Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Pessoas Ganhadoras

Novembro 09, 2010

adamirtorres

  • Quando a pessoa ganhadora comete um erro, diz: "Me equivoquei, e aprende a lição.

Quando uma pessoa perdedora comete um erro, diz: "Não foi minha a culpa”, e culpa os outros.

  • Uma pessoa ganhadora sabe que a adversidade é o melhor dos professores.

Uma pessoa perdedora se sente vítima ante a adversidade.

  • Uma pessoa ganhadora sabe que o resultado das coisas depende dele.

Uma pessoa perdedora crê que a má sorte existe.

  • Uma pessoa ganhadora trabalha muito forte e gera mais tempo para si mesmo.

Uma pessoa perdedora está sempre "muito ocupada" e não tem tempo nem para os seus.

  • Uma pessoa ganhadora enfrenta os problemas um a um.

Uma pessoa perdedora da voltas e nem sequer se atreve a tentar.

  • Uma pessoa ganhadora se compromete, da sua palavra e a cumpre.

Uma pessoa perdedora faz promessas, não assegura nada, e quando fala só se justifica.

  • Uma pessoa ganhadora diz: "Sou bom, mas vou ser melhor".

Uma pessoa perdedora diz: "Não sou tão mal como muita gente ".

  • Uma pessoa ganhadora escuta, compreende e responde.

Uma pessoa perdedora só espera até que chegue sua hora de falar.

  • Uma pessoa ganhadora respeita aqueles que sabem mais que ele e trata de aprender algo com eles.

Uma pessoa perdedora resiste aos que sabem mais que ele e só se fixa em seus defeitos.

  • Uma pessoa ganhadora se sente responsável por algo mais que somente seu trabalho.

Uma pessoa perdedora não se compromete e sempre diz: " Faço o meu trabalho”.

  • Uma pessoa ganhadora diz: "Deve haver uma forma melhor de fazer isto.“.

Uma pessoa perdedora diz: "Esta é a forma como sempre fizemos".

  • Uma pessoa ganhadora é parte da solução.

Uma pessoa perdedora é parte do problema.

  • Uma pessoa ganhadora se fixa em "como se vê a parede em sua totalidade".

Uma pessoa perdedora se fixa “no ladrilho que cabe a ela colocar".

  • Uma pessoa ganhadora como você, compartilha esta mensagem com seus amigos.

Uma pessoa perdedora como os outros é egoísta e a guarda para si mesmo.


FCP-SLB. E ao sétimo dia, Jesus inventou

Novembro 07, 2010

adamirtorres

Uma, duas, três, quatro vitórias seguidas no campeonato, depois um discurso de confiança. De seguida, neste sábado, a decisão de lançar David Luiz como defesa-esquerdo. Por fim, domingo, falhanço total. Já se sabe que o domingo é dia de descanso, imagina-se qualquer coisa para fugir à rotina e o que Jorge Jesus inventou foi uma nova equipa para bater o FC Porto e reduzir a desvantagem na classificação, dos sete para quatro pontos. Os domingos também estão cheios de planos furados.

 

Aos 28 minutos do clássico com o FC Porto, o Benfica estava a perder 3-0. A história foi sempre a mesma. Lance na esquerda, David Luiz batido (por Hulk ou Belluschi), assistência para a área, golo. Varela, Falcao e de novo Falcao. Que rima com humilhação. Que rima com campeão. Porque o que aconteceu, de forma demasiado grave, evidente e impotente para o Benfica, foi a transferência das faixas de campeão para o FC Porto. Depois da manifestação da superioridade azul-e-branca, alguém pode acreditar que a equipa de Villas Boas se deixa apanhar na frente da Liga?

 

Enquanto o treinador do FC Porto não inventou, Jesus foi mais longe. Ao lançar David Luiz na lateral-esquerda, não só perdeu velocidade na defesa de Hulk como também adiantou Fábio Coentrão para um lugar onde é menos influente. O rapaz das Caxinas não pescou nada. O efeito-dominó ainda levou a que Sidnei fosse chamado a central, ele que não era titular na Liga desde a primeira jornada. Por fim, Jorge Jesus ainda decidiu deixar Saviola no banco (o que é ainda mais raro - aconteceu em Abril contra o Olhanense - do que David Luiz ser lateral).

 

Pouco falamos do FC Porto porque a equipa portista foi mais do que competente. Só isso, simples. À eficácia ofensiva somou -se a segurança na defesa, aquela que fez Helton descansar praticamente até aos 60 minutos, quando David Luiz fez o primeiro remate perigoso dos encarnados. Nada capaz de incomodar. Ao mesmo tempo, os adeptos azuis-e-brancos começaram a cantar "olééés". Os clássicos também se jogam na bancada e a humilhação consumou-se até com episódios cómicos, como aquele de lançarem um galináceo junto à baliza de Roberto (é verdade, o Benfica estava a perder por três golos e nenhum deles tinha sido um frango).

Restava saber de que forma o campeão entregaria o trono. Luisão, que rima com capitão, esqueceu-se do estatuto, deu mau exemplo, agrediu Guarín e foi expulso. A partir dali já não interessava nada, nem o facto de Jorge Jesus ter assumido os erros e devolvido a lateral-esquerda a Fábio Coentrão. Já com o jogo perdido, o próprio Coentrão fez um penálti sobre Hulk e mostrou que já nem ele acertava. O Incrível fez o 4-0 (primeiro golo ao Benfica) e consumou a noite imparável com um 5-0 extraordinário. Mais humilhante só se o Benfica tivesse voltado para Lisboa à primeira pedrada.

 

Fonte: Ionline


O FC Porto quer, pode, manda e goleia 5-0 ( Resumo)

Novembro 07, 2010

adamirtorres

 

Uma partida tão fácil para o FC Porto que até pareceu brincadeira. Os azuis e brancos venceram com toda justiça o clássico frente ao rival Benfica com três golos, todos marcados na primeira parte.

 

O primeiro golo do FC Porto nasceu do confronto entre Hulk e David Luiz. O avançado brasileiro dos Dragões levou a melhor sobre o compatriota, à entrada da grande área, e cruzou para Varela, que bateu Roberto com facilidade. Estava feito o primeiro golo da equipa da casa aos dez minutos.

 

Os Dragões continuavam a dominar o encontro e o segundo apareceu logo aos 25 minutos. A aposta do técnico do Benfica, em David Luiz como lateral, pareceu ser acertada, mas para os Dragões. Belluschi passou uma vez mais pelo central, hoje lateral,  e centrou para o coração da área encarnada onde apareceu Falcao que, de calcanhar, fez um golo espectacular.

 

A ganhar por 2-0, a equipa da casa fez o que quis do Benfica e continuou a massacrar a equipa de Jorge Jesus, que não sofria golos há cinco jornadas.

O terceiro golo portista nasceu, outra vez, de um grande trabalho individual de Belluschi, deixando para trás Sidnei, e serviu de bandeja para o avançado colombiano, que fez assim o segundo golo no encontro aos 29 minutos.

O inicio do segundo tempo ficou marcado pela entrada de uma galinha em campo, lançada pelos Super Dragões. Antes, Roberto foi atingido por uma bola de golfe nas costas e ficou queixoso.

O melhor que o Benfica ofereceu na segunda parte foi um remate de David Luiz, aos 59 minutos, para uma defesa apertada de Helton.

A equipa da Luz ficou reduzida a dez elementos a partir do minuto 66, quando Luisão viu cartão vermelho directo por agressão a Guarín.

Em superioridade numérica, o FC Porto continuava a ser dono e senhor no Estádio e Dragão e ainda teve excelentes oportunidades para dilatar a vantagem antes de marcar outro golo.

 

O quarto portista foi apontado por Hulk através da marca de grande penalidade, depois de ter sido derrubado dentro da grande área por Fábio Coentrão aos 78 minutos. Na conversão, o avançado brasileiro rematou para p lado direito e Roberto lançou-se sem sentido contrário. O incrível Hulk marcou desta forma o seu primeiro golo ao Benfica, e o nono na sua conta pessoal esta época.

Os 49.816 adeptos presentes no Dragão pediam mais um golo e Hulk fez a vontade. Perto dos 90, Hulk, numa jogada individual, passou pela defesa encarnada e rematou cruzado, sem defesa para o guard-redes Roberto.

 

Com esta vitória, o FC Porto, soma 28 pontos, e aumenta a distância para dez pontos do segundo classificado.



Há 75 anos que se joga ao 'Monopólio'

Novembro 06, 2010

adamirtorres

A fabricante 'Hasbro', que produz toda a linha 'Monopólio' numa fábrica no Massachussets, já pôs no mercado qualquer coisa como 6 mil milhões de casas de plástico verde e 2,25 mil milhões de hotéis vermelhos. Ou seja, mais de 275 milhões de jogos completos em 75 anos de existência.

Foi em plena recessão económica mundial que o 'Monopólio' nasceu e se tornou num dos mais jogados e clássicos dos jogos de tabuleiro do mundo. Depois do 'crash' da bolsa de Nova Iorque, em 1929, o 'Monopólio' insurgiu-se como um jogo tipicamente familiar que todos queriam jogar e, acima de tudo, ganhar.

Agora, em novo momento de crise, a Hasbro acredita que o 'Monopólio' pode voltar a reunir as famílias à roda da mesa. Gary Brennan, vice-presidente da fabricante, diz que "estamos a viver a um ritmo demasiado acelerado", e que o jogo volta a aparecer "para o acalmar. É o perfeito jogo de família".

Sidney Bell reforça esta opinião: "Eu joguei com a minha mãe, com o meu pai, com a minha irmã, o meu irmão, com os meus primos. Todos nós jogámos 'Monopólio' e todos tentávamos ganhar. O mais importante nas nossas vidas, temos que admitir, era ganhar ao 'Monopólio'", disse à CNN o criador do 'Monopólio' mais caro do mercado: dois milhões de dólares.

O joalheiro norte-americano conta que demorou um ano a criar um tabuleiro todo construído com ouro, diamantes, esmeraldas, rubis e safiras, que actualmente faz parte da exposição do Museum of American Finance, em Nova Iorque.

Mas esta não foi a única versão do 'Monopólio' que fugiu ao original em que as notas falsas são de papel de fraca qualidade e em que as casas e hotéis são de plástico barato. Em 1970 foi criada uma versão para invisuais, em Braille, e em 1978 era possível comprar um 'Monopólio' de chocolate.

Actualmente, o clássico também já tem versões na Internet e até permite que quatro pessoas joguem em simultâneo, numa espécie de reunião familiar com os computadores a substituírem a tradicional mesa.

 

Fonte:economico.sapo.pt


Mais sobre mim

foto do autor

Box

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Meus Blogs


 De Redundo para o Mundo
 Adamir Torres - Opinião
 Meu mundo, teu mundo
 Gatinhos Persa & Companhia
 BTT Bike Team
Santo Tirso Pastores
Facebook

Pinterest

Twitter

---------------------------------------------- #### #####
Topo

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D