Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Conferência climática de Cancún

Dezembro 12, 2010

adamirtorres

Em textos de compromisso apresentados pela presidência mexicana da conferência, o acordo não fixa metas vinculativas de redução de emissões de gases com efeito estufa, seja para os países ricos ou pobres. Mas determina um objectivo de dois graus Celsius como limite para o aumento da temperatura média global até ao fim do século e cria um Fundo Verde Climático para os países em desenvolvimento, com promessas de 100 mil milhões de dólares (76 mil milhões de euros) anuais a partir de 2020.

Os textos foram aceites pelos cerca de 190 países representandos em Cancún, excepto pela Bolívia, cuja discordância protelou a discussão. Foi formalmente aprovado pelo plenário às 3h30 (9h30 em Lisboa).

Em intervenções no plenário da conferência, sucessivos ministros e diplomatas saudaram os textos como um avanço significativo, depois do fracasso da última cimeira climática, em Copenhaga, no ano passado. A ministra mexicana dos Negócios Estrangeiros, Patricia Espisona – presidente da conferência e responsável por aproximar as posições divergentes de diferentes países – foi ovacionada durante a sessão.

“Vocês restauraram a confiança da comunidade internacional”, disse o ministro indiano do Ambiente, Jairam Ramesh. Já o chefe da delegação norte-americana, Todd Stern, afirmou que o conjunto de textos, "mesmo que não seja perfeito, é incontestavelmente uma boa base para avançarmos”. A União Europeia e o grupo dos países mais pobres também mostraram-se globalmente satisfeitos com o resultado.

Ainda assim, o acordo é considerado por muitos como insuficiente. "A vontade política para uma acção vigorosa ainda não é suficientemente forte para uma resposta global adequada para fazer face à ameaça climática", avalia a organização ambientalista Quercus, num comunicado. "Mas as acções nacionais mostram que os países reconhecem a necessidade e os benefícios de uma economia verde, e as conversações no quadro das Nações Unidas requerem essa confiança", completam os ambientalistas.

Os documentos vertem para textos oficiais das Nações Unidas alguns dos aspectos contidos no Acordo de Copenhaga - um pacto não-vinculativo adoptado há um ano, à margem do processo negocial da ONU.

Ler mais...

Fonte: Publico


Alterações climáticas em Portugal

Mais um prego no caixão do desmatamento

Descontos a clientes que prescindam de sacos de plástico

Conheça o edifício mais sustentável do mundo

Os Maiores Parques Solares Fotovoltaicos do Mundo

Uma em cada quatro estrelas semelhantes ao sol pode albergar planetas habitáveis como a Terra

E-car italiano chega à China sem motorista

Cataratas em Valinhas - Santo Tirso

Recuperação dos rios britânicos traz lontras de volta

Solar City Tower nas olimpíadas de 2016

Golfinhos inspiram um melhor tipo de radar



Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Meus Blogs


 De Redundo para o Mundo
 Adamir Torres - Opinião
 Meu mundo, teu mundo
 Gatinhos Persa & Companhia
 BTT Bike Team
Santo Tirso Pastores

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub