Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Beira Mar-Sporting, 1-1 (crónica)

Outubro 04, 2010

adamirtorres

E vão quatro. Já são quatro os jogos seguidos que o Sporting leva sem ganhar na Liga, cinco ao todo. Mas pior do que isso são os 12 pontos esbanjados até agora pelos comandados de Paulo Sérgio, que tiveram de ouvir os protestos dos adeptos no final de mais uma exibição perdulária depois de um resultado fantástico para a Liga Europa. Como tal, os de Alvalade continuam no 10º lugar, um pouco acima do adversário desta segunda-feira, e se chegar a uma competição da UEFA já começa a ser complicado, que dizer do título?

Na primeira vez que o técnico leonino repetiu um onze - que melhor equipa para copiar senão a que goleou o Levski ? - , ficou provado que os leões se dão mal nas competições internas. Quem agradeceu foi o Beira Mar, que teve em Rui Rego um guarda-redes intransponível, e continua imbatível em casa. Leonardo Jardim, na sua ainda curta carreira, que só agora atingiu a liga principal, ainda não tinha defrontado o Sporting mas acabou por não se dar mal e arrecadou o primeiro ponto diante de um «grande».

Paulo Sérgio é que continua a não ser feliz em Aveiro, por onde teve uma passagem conturbada em 2008, nem tão-pouco diante das ex-equipas. Depois do Paços de Ferreira (derrota por 1-0) e do Olhanense (empate, 0-0), agora foram os auri-negros que travaram o jovem técnico.

Aveirenses atrevidos

O Beira Mar não prestou vassalagem ao leão. Começou bem a partida, com atrevimento, mas os de Alvalade foram mais acutilantes. Guiados por um Postiga anti-crise, os sportinguistas assenhoram-se da partida e foram empurrando os anfitriões com ameaças cada vez mais reais. O internacional português, de regresso à Selecção pela mão de Paulo Bento, visou, inclusive, o poste esquerdo da baliza de Rui Rego na melhor ocasião da primeira parte, deixando o aviso para a iminência do golo.

A bola acabou mesmo por entrar numa das balizas, mas foi na de Rui Patrício, traído pelo efeito caprichoso de um livre frontal de Renan, umas das unidades mais produtivas dos aveirenses. A equipa da casa não teve, contudo, muito tempo para gozar a vantagem. Volvidos três minutos, Postiga (quem mais haveria de ser?) rouba uma bola a Hugo e serve João Pereira para um golo fácil.

Paulo Sérgio demorou a mexer na equipa e, com isso, mantinha-se o estado de coisas: o Sporting pressionava, Hélder Postiga rematava e Rui Rego defendia. Tão previsível como as saídas de Salomão e Matías Fernandez para as entradas de Valdés e Saleiro. Respondeu Leonardo Jardim com Alex Maranhão e Wilson Eduardo, refrescando o ataque. O jovem internacional emprestado justamente pelo Sporting teve, mal entrou, uma boa oportunidade mas precipitou-se no remate.

Patício tirou mas também deu

Com Rui Rego a negar todas as tentativas leoninas, percebeu-se que só mesmo num lance caprichoso, que nunca chegou, é que o Sporting poderia sair do jogo com a vitória. Os espaços começavam a sobrar atrás e Leonardo Jardim, que deu mobilidade ao sector avançado, meteu a equipa a explorar, e bem, o contra-ataque.

Os leões desesperavam e a forma como Saleiro atrapalhou Vukcevic, aos 84 minutos, numa das últimas ocasiões, foi o paradigma desta equipa ao longo da partida. E se não fosse Rui Patrício, num par de situações ou o desperdício de Wilson Eduardo, mesmo no final, nem um ponto teriam levado de Aveiro...


Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Meus Blogs


 De Redundo para o Mundo
 Adamir Torres - Opinião
 Meu mundo, teu mundo
 Gatinhos Persa & Companhia
 BTT Bike Team
Santo Tirso Pastores

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub