Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ao longo destes dois anos, em que José Mourinho está no comando do Real Madrid, muito se tem falado sobre o seu real valor, e muito mais se tem discutido acerca de quem é melhor: José Mourinho ou Pep Guardiola?

Eu não costumo avaliar um treinador pelo que ele faz numa época, mas sim pelo seu percurso ao  longo dos anos.

No caso de José Mourinho ele já provou o seu valor em vários clubes, enquanto Guardiola apenas conquistou títulos pelo Barcelona.

Agora Guardiola está de saída do Barcelona e estou ansioso para ver a sua prestação noutros clubes e só ai vou ver se as suas conquistas foram mérito dele ou se foi a máquina do Barcelona, onde ele foi apenas mais um, numa equipa recheada de valores.

 

Já José Mourinho surpreendeu tudo e todos com as suas conquistas ao serviço do FC Porto, e não ficou por aí, triunfou também em Inglaterra, Itália e agora em Espanha.

José Mourinho acaba de completar o Grand Slam, que consiste na conquista dos três campeonatos mais importantes da Europa: Espanha, Inglaterra e Itália.

Mourinho já conquistou 19 títulos em quatro clubes diferentes:

  • Liga dos Campeões (2),
  • Taça UEFA (1),
  • Liga italiana (2),
  • Taça de Itália,
  • Supertaça de Itália,
  • Liga inglesa (2),
  • Taça de Inglaterra,
  • Taça da Liga de Inglaterra (2),
  • Supertaça inglesa,
  • Liga espanhola,
  • Taça do Rei,
  • Ligas portuguesas,
  • Taça de Portugal,
  • Supertaça Cândido de Oliveira. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 «Seria uma grande oportunidade para a minha carreira»

«O Atlético de Madrid tem grandes adeptos e seria uma grande oportunidade para a minha carreira.»
Estas foram as declarações de Radamel Falcão no final do jogo (VSC 0 vs FCP 1), declarações algo surpreendentes pois o Atlético de Madrid já tinha mostrado interesse mesmo antes de ele renovar pelo FC Porto. Por isso só há duas explicações para o que aconteceu, ele quis ganhar alguns tostões com a renovação ou não está a gostar da concorrência de Kléber.
Se realmente tem interesse em se mudar para Madrid devia-o ter feito antes de renovar, pois eram apenas 30 milhões de euros, e agora vai ter de convencer o Atlético de Madrid  a pagar 45 pelo seu passe uma vez que o FC Porto não costuma ceder nestas situações.
Em relação o FC Porto só fazem falta os que cá estão, já muitos jogadores passaram pelo FC Porto, saíram e o Porto continuou a ganhar e é assim, vai continuar a ganhar.
Com Facao ou sem ele continuamos a ser Porto.
Somos Porto
Venceremos, venceremos... Venceremos outra vez... O Porto vai ganhar

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 

Esta semana ficou marcada por três notícias algo incompreensíveis.

A primeira delas foi apresentada logo na primeira vez que o actual primeiro-ministro esteve no parlamento.

O Imposto extraordinário sobre o subsídio de Natal, uma das médidas extraordinárias (uma espécie de PEC5) que foram apresentadas pelo primeiro-ministro Passos Coelho dizendo que eram necessárias porque Portugal já está a fugir das metas estipuladas para o ano de 2011, mas o que não se entende são as medidas agora apresentadas, a suspensão do fecho de escolas do primeiro ciclo, e a suspensão do Plano de Viabilização e Reestruturação da empresa dos estaleiros de Viana, duas medidas despesistas em tempo de poupança.

Segundo o que tem saído na comunicação social a direcção dos estaleiros de Viana disse que estavam a ter 160 mil euros de prejuízos por mês, a mesma direcção disse também que apresentam um passivo acumulado de 200 milhões de euros e fecharam 2010 com prejuízos de 40 milhões de euros.

Com esta suspensão até Setembro quem é que vai suportar este prejuízo, uma vez que já no ano passado o governo teve que injetar dinheiro nos estaleiros para eles se manterem abertos.

