Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Sporting 2-3 Paços de Ferreira

Janeiro 16, 2011

adamirtorres

Desporto 

O Sporting foi esta noite derrotado por 3-2 pelo Paços de Ferreira, no estádio José Alvalade. Um jogo emotivo e bem disputado, mas onde os leões têm razões de queixa do árbitro Luís Catita, apesar do enorme mérito dos pacenses.

 

O ‘pecado original’ do Sporting neste campeonato começou com o Paços de Ferreira, ao sofrer uma derrota logo na primeira jornada. A ‘vingança’ estava assim na mente da equipa leonina, que procurava também colocar o Benfica sob pressão, mas o prato não foi servido frio. E Alvalade gelou com novo desaire.

 

Numa noite especial, com o dobrar da marca dos cinco milhões de espectadores (estiveram 17643) em Alvalade, o Sporting entrou personalizado e ao ataque. Logo no primeiro minuto, Liedson esteve perto do golo, mas o remate sai a rasar o poste da baliza de Cássio.

 

Com Valdés a apoiar Liedson na ausência de Postiga – Salomão e Maniche foram também titulares -, os leões dominaram desde o primeiro minuto, colocando em sentido a defesa da equipa de Rui Vitória. 

 

Todavia, a falta de ocasiões claras e o acerto das marcações começou a dar tranquilidade ao Paços, que cresceu e começou a ameaçar o anfitrião a partir dos 20 minutos. Com a aposta vincada no contra-ataque, seria curiosamente numa bomba de Samuel a mais de 30 metros da baliza de Rui Patrício que o Paços de Ferreira fez o 1-0.

 

O Sporting desorganizou-se durante alguns minutos, fruto da inteligência pacense a aproveitar os espaços nos flancos da defesa leonina. Ainda assim, os leões mantiveram uma boa atitude e alcançaram o empate aos 41’. Depois de vários mísseis negados por Cássio a Valdés, foi ironicamente na recarga a um tiro do chileno que Liedson surgiu para fazer o 1-1.

 

As emoções estavam ao rubro e ainda cresceram aos 43’, com o árbitro Luís Catita a surgir como protagonista, assinalando erradamente penálti a favor do Paços, num lance em que houve apenas simulação de Rondon. Na conversão do castigo, Manuel José não perdoou e fez o 1-2, aos 44’, levando os forasteiros em vantagem para o intervalo. 

 

Fonte:sapo Desporto



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Meus Blogs


 De Redundo para o Mundo
 Adamir Torres - Opinião
 Meu mundo, teu mundo
 Gatinhos Persa & Companhia
 BTT Bike Team
Santo Tirso Pastores

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub