Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Golos na estreia do Dragão na Champions #FCPorto

---------- Post ------------ #*/--> ---------- “XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX” ------------ #*/-->
---------- “XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX” ------------ #*/-->

Os Dragões golearam, esta quarta-feira, o BATE Borisov por 6-0, em jogo da primeira jornada do Grupo H da Liga dos Campeões, que se disputou no Estádio do Dragão. Uma exibição de luxo por parte dos homens comandados por Julen Lopetegui, com destaque para o 'hat-trick' de Brahimi.
Depois do empate em Guimarães para o campeonato, o FC Porto não teve dificuldades em bater o adversário proveniente da Bielorrússia, que se mostrou muito complacente para este desafio. Julen Lopetegui fez alterações substanciais na equipa inicial do FC Porto. Na defesa o destaque foi para o regresso (natural) de Alex Sandro no corredor esquerdo, ele que já está recuperado da sua lesão. As novidades começaram no meio-campo, com o treinador basco a 'recuar' Brahimi, ao lado de Casemiro e Herrera. No ataque, Jackson Martínez continuou como ponta de lança mas, desta vez, teve a companhia de Quaresma e Adrián.
O argelino Brahimi foi a figura do encontro com três golos e uma excelente exibição. O jogador de 24 anos foi o autor dos dois primeiros golos e, em ambos os lances, Yacine Brahimi (5' e 32') demonstrou muita segurança na hora de finalizar. Depois de Brahimi ter bisado no encontro, foi a vez do colombiano aumentar a vantagem portista para 3-0 aos 37 minutos. O avançado colombiano finalizou de cabeça depois de uma assistência de Danilo. Brahimi prosseguia na sua noite de gala e, na segunda parte, o argelino completou o 'hat-trick', desta vez de bola parada. Logo depois, foi o espanhol Adrián López que aumentou para 5-0.
Com os três pontos assegurados, e a pensar no campeonato, onde no domingo defronta o Boavista, Julen Lopetegui fez de imediato três substituições, tendo entrado Evandro, Aboubakar e Tello para os lugares de Brahimi, Jackson Martínez e Adrián. Aboubakar estreou-se a marcar com a camisola do FC Porto e fechou a goleada com o sexto golo aos 76 minutos.
---------- Fim Texto------------ #*/--> ---------- “XXXXXXX Modulos XXXXXXXXX” ------------  #*/--> ---------- “XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX” ------------ #*/--> ---------- “Favor não mexer, obrigado” ------------ #*/-->

---------- Fim Post------------ #*/-->
Ler artigo completo... (Sapo Desporto)



Benfica estreou-se com uma derrota caseira, por 0-2 #Liga dos Campeões

---------- “XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX” ------------ #*/-->
---------- “XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX” ------------ #*/-->

Uma noite para esquecer marcou o regresso do Benfica à Liga dos Campeões. Perante o Zenit de São Petersburgo, os encarnados caíram por 2-0, num jogo em que seguiram à risca a Lei de Murphy: tudo o que podia correr mal, correu mesmo mal. Foram dois golos sofridos, mas na verdade podiam ter sido mais.
Quase dois anos depois, o Benfica voltou a perder no Estádio da Luz para a Champions. Depois da façanha do Barcelona em 2012, esta noite foi a vez do Zenit brilhar, permitindo nova festa de André Villas-Boas no reduto encarnado. Para avivar as memórias da época de 2010/11, em que festejou o título pelo FC Porto na Luz, até Hulk marcou pelos russos.
Depois de uma goleada de mão cheia ao V. Setúbal, Jorge Jesus repetiu o onze na esperança de um desfecho semelhante. Porém, o desastre começou a escrever-se desde muito cedo. Os 20 minutos iniciais revelaram-se horríveis para o Benfica: muitas falhas, uma enorme apatia e total incapacidade para travar o Zenit.
---------- “XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX” ------------ #*/--> ---------- “Favor não mexer, obrigado” ------------ #*/-->

---------- Fim Post------------ #*/-->
Ler artigo completo...(Sapo Desporto )