Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Nome do Livro: O Alquimista

 

Nome do Autor: Paulo Coelho

 

Personagens do Livro: Santiago (rapaz), Filha do comerciante, Velha cigana, Melquisedec (velho), Inglês, Fátima.

 

Onde se Passa a Acção: Andaluzia, Tarifa, Tânger, Al-Fayoum.

 

 

Resumo:

    O livro “O Alquimista” conta a história de um pastor da Andaluzia.

    A história começa numa velha igreja abandonada, onde o pastor pernoitou com as suas ovelhas e nessa noite tivera o mesmo sonho da semana passada.

 

   Mas o pastor passava o dia a pensar na filha do comerciante que morava onde ia vender a lã das ovelhas.

   Quando chegou a loja a loja estava cheia, sentou-se na calçada da loja passado algum tempo apareceu a filha do comerciante e ficaram a conversar durante duas horas sobre a vida da aldeia e o pastor falhou-lhe da vida de pastor.

   Passado algum tempo o comerciante chegou, ele tosquiou as ovelhas e partiu.

 

   Um ano depois o rapaz andava excitado e ao mesmo tempo inseguro com medo que a filha do comerciante não o reconhecesse quando ele lá chegasse para vender a lã, já que por lá passavam muitos pastores a vender lã.

 

  Ele tinha estado a pensar no que ia dizer esta vez a menina:

  Os seus pais queriam que ele fosse padre, mas ele desde criança sonhava conhecer o mundo, queria conhecer as mulheres e as terras onde elas vivem. E então o pai deu-lhe três moedas de ouro para comprar um rebanho e disse-lhe para correr o mundo.

   Em Tarifa morava uma velha que sabia interpretar sonhos, chegado a Tarifa procurou a velha. A velha conduziu o rapaz para um quarto no fundo da casa, a velha disse-lhe que devia ir até as pirâmides do Egipto. Lá encontrarás um tesouro.

   O rapaz sentou-se num banco do jardim a pensar no que lhe tinha dito a velha, sentou-se um velho ao lado, que vestia uma roupa estranha, parecia um árabe e começou a puxar conversa, o velho falou-lhe da Lenda Pessoal, Alma da Universo, Alma do Mundo e que o tesouro estava no Egipto, perto da Pirâmides.

 

   O velho deu-lhe duas pedras de ouro, chamavam-se Urim e Tumim, a preta quer dizer «sim», a branca quer dizer «não» eram para quando ele não conseguisse entender os sinais, elas iam ser úteis.

 

   O rapaz partiu para África, Tânger.

   Quando chegou foi assaltado e ficou numa terra de estranhos sem nada, mas mesmo assim queria ir até as Pirâmides procurar o tesouro.

   O rapaz foi até uma loja cristais e ofereceu-se para limpar os copos em troca de um prato de comida, e o dono da loja deu-lhe trabalho na loja.

  O dono da loja desse-lhe que o senhor dele era ir a Meca, chegar à praça onde está a Pedra Sagrada, as sete voltas que devia dar em torno dela antes de tocá-la, pois o dono da loja era muçulmana.

 

  O rapaz colocou uma estante a porta da loja e com isso a vendas aumentaram e assim o rapaz podia juntar mais depressa o dinheiro para viajar até a pirâmides. 

   No dia que fez onze meses e nove dias que tinha pisado pela primeira vez o continente africano, o rapaz vestiu a sua roupa árabe, de linho branco e partiu. 

 

   Num pequeno curral o rapaz conheceu um Inglês, os dois juntaram-se a uma caravana que ia para Al-Fayoum.

   Durante a viagem falou com varias pessoas que lhe falavam da vida no deserto e das aventuras que já tinha passado no deserto, até que chegou a caravana a notícia que os clãs estavam em guerra, a medida que iam andando cada vez tinha mais medo e começaram a caminhar de noite e de dia para chegar o mais rápido possível ao oásis.

 

    Até que chegaram ao oásis, o líder da caravana juntou todos os que viajavam para dar as instruções, que todos iam permanecer ali até a guerra acabar.

   O rapaz e o Inglês começaram a perguntar a pessoas se conheciam algum Alquimista, certo dia surgiu uma moça que não estava vestida de negro, tinha a cabeça coberta com um véu, mas tinha o rosto descoberto.

   O rapaz aproximou-se dela para perguntar-lhe sobre o Alquimista, e então foi como se o tempo parasse e a Alma do Mundo surgisse com toda a força diante o rapaz.

 

     O rapaz sentiu que estava ali o amor da sua vida em frente aquele poço.

 O Inglês levantou-se e disse ao rapaz para lhe perguntar se conhecia algum Alquimista.

 O rapaz perguntou a rapariga como se chamava. Ela disse que se chamava Fátima, era o nome da filha do profeta.

Depois encheu o seu cântaro e partiu. O rapaz ficou por muito tempo sentado ao lado do poço.

No dia seguinte o rapaz voltou ao poço para esperar a moça. Entretanto chegou a Fátima para encher o seu cântaro.

O rapaz virou-se para ela e disse que queria que ela fosse a sua mulher. Amo-te.

 

A moça deixou que a água transbordasse do cântaro.

Vou esperar-te todos os dias aqui, a guerra foi para mim uma maldição, agora é uma bênção, porque me deixa perto de ti, disse o rapaz.

A guerra um dia vai acabar, disse a moça.

 

O rapaz olhou as tamareiras do oásis, mas Fátima era mais importante que o tesouro.

  Todos os dias o rapaz ia ao poço esperar por Fátima, falou-lhe da sua vida de pastor, do rei (velho), da loja de cristais. Ficaram amigos, e com excepção dos quinze minutos que passava com ela, o resto do dia custava-lhe infinitamente a passar.

 

Adamir Torres


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Autoria e outros dados (tags, etc)

 Campanha de Dadores Gatinhos Persa & Companhia  Os melhores sites para procurar emprego!



Paços de Ferreira . Capital Europeia do Móvel

;-)




Email


Liga Zon Sagres 2013/14

Calendário Redundo


Facebook



Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Visitas

Browser Support

 Firefox Opera Google Chrome 



Feedburner

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner