Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

"Fair-play" dizem eles

04.04.11 | adamirtorres

Ontem mais uma vez ficou provado que aquelas conferências de imprensa espetaculares e por vezes comoventes a promover o espetáculo, a verdade  desportiva e o fair-play não passam de fachada para enganar os "6 milhões" de benfiquistas para se fazerem de santos.

 

Depois de ter sido anunciada a proibição de bandeiras ou outros adereços do FC Porto como medida de fair-play,  viu-se no final do jogo que naquele estádio nunca ouve intenções de fair-play, cenas lamentáveis como o apagar das luzes, ligar o sistema de rega, a não comparência nas entrevistas rápidas da Sporttv.

 

Mas tudo isto continua a dar mais motivação ao FC Porto e aos seus adeptos para continuarem esta caminha triunfante rumo ao próximo titulo pois este já esta.

 

O Jogo do Titulo

 

Falando agora um bocadinho do jogo, FC Porto entrou em campo determinado e com intenção de resolver o jogo o mais rápido possível, e nem foi preciso fazer muito, pois Roberto ao seu bom estilo fez o resto (um grande frango) e assim chegamos ao 0-1, apesar do caudal ofensivo do Porto, o Benfica chegou ao empate numa grande penalidade bastante duvidosa, pois no inicio do jogo houve um lance igual sobre Hulk e o árbitro nada assinalou.

 

 Mas os dragões nunca desistiram acabaram por chegar ao 1-2 por Hulk na marcação de uma grande penalidade cometida sobre Falcao.

 

O FC Porto foi um justo vencedor e assim conquistou o seu 25ª titulo da sua história, a festa não estava escrita nas estrelas como é costume para aqueles lados mas as estrelas serviram para iluminar a festa pois a luz se apagou, em vez de champanhe teve muita água o que tornou a festa mais bonita.

 

 

Os números do FC Porto impressionam.


  71 pontos em 75 possíveis, com 23 vitórias e 2 empates, Guimarães e Alvalade. Melhor ataque com 59 golos, melhor defesa com apenas 9 golos encaixados. A jogar fora o FC Porto sofreu apenas 3 golos em 12 jogos.
Ao longo da época, só houve uma equipa, mas na Taça da Liga, que conseguiu fazer dois golos aos dragões em casa, foi o Gil Vicente.

 

Adamir Torres


 


FC Porto Campeão Nacional 10/11 (25)

04.04.11 | adamirtorres

O FC Porto conquistou o 25.º campeonato nacional de futebol da sua história, mantendo a hegemonia no futebol nacional iniciada há mais de 20 anos. O campeonato voltou a casa, depois de um ano de interrupção, numa espécie de regresso à normalidade, numa campanha excepcional, ainda sem derrotas e com momentos brilhantes, como a inesquecível goleada de 5-0 ao Benfica, há precisamente uma volta.

 

A Luz apagou-se


O jogo terminou e na Luz desligaram-se as luzes, ligaram-se os aspersores e pôs-se a música em alto som em modo repeat: os jogadores do FCP celebraram como se estivessem numa festa da espuma de som duvidoso. É-lhes igual. FC Porto irá receber o troféu de campeão no próximo jogo em casa. Com o Sporting. Para os portistas, não podia ser melhor.  

Ficha de jogo

Jogo no Estádio da Luz, em Lisboa.

Benfica - FC Porto, 1-2.

Ao intervalo: 1-2.

Marcadores: 0-1, Fredy Guarín, 09 minutos. 1-1, Saviola, 17 (grande penalidade). 1-2, Hulk, 26 (grande penalidade).
Equipas:

- Benfica: Roberto, Airton (Jardel, 61), Luisão, Sidnei, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Sálvio, Gaitan, Aimar (César Peixoto, 46), Saviola e Jara (Cardozo, 46).
Suplentes: Moreira, Roderick, Jardel, César Peixoto, Felipe Menezes, Kardec e Cardozo).

- FC Porto: Helton, Fucile, Rolando, Otamendi, Álvaro Pereira, Fernando, Guarín (Cristian Rodriguez, 81), João Moutinho, Hulk, Falcao (Maicon, 73) e Varela (Belluschi, 73).
(Suplentes: Beto, Sapunaru, Maicon, Ruben Micael, Belluschi, Cristian Rodriguez e James Rodriguez).

Árbitro: Duarte Gomes (Lisboa).

Acção disciplinar: Cartão amarelo para Aimar (03), Airton (13), Otamendi (16 e 70), Fábio Coentrão (21), Roberto (25), Fucile (32), Javi Garcia (68), Álvaro Pereira (81), Jardel (88), João Moutinho (94). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Otamendi (70). Cartão vermelho direto para Cardozo (86).

Assistência: cerca de 40.000 espetadores

 


 

 

 


 

   

 



«Luz devia ter sido desligada 2 horitas antes»

 

Em comunicado, o FC Porto lamenta a falta de fair-play do adversário e refere que a «luz devia ter sido desligada duas horitas antes» pois assim evitava-se mais «um banho de bola».

Confira o comunicado na íntegra:

«O FC Porto é campeão nacional. Um campeão justo. Um campeão invicto em 25 jogos, com 16 pontos de vantagem sobre o segundo classificado. No jogo da consagração mostrou, como em todos os outros, que é de longe a melhor equipa da competição.

 

Ler mais...

Sapo Desporto


 


O dia em que a luz se apagou - FC Porto campeões 2010/11 (Resumo)

04.04.11 | adamirtorres

 

Oh, meu Porto, onde a eterna mocidade
Diz à gente o que é ser nobre e leal.
Teu pendão leva o escudo da cidade
Que na história deu o nome a Portugal.

 

REFRÃO:

Oh, campeão, o teu passado
É um livro de honra de vitórias sem igual
O teu brasão abençoado
Tem no teu Porto mais um arco triunfal
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto, Porto, Porto
Porto, Porto

 

Quando alguém se atrever a sufocar
O grito audaz da tua ardente voz
Oh, Oh, Porto, então verás vibrar
A multidão num grito só de todos nós

 


 


O primeiro objectivo é o título

03.04.11 | adamirtorres

Depois de na época passada o campeonato ter fugido ao FC Porto por jogadas extra futebol, esta época  está praticamente garantido e a confirmação pode acontecer já este fim de semana em casa do principal rival (SLB).

 

Com uma época brilhante em todos os aspectos, o FC Porto chega à 25ª jornada com 22 vitórias, 2 empates e 0 derrotas.

Tem também o melhor ataque - 56 golos, mais goleadas - 7, mais jogos sem perder - 24.

 

Só falta mesmo a festa.

 


 


Katy Perry sofreu para ser extraterrestre no seu novo videoclip

02.04.11 | adamirtorres

Depois de viajar pelo mundo das guloseimas, das festas na praia e dos fogos-de-artifício, chegou a vez de Katy Perry viajar pelo universo, desta feita transformada em extraterrestre.

 

«Foi muito difícil para mim, este videoclip foi realmente um teste à minha paciência. Mas é como se estivessemos a fazer um filme. Às vezes temos que envelhecer muito ou transformar-nos num animal ou monstro e este processo foi mais ou menos assim.», declarou em entrevista à MTV.

 

Ler mais...

Fonte:Sapo Música




Pág. 8/8