Muita gente tem referido que os estaleiros têm uma carteira de encomendas de 500 milhões de euros em construções para a Marinha e 130 milhões em dois navios asfalteiros para a Venezuela, mas não nos podemos esquecer que para os trabalhadores poderem trabalhar precisam de matéria-prima que custa dinheiro, a grande questão aqui não é o valor das encomendas, mas sim o lucro que vão obter com elas e se ele vai chegar para as despesas e garantir os ordenados dos trabalhadores.

Também não consigo entender porque é que continuam a injetar dinheiro em empresas públicas que não são viáveis e por outro lado tornam mais fácil o despedimento em empresas privadas, os trabalhadores de empresas privadas também não são Portugueses? Porque é que não fazem como nos estaleiros no ano passado?

Na empresa onde trabalho, no início do ano foram despedidos mais de 50% dos funcionários, ninguém se preocupou com eles pois não eram funcionários públicos, quando uma empresa não é viável deve ser estruturada em vez de continuar a dar prejuízo ao estado e aos contribuintes que vêm os seus impostos a serem injetados em impressas falidas, no caso das privadas, fecham pois ninguém tem pena dos funcionários que viram o dinheiro dos seus imposto a serem gastos em empresas públicas e eles vão para o fundo de desemprego pois o estado não quer saber deles.

 Eu confesso que sou a favor dos despedimentos, quando eles são benéficos para a empresa, o despedimento de alguns funcionários por vezes é um mal menor, porque ao despedirem alguns estão a salvar o posto de trabalho de outros, foi o que aconteceu em pelo menos duas empresas em Paços de Ferreira que não tinham trabalho para todos os empregados e com a redução conseguiram manter quase 50% dos postos de trabalho.

Se não mudamos de rumo vamos ter o mesmo fim que a Grécia, pois vai chegar o dia em que os Portugueses se vão fartar de medidas de austeridade que não resolvem nada apenas tiram o dinheiro aos contribuintes.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Depois de ter chumbado o PEC4 que acabou por ser aprovado mas com um nome diferente (Memorando da Troika), o PSD agora no governo vem apresentar o PEC5 mas também tem um nome diferente (Medidas Extraordinárias).

Como dá para perceber, as eleições não serviram de nada. Os partidos quando na oposição defendem uma coisa e quando estão no poder fazem outra. A politica continua a mesma, só alteraram os nomes dos ministros.

 

 

 

Ver esta e muitas outras Cartoons em »»»Henricartoon 


Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando trabalhava na empresa António Alves frequentei um curso de Brigadas de Incêndio, onde aprendi como agir em caso de emergência. Durante o curso tivemos formação teórica e prática. Aprendemos a utilizar os extintores, as suas características e qual devemos utilizar, pois existem vários tipos de extintores consoante a situação de fogo que tenhamos pela frente. Aprendemos também como nos devemos proteger em caso de incêndio, como evacuar as pessoas que se encontrem no local do sinistro para um local seguro e a utilizar as bocas-de-incêndio. Vimos que medidas devemos tomar em função do sector que esteja em perigo. Nas aulas práticas aprendemos a utilizar as ferramentas de combate a incêndio (agulhetas, agulhetas de espuma, junções de mangueira, etc.), que equipamentos devemos utilizar, fizemos também exercícios com botijas de gás, extinção por abafamento, aprendemos também quais eram o nossos limites e quando devíamos parar e esperar pelos bombeiros.


Autoria e outros dados (tags, etc)

O novo governo fez hoje a sua apresentação e inicia o seu mandato já na próxima terça-feira, a sua primeira prova de fogo é já na sexta-feira dia 24 (quinta-feira dia 23 é feriado e dia 25 é sábado) pois quando Portugal era “rico” o governo costumava dar tolerância de Ponto, mas a Troika já se mostrou contra as “pontes”.

 

Por isso, dia 24 sexta-feira vai servir para os Portugueses saberem se o governo vai cumprir as medidas de austeridade impostas pela Troika ou se vai continuar com medidas despesistas que levaram o país ao estado que chegou.

 

Confesso que nunca entendi a política de tolerância de ponto uma vez que só trazem prejuízos.

 

O professor de Economia da Queen Marry University explica ao JN: «Assumindo que cada funcionário trabalha cerca de 250 dias úteis por ano, então meio-dia corresponde a uma despesa de perto de 20 milhões de euros pelos contribuintes que não se traduz na produção de serviços públicos».

Dia 24 vamos saber se podemos continuar a ter esperança que a crise passe ou se vamos mesmo para a banca rota, tudo depende da decisão do governo, continuarmos como antes ou romper com o passado.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Juventus de Turim

Michel Platini, presidente da UEFA, veio mais uma vez criticar o FC Porto, desta feita pelo excesso de jogadores estrangeiros nas equipas de futebol, tomando como exemplo o final da Liga Europa.
O dirigente falou sobre o caso do F.C. Porto, considerando que o campeão português deveria apostar mais em jogadores do seu país.


«Sou a favor da identidade. Se o F.C. Porto está em Portugal, devia jogar com jogadores portugueses, em vez de comprar jogadores de outros países», exemplificou Platini, lembrando que os dragões e o Sp. Braga entraram em campo com 14 elementos de outras nacionalidades.


Mas seguindo o raciocínio de Michel Platini «Se o F.C. Porto está em Portugal, devia jogar com jogadores portugueses» um jogador Francês devia jogar na França, o que não aconteceu na sua própria carreira futebolística, pois jogou 5 épocas na Juventus, sendo que a Juventus é um clube Italiano onde então só deviam jogar Italianos.
Michel Platini perdeu mais uma ver a oportunidade de estar calado.

Em vez de se preocupar com Portugal devia era preocupar-se com o seu próprio país, ele não tem moral nenhuma para falar, uma vez que a sua própria seleção quando ganhou o Mundial em 98, estava repleta de jogadores naturalizados e penso que jogadores "estrangeiros" nas seleções nacionais é bem pior do que nos clubes!


Porque é que esse senhor não se manifestou quando o Inter de Milão ganhou a Liga dos Campeões com 0 jogadores italianos no 11 inicial e apenas 3 sentados no banco, e o Manchester United: finalista da liga dos campeões - 3 Ingleses em campo, ou o Real Madrid: Semifinalista da liga dos campeões - 4 Espanhóis em campo.
Isto sim é vergonhoso!

Uma Taça dos Campeões Europeus incomoda Michel Platini. Duas Taças dos Campeões Europeus incomodam, incomodam muito mais.
Uma Liga Europa incomoda Michel Platini. Duas Ligas Europa incomodam, incomodam muito mais.
Uma Taça Intercontinental incomoda Michel Platini. Duas Taças Intercontinental incomodam, incomodam muito mais.
Uma Titulo Europeu incomoda Michel Platini. Sete Títulos Europeus incomodam, incomodam muito mais.
Um Titulo incomoda Michel Platini. Sessenta e nove Títulos incomodam, incomodam muito mais.


Autoria e outros dados (tags, etc)

O presidente dos “encarnados” foi nesta segunda-feira à TVI pedir que a Polícia Judiciária crie um departamento próprio para investigar as transferências dos últimos dez anos de Benfica e FC Porto.

 

"FC Porto" outra vez?

 

Passam o tempo a dizer que o FC Porto domina a arbitragem, depois vêm fazem acusações sem provas, qualquer diavão dizer que o Presidente do FC Porto também domina a PJ, ou a intenção era chamar incompetentes aos agentes da PJ?

 

Alguém duvida de que Pinto da Costa é a pessoa mais investigada de sempre em Portugal?

Com tantos boatos e inimigos é evidente que é constantemente alvo de investigações. O mesmo não se passa com outros dirigentes que vivem com a cobertura de uma rede de simpatizantes dos seus clubes, tanto na Justiça como na política. Aparentemente isso está a mudar e todos são investigados da mesma forma.

 

É com muita pena que reparo que este tipo de acusações só aparece quando o FC Porto ganha títulos.

