FC Porto, 2
Marítimo, 0

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto.
Assistência 32.312 espectadores.

FC Porto Helton, Maicon (Cristian Rodríguez, 57’), Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, João Moutinho, Belluschi, Hulk, James (Kléber, 46’) e Djalma (Iturbe, 75’). Treinador Vítor Pereira.
Marítimo Peçanha, Briguel, João Guilherme, Igor Rossi, Luís Olim, Roberge, João Luíz, Benachour (Tchô, 90’+1’), Heldon (Danilo Dias, 63’), Sami (Hassan, 85’) e Baba. Treinador Pedro Martins.

Árbitro Duarte Gomes, de Lisboa. Amarelos Fernando (36’), Heldon (38’), Roberge (40’ e 41’) e Iturbe (86’). Vermelho Roberge (41’).
Golos 1-0, por Cristian Rodríguez, aos 80’; 2-0, por Otamendi, aos 83’
 
 

Siga-nos também nas redes sociais :


Madagáscar 3 nos cinema em 2012

17.12.11 | adamirtorres
 

A bicharada da série «Madagáscar» vai voltar ao grande ecrã em 2012 em «Madagascar 3: Europe's Most Wanted», em que os célebres animais viajam pelas principais cidades da Europa e cujo primeiro trailer acaba de chegar à internet.

O leão Alex, a zebra Marty, a hipopótamo Gloria e a girafa Melman preparam-se para regressar a Nova Iorque após fugirem de África. Dependentes dos conhecimentos mecânicos dos macacos, o plano inevitavelmente dá para o torto e eles vêem-se perdidos em Monte Carlo, onde tentam fugir dos controlos de animais da Europa juntando-se a um circo ambulante, liderado pelo tigre Vitali. Segue-se uma visita a várias cidades da Europa que culmina no coração de Londres, com o quarteto a tentar ajudar os animais do circo a redescobrir a sua paixão pelo maior espetáculo do mundo.

Fonte:http://cinema.sapo.pt/

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Pudim de ovos

16.12.11 | adamirtorres

12 gemas

1 clara

700 de leite

400 gr de açúcar

1 colher de chã de maizena

1 cálice de vinho do porto

 

(não pode usar a batedeira)

 

- mexem-se os ovos com o açúcar

- vai-se acrescentando o leito aos poucos

- desfaz-se a maizena no vinho do porto e junta-se tudo

 

- põe-se 200 gr de açúcar a queimar e deitam-se na forma de pudim

- deita-se a mistura e leva-se ao forno em banho Maria

- coze durante 1 hora

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Ovos-moles

16.12.11 | adamirtorres

- 250 ml de água

- 250 gr. de açúcar

- 12 gemas

 

- por um tacho ao lume com o açúcar e a água

- quando estiver em creme liquido (antes do ponto de pérola), tira-se do lume e deixa-se arrefecer um pouco

- batem-se as gemas

- entretanto deita-se aos pouquinhos o açúcar no recipiente que contem as gemas, (nunca ao contrário senão as gemas cozem), e vai-se mexendo sempre sem parar

- quando estiver tudo junto leva-se a mistura de novo ao lume, mexendo sempre até elas ganharem a espessura desejada.

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :