Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Maior acelerador de partículas começou a fazer física a sério

30.03.10 | adamirtorres

À terceira tentativa feita esta manhã, Large Hadron Collider (LHC), o maior acelerador de partículas do mundo, em Genebra, registou as primeiras colisões de partículas a sete teraelectrões-volt. Os seus dois feixes de protões – cada um com 3,5 teraelectrões-volt , ou TeV – encontraram-se finalmente no acelerador de partículas, um túnel em forma de circunferência com 27 quilómetros, e fizeram as primeiras colisões por volta do meio-dia (hora de Lisboa) a altas energias.

 

Ler mais ...

 

Fonte : Publico.pt


Bookmark and Share


Chovem notas na América

26.03.10 | adamirtorres

Um saco cheio de dinheiro caiu de um camião blindado em Colombus, Ohio. Na manhã de quarta-feira, o saco abriu-se quando caiu no chão e a população que passava no local apanhou o máximo de dinheiro que conseguiu. “Algumas pessoas saltavam dos carros”, disse uma das testemunhas à imprensa local. A polícia estima que se tenham perdido mais de 150 mil euros ( cerca de 200 mil dólares), embora ainda não se saiba a quantia exacta.

 

Ler mais....

 

Fonte: Ionline

 


Bookmark and Share


Procura de emprego & Facebook

26.03.10 | adamirtorres
O presidente de uma consultora norte-americana andava à procura de um estagiário e decidiu consultar o Facebook para saber mais sobre um candidato que parecia promissor. Acabadinho de se licenciar pela Universidade do Illinois, o jovem descrevia os seus maiores interesses como sendo "fumar ganzas", "disparar sobre pessoas" e "sexo obsessivo". Tudo, é claro, no mais puro calão norte-americano. Resultado: o presidente da consultora deitou o currículo para o lixo.
Fonte: Ionline


Bookmark and Share


Há 12 mil empregos que ninguém quer.

16.03.10 | adamirtorres

A taxa de desemprego está em níveis recorde, mas ao Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) têm chegado milhares de queixas de empresas que não conseguem recrutar trabalhadores - segundo apurou o i foram estas denúncias, sobretudo de empresas com salários mais baixos (como o têxtil ou calçado), que despertaram a atenção do governo socialista para a necessidade de apertar as regras do subsídio de desemprego. As alterações, que implicam cortes na prestação e condições mais duras ao acesso, avançam já em 2010, confirmou ontem a ministra do Trabalho.
 

Ler mais...

(ionline)

 

Bookmark and Share


Pág. 1/3