Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

FC Porto - Uma história de sucessos

Setembro de 1893. Do nada, de uma ambição secreta que não podia mais ser reprimida, nascia um F.C. Porto activo e dinâmico. António Nicolau d'Almeida, desportista por excelência e exímio comerciante de Vinho do Porto, convidou, na qualidade de presidente do clube, o F.C. Lisbonense para um jogo de futebol. Ficava na história a primeira aparição azul e branca. Nos livros, em páginas amarelecidas pelo tempo, este é o registo mais antigo da actividade portista.

Os anos seguintes foram de entusiasmo crescente. José Monteiro da Costa quis juntar, numa comunhão que desejava profícua, o diverso trabalho da comunidade desportiva portuense, maioritariamente portuguesa, obviamente, mas também com forte representação de Inglaterra, berço do jogo que passaria a encantar a cidade. O impulso inglês levou mesmo a que extinguisse o Grupo Recreativo «O Destino», que presidia, em favor do F.C. Porto. A estrutura formava-se.

Os fundadores, os obreiros, homens verdadeiramente decididos a criar algo que orgulhasse as gerações vindouras, garantiram desde logo um lugar especial num clube que já se pressentia especial. O seu arrojo fê-los escolher o azul e o branco para cores do clube. Apostavam na tranquilidade e na pureza e mantinham-se fieis aos princípios cultural e desportivo. Num plano mais abrangente, criam que podiam representar um país que então tinha os mesmos tons no estandarte.

O F.C. Porto assumia agora uma vocação nacional e universal. No primeiro emblema, claro, destacava-se uma bola de futebol com as iniciais F.C.P. à qual, 20 anos depois, seria sobreposto o brasão da cidade, por intervenção artística de Simplício. O clube era agora um símbolo que começava a incitar paixões. Em 1948, a vitória por 3-2 sobre o Arsenal de Londres, na época a melhor equipa do mundo, é uma prova cabal das potencialidades que os portistas rapidamente atingiram. No ano das bodas de ouro do futebol nacional, o clube mais cativante de um país que nos serviu de modelo no popular desporto, rendeu-se à supremacia azul e branca. O F.C. Porto passava a impulsionar todo o desporto português.

Ano após ano, conquista após conquista, o FC Porto foi ganhando fôlego. Tornou-se grande, não só na ambição, mas também nas potencialidades desportivas. Somou títulos e surpreendeu o país e o Mundo. A década de 80 foi talvez a mais memorável. Em 1987 e 1988, a Taça dos Campeões, a Taça Intercontinental e a Supertaça Europeia, feitos impressionantes, provas evidentes de uma filosofia especial. Alguns anos mais tarde, o Penta, façanha única em Portugal. A história tinha agora um lugar especial para o clube.

Hoje em dia, o Mundo mudou e Portugal evoluiu. As realidades desportivas são outras, as SAD's passaram a ser quase uma imposição de um mercado muito competitivo, mas o F.C. Porto permanece dinâmico e vencedor. O clube continua a representar a sua região e a servir de baluarte para os seus legítimos interesses, mas tende a espalhar a sua filosofia de simplicidade responsável e ambiciosa a todos os portugueses espalhados pelos cinco continentes. Homens como Nicolau d'Almeida e Monteiro da Costa, onde quer que se encontrem, estarão, por certo, muito orgulhosos da força que o seu esboço de F.C. Porto alcançou.

O Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia e o Estádio do Dragão colocam o clube em patamares de vanguarda difíceis de igualar. O futuro é risonho. A trabalhar em condições únicas e modernas, a respeitar integralmente o seu passado, o F.C. Porto redobra a sua pujança. Títulos como a Taça UEFA de 2002/03, a UEFA Champions League de 2003/04 e a Taça Intercontinental 2004 provam esta realidade inequívoca.

Para além do fulgor no futebol, o F.C. Porto é grande em todas as modalidades que pratica. O palmarés fala por si e basta uma constatação simples para destacar a abrangência do azul e branco: O Dragão luta por títulos em hóquei em patins, basquetebol e andebol, modalidades que, a par com o futebol, mais cativam os portugueses. O bilhar, a natação, o atletismo, o desporto adaptado, os desportos motorizados, o boxe, o campismo, o xadrez, a pesca, o karaté e o halterofilismo também contribuem para o sucesso do clube e asseguram novos tópicos para o espólio portista.

 

F.C. PORTO: A VENCER DESDE 1893


 


  FC Porto - Campeão Liga Europa 2010/11 (Resumo & Reacções)   FC Porto Campeão Nacional 10/11 (25)  FC Porto 6-2 Vitória de Guimarães (Resumo) - 16.ª Taça de Portugal (2010/11)   Supertaça 2010/11 - SL Benfica 0-2 FC Porto   Ano do Dragão 2010/11


FC Porto Web Links :


  


 

 2

 2

 2

 1

26

 16

 19

 

- Taça dos Campeões Europeus: 2

(1986/87 e 03/04).
- Taça UEFA: 1

(2002/03).
- Liga Europa: 1

(2010/11).
- Taça Intercontinental: 2

(1987/88 e 04/05).
- Supertaça Europeia: 1

(1987/88).
- Campeonato nacional: 25

(1934/35, 1938/39, 1939/40, 1955/56, 1958/59, 1977/78, 1978/79, 1984/85, 1985/86, 1987/88, 1989/90, 1991/92, 1992/93, 1994/95, 1995/96, 1996/97, 1997/98, 1998/99, 2002/03, 2003/04, 2005/06, 2006/07, 2007/08, 2008/09, 2010/11 e 2011/12).
- Taça de Portugal: 16

(1955/56, 1957/58, 1967/68, 1976/77, 1983/84, 1987/88, 1990/91, 1993/94, 1997/98, 1999/00, 2000/01, 2002/03, 2005/06, 2008/09, 2009/10 e 2010/11).

Supertaça Cândido de Oliveira: 19
1981/82, 1983/84, 1984/85, 1986/87, 1990/91, 1991/92, 1993/94, 1994/95, 1996/97, 1998/99, 1999/2000, 2001/02, 2003/03, 2004/05, 2006/07, 2009/10, 2010/11, 2011/12, 2012/13

- Campeonato de Portugal: 4

(1921/22, 1924/25, 1931/32 e 1936/37).

 

Voltar ao topo


16ª Taça de Portugal (22 de Maio de 11)

2ª Taça UEFA “Liga Europa” (18 de Maio de 2011)

25ª Campeonato Nacional (3 de Abril de 2011)

17ª Supertaça de Portugal (7 de Agosto de 2010)

André Villas-Boas (2 de Junho de 2010)

Tri de Jesualdo 11 de Maio de 2009

2ª Taça Intercontinental (12 de Dezembro de 2004)

2ª Liga de campeões “Taça dos Campeões Europeus” (26 de Maio de 2004)

1ª Taça UEFA (21 de Maio de 2003)

XXI José Mourinho (Janeiro de 2002)

Penta Campeões (22 de Maio de 1999)

1ª Supertaça Europeia (13 de Janeiro de 1988)

1ª Taça Intercontinental “triunfo na neve” (13 de Dezembro de 1987)

1ª Taça dos Campeões Europeus “Calcanhar de Rabah Madjer” (27 de Maio de 1987)

1ª Final Europeia (1984)

Pinto da Costa Eleito (17 de Abril de 1982)

1ª Supertaça de Portugal (8 de Dezembro de 1918)

Fim do Jejum (11 de Junho de 1978)

1ª Taça de Portugal  (27 de Maio de 1956)

1ª Título da I Divisão  (23 de Abril de 1939)

1ª Título Liga (12 de Maio de 1935)

1ª Título Nacional (18 de Junho de 1922)

 

Voltar ao topo

 Foto: 01
 Foto: 02
 Foto: 03
 Foto: 04
 Foto: 05
 Foto: 06
 Foto: 07
 Foto: 08
 Foto: 09
 Foto: 10
 Foto: 11
 Foto: 12
 Foto: 13
 Foto: 14
 Foto: 15
 Foto: 16
 Foto: 17
 Foto: 18
 Foto: 19
 Foto: 20
 Foto: 21
 Foto: 22
 Foto: 23
 Foto: 24
 Foto: 25

Ver mais...




FC Porto - Best posts

Best Posts:

 

  1. Hulk: »Vou levar o FC Porto no meu coração»
  2. Quiñonez chegou ao FC Porto em contra-relógio
  3. Hulk no Zenit por 60 milhões
  4. Dragão vence no Algarve e lidera à condição
  5. Liga dos Campeões: Barcelona para Benfica, Man. United para Braga, PSG para FC Porto
  6. Vitória robusta do FC Porto na estreia no Dragão
  7. Sorteio pode ditar “grupo da morte” e um caminho complicado para os clubes nacionais
  8. FC Porto começa em Zagreb e fecha em Paris

Pág. 2/2