 

Esta época passaram o tempo a acusar o FC Porto de ser levado ao colo, com a vitória da Liga Europa ficou claro que essas acusações não tinham fundamento. " Entraram em depressão"

«normal é quando não se ganha nesta casa entramos todos em depressão».Luís Filipe Vieira na Benfica TV

 

Está na altura de Filipe Vieira, Rui Costa e Jorge Jesus começarem a pensar na próxima época pois estão com a cabeça a prémio e não vale a pena desviar as atenções para outro lado, pois o FC Porto triunfou e o Benfica fracassou.

 

Se não têm nada a temer, porque tentam desviar as atenções para o Porto?

 

No Porto não se vive de dinheiro, vive-se de títulos.

« se um título faz inveja a muita gente quatro títulos fazem inveja a muito mais... »

 

Adamir Torres


 


Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma vez a história se repete, já tinha sido assim nas presidenciais e agora nas legislativas, as campanhas têm como objectivo esclarecer as pessoas, mas o que temos presenciado ultimamente são guerrinhas entre candidatos que de nada esclarecem os eleitores.

 

Normalmente acompanho as campanhas através dos debates e dos noticiários e confesso que tenho sérias duvidas se estas legislativas são para eleger o primeiro Ministro ou para eleger o ministro da economia, passam a vida a falar de economia como se o único dever do governo fosse gerir as contas do país.

 

José Sócrates

Passa o tempo a acusar  o PSD de ter derrubado o governo ao não aprovar o PEC4, em vez de falar do que fez de bom pois nestes 6 anos de governação não fez só coisas más, também tomou medidas que ajudaram o país.

 

Passos Coelho

O PSD tem acusado o governo pela crise do país, como se o PSD não tivesse culpa nenhuma, ele sabe muito bem que um dos factores da crise foi a economia mundial, que afectou quase todo o mundo, a crise não é só Portuguesa, mas no que diz respeito a Portugal a culpa não é só do governo mas também da oposição, no segundo mandato o PS não tinha a maioria, para as medidas serem aprovadas no parlamento tinha de ter a aprovação da oposição, o que aconteceu no orçamento para 2011, no PEC1,2 e 3, se a gestão do PS era tão má porque aprovaram o PEC2 quando o 1 tinha falhado?

Também o dever a oposição não é só dizer que a coisas estão mal, também têm o dever de apresentar alternativas e quais foram as do PSD?

O candidato do PSD tem de deixar de se fazer de santinho e assumir também as suas culpas.

 

Paulo Portas

O CDS é o partido com a posição mais confortável nas legislativas, apesar de estar longe de ganhar é o único que tem lugar garantido no governo, pois tanto ganhe o PS ou o PSD terão sempre que recorrer ao CDS para ter a maioria no parlamento.

Mas apesar de tudo isto não deixa de ser estranho ver como é que o CDS ataca os dois possíveis aliados, falam como se não tivessem culpas na crise o pais, o que não é verdade.

O facto de fazerem parte da oposição por si só já os torna culpados, tinham o dever de apresentar alternativas, depois já por varias vezes os ouvi a falar dos submarinos, o que não deixa de ser estranho culpar os outro por um negocio que foi feito no tempo em que o CDS estava no Governo.

 

Jeronimo de Sousa e Francisco Louçã

Tanto um como outro têm ideias boas para o país, mas elas só podiam ser aplicadas se vivesse-mos num mundo perfeito o que não é o caso. Toda a vida irão haver desigualdades.

 

Por tudo isto continuamos a ver os partidos a gastarem o dinheiro dos contribuintes em campanhas pouco esclarecedoras e que servem apenas para ataques pessoal ou guerrinhas partidárias com pouco interesse para os eleitores, que chegam ao fim com mais dúvidas que no início.

Ainda hoje não consigo entender algumas declarações, como a de Passos Coelho a dizer que só faz coligação com o PS se José Sócrates sair do partido, mas o que está em causa não é o pais?

Está na altura de serem mais responsáveis em vez de parecerem criancinhas quando estão a escolher as equipas para uma partida de futebol no intervalo da aula.

 

Estas Legislativas só fazem sentido se depois da eleições tivermos um parlamento unido que lute pelos interesses do país em vez de lutarem por interesses partidários.

 

 

Adamir Torres


 

 

 

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

Primeiro foram as agressões efectuadas pelas duas jovem à rapariga de 15 anos e publicadas no Facebook, depois a agressão de uma jovem de 17 anos que esfaqueou outra jovem de 14 anos; o caso do Leandro, o menino de 12 anos que morreu afogado no Tua vítima de “bullying” e muitos mais casos aconteceram nos últimos anos, que têm em comum o facto de terem sido cometido por menores.

 

E agora vem o Sr. Dr. Marinho Pinto, durante uma conferência em Sintra, organizada pelo grupo 19 da Amnistia Internacional dizer:

 

“Estou estupefacto. É terrível. Isto é um sistema judicial da Idade Média”, foi desta forma que o bastonário da Ordem dos Advogados classificou as medidas tomadas pelo juiz e ainda disse mais:

 

“Veja-se o que ocorreu hoje ao decretarem a prisão preventiva a uma jovem de 16 anos por causa de uma situação daquelas. É terrível quando temos aí crimes, assassinatos, assaltos a ourivesarias, a caixas multibanco permanentemente. Podemos ter uma ideia dos nossos tribunais e da nossa justiça”.

 

Não podemos desculpar um crime com outros, pois dessa forma todos os criminosos teriam desculpas em vez de penas.

Fico muito admirado quando uma pessoa que defende a justiça vêm pôr em causa as medidas tomadas contra as pessoas que cometem este tipo de crime, sim um crime que não teve consequencias mais graves por sorte, pois toda a gente viu a gravidade das agressões que foram cometidas contra aquela jovem.

 

Também acho bastante curioso que venha dizer que a jovem agressora tinha "apenas" 16 anos, toda a gente tem a noção que um jovem de 16 anos sabe muito bem o que faz; e neste caso sabia bem o que estava a fazer!

Temos que parar de desculpar os jovem por causa da sua idade e começar a puni-los pelos seus atos, para que eles temam as consequencias das suas ações e não se achem inatingíveis.

 

Também me surpreendem bastante as declarações feitas por vários comentadores ao dizerem que a integridade física da vítima não foi posta em causa, na minha opinião ela foi posta em causa e mais grave que isso foi posta em risco, basta ver a quantidade de pontapés que a jovem sofreu na cabeça e principalmente aquela em que pisa contra o chão.

 

Nós vivemos num mundo em constantes mudanças e tudo deveria acompanhar essa mudança, neste caso a justiça.

Constantemente ouvimos dizer que a pessoa que cometeu o crime ainda era menor, mas ela só é menor para ser punida, porque no resto ela já sabia muito bem o que estava a fazer.Como se pode constatar neste caso, em muitas situação as agressões são premeditadas e quem as comete tem a plena consciência dos seus atos. 

Acho que está na altura de alteramos a idade criminal, pois não podemos estar sempre a fazer de coitadinhos os jovens que cometem estes crimes só porque são menores, se podem cometer o crime também podem ser punidos.

 

Na justiça da Idade Média nada disto acontecia.

 

 

"A agressão feita naqueles moldes e com aquele grau de violência chocou o país. Uma jovem deitada no chão a ser pontapeada enquanto outros filmavam e riam. Se isto para o senhor bastonário não é nada e não tem nenhuma gravidade eu já não sei interpretar o pensamento do Marinho Pinto", criticou Rui Rangel (Jornal de Notícias).

 



Autoria e outros dados (tags, etc)

Gatinhos Persa & Companhia





Facebook

Pinterest

Twitter


Nota

"As Informações contidas neste site tem exclusivamente fins informativos, humorísticos e de partilha com os visitantes. Se você se sentir ofendido com algum conteúdo, ou está presente em alguma imagem publicada sem autorização ou estiver a violar os direito de autor, favor entrar em contato com nossa equipe. A reprodução do conteúdo deste site é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a fontes."


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitas

Browser Support

 Firefox Opera Google Chrome 





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


HTML