Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




2011 em revista

31.12.11

Ano de 2011. Portugal entra em campanha eleitoral. Cavaco Silva é reeleito Presidente da República. Jovens juntam mais de 300 mil pessoas, em Lisboa e no Porto. A moldura de um protesto que levanta a voz contra a precariedade, a falta de perspectivas e a crise económica, a que se junta a crise política. A Troika chega a Portugal a 12 de abril. Impõe-se severas medidas de austeridade em troca de 78 mil milhões de euros.

 

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

A janela mais incrível que a humanidade já criou não está neste planeta: está flutuando no espaço, na parte mais espetacular da Estação Espacial Internacional. É a ISS Cupola. Este vídeo mostra como ela foi instalada.

Este vídeo é uma animação – infelizmente, não havia ninguém filmando o espetáculo ao vivo. Queria que todos pudessem ter a oportunidade de olhar por esta janela. 

 

Fonte:Gizmodo

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

Hulk terminou a época passada como rei dos goleadores na Liga portuguesa. Foram 23 golos divididos entre 2010 e 2011 só no Campeonato Nacional, terminando à frente do então colega de ataque no FC Porto, Radamel Falcao.

 

Num balanço geral do ano civil de 2011, o internacional brasileiro apresenta um registo de 30 golos em 51 encontros oficiais realizados. Dez entram nas contas da última Liga nacional, onde Hulk já leva sete esta época. Na Taça de Portugal, o «incrível» não teve oportunidade para marcar na presente temporada, somando quatro tentos nos jogos referentes a 2010/2011.

Na Taça da Liga, Hulk apontou dois golos em 2011, o último dos quais frente ao Paços de Ferreira, no passado dia 21 de Dezembro, e que valeu ao FC Porto o triunfo por 1x2 na 1ª jornada do Grupo D. Na Europa, o camisola «12» dos dragões apresenta sete golos: três na última edição da Liga Europa, quatro na fase de grupos da Liga dos Campeões desta época.

 

 
Fonte:Zerozero

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

A tenista dinamarquesa largou por momentos as raquetes e, em pleno court, resolveu ‘abanar o esqueleto', ao som de "Kuduro". Também Cibulkova se juntou a ela, ainda que bem mais comedida na dança.

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma enorme montanha de lixo foi levada para o mar quando o tsunami atingiu o Japão, em março. Os primeiros sinais estão a aparecer do outro lado do oceano Pacífico, na costa dos EUA e do Canadá. Um oceanógrafo, prevendo a chegada de grandes objetos, como barcos e até mesmo casas, está a incentivar a publicação de fotos dos detritos para ajudar os japoneses a reunir os seus pertences.

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)


10 anos do euro

29.12.11

Entre dezembro de 2001 e janeiro de 2002, todos os produtos de pastelaria aumentaram e até duplicaram de preço. Por exemplo era possível ver um pastel de nata passar de 50 escudos para 50 cêntimos”, recorda o secretário-geral da Deco, Jorge Morgado. Segundo o responsável pela associação, que há dez anos acompanhou o fenómeno da variação dos preços, “muitas das pequenas despesas, que custavam até 100 escudos (50 cêntimos), duplicaram”.

A informação é confirmada pelo proprietário do café portuense Majestic, Agostinho Barrias, que admite que o euro permitiu aumentar os preços. Dono de nove estabelecimentos comerciais no norte, lembra que no tempo do escudo um café rondava os 50 escudos (25 cêntimos) mas, com a chegada do euro, passou automaticamente para 50 cêntimos: “Houve alguns reajustamentos fora do normal. Os arredondamentos eram sempre para mais, mas depois os preços mantiveram-se durante muitos anos”.

Atualmente, diz Barrias, “a média do preço de um café ronda os 60 cêntimos no norte e em Lisboa os 70”. Ou seja, em dez anos, o café subiu cerca de 50 por cento, quase o dobro da inflação (que ronda os 26,5% nesta década).

Quem também lucrou com a mudança da moeda foram os empregados de restauração e até os arrumadores, que contavam com gorjetas para equilibrar o orçamento familiar. “As pessoas que antes davam 20 ou 50 escudos ao arrumador passaram a dar 50 cêntimos e deixar um ou dois euros de gorjeta num restaurante passou a ser normal', lembrou o responsável da Deco.

Mas o fim do escudo não significou carteiras mais vazias, segundo Jorge Morgado, que recorda que “nos primeiros anos não houve um índice inflacionista”: “Por exemplo, um quilo de maçãs, um quilo de carne ou de arroz não tiveram agravamentos substanciais. A roupa e calçado até ficaram mais baratos”.

 

Café aumentou 50% em dez anos

Há dez anos vivemos com o euro nas nossas carteiras

Escudo ainda é referência para mais velhos

 
Fonte: Sapo Notícias

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

O ano de 2011 ficará registado sob o signo do Dragão. Campeão sem derrotas, juntou-lhe o bónus de ter conquistado o mais importante dos títulos internos em plena casa do «inimigo» número um, o Benfica. A fechar a época conquistou a Taça de Portugal mas a coroação de um clube e de um homem deu-se em Dublin. André Villas-Boas virou o sonho em realidade e deu ao FC Porto o sétimo título internacional, ao ganhar a Liga Europa.

 

 FC Porto - Campeão Liga Europa 2010/11 (Resumo & Reacções)   FC Porto Campeão Nacional 10/11 (25)  FC Porto 6-2 Vitória de Guimarães (Resumo) - 16.ª Taça de Portugal (2010/11)   Supertaça 2010/11 - SL Benfica 0-2 FC Porto   Ano do Dragão 2010/11

A glória e a depressão personificadas num nome

O ano civil de 2011 foi bipolar para um FC Porto que ganhou tudo. E comecemos por aí. Em Portugal, a supremacia foi esmagadora. A equipa de André Villas-Boas empatou apenas um jogo em 2011 (3x3 com o Paços de Ferreira) quando há muito era campeã e terminou a Liga com 21 pontos de vantagem sobre o 2.º classificado, o Benfica. E foi precisamente em casa das águias, na noite do dia 3 de Abril, que o dragão selou a conquista do 25.º título nacional, com direito a festa à meia-luz e sistema de rega para o banho de campeão.

Da Luz ao Jamor, a viagem foi curta e o final o mesmo. Perante um Vitória de Guimarães sem argumentos para o «super» FC Porto de Villas-Boas, a Taça de Portugal acabou nas mãos de Helton, Moutinho e companhia, que ergueram o 16.º troféu portista na prova rainha do futebol português.

Mas o toque de ouro num ano inesquecível para os portistas já tinha acontecido, cinco dias antes. O destino uniu duas equipas lusas - e nortenhas - em Dublin, na Irlanda, para entre si discutirem o título da Liga Europa. E o final de tarde na Irlanda marcaria, curiosamente, o início do fim de uma «pequena» sociedade de sucesso no FC Porto. Radamel Falcao, melhor marcador da história da Taça UEFA/Liga Europa cabeceou o dragão (1x0) para o sétimo troféu internacional e Villas-Boas aproximava-se da lenda de Mourinho. Os dois, acabariam por deixar a Invicta no Verão de 2011...

Esse Verão que fez tremer o «super» FC Porto. As juras de amor de um treinador jovem, carismático e de sangue portista evaporaram-se perante os milhões de Roman Abramovich. Villas-Boas renunciou à «cadeira de sonho» e rumou ao Chelsea, onde mais uma vez se iria deparar com o «fantasma» de Mourinho. Falcao, esse, partiu para Madrid, mas para o Atlético, e o FC Porto começou a nova temporada a perder. Foi frente ao FC Barcelona, é certo, (0x2), na Supertaça Europeia, mas o novo homem do leme, Vítor Pereira, começava da pior forma, e nem o triunfo na Supertaça portuguesa sobre o Vitória de Guimarães por 2x1 apagou isso.

O ano termina com o FC Porto em 1.º no campeonato de mãos dadas com o Benfica. Mas pelo caminho já ficou a Taça de Portugal - com derrota pesada em Coimbra por 3x0 - e sobretudo a Liga dos Campeões. Nuvens cinzentas num ano que será sempre recordado pela Luz sem «luz», o voo de Falcao em Dublin e a prova de que os sonhos nem sempre são para se cumprir.

Num balanço geral e numérico do ano civil, nos 62 jogos realizados, o FC Porto venceu 45 encontros, empatou oito e perdeu nove. Vítor Pereira, por exemplo, perdeu quatros desses nove.

 

 
Fonte: Zerozero

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

Breve resumo da época do FC Porto. Liga, Taça, Supertaça e Liga Europa

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

O adepto do Ajax que tentou agredir o guarda-redes do AZ Alkmaar ficará impedido de entrar em recintos desportivos nos próximos 30 anos.

A decisão da justiça holandesa não foi branda e o jovem de 20 anos apenas poderá entrar num estádio de futebol quando tiver 50 anos.
O apoiante da equipa de Amesterdão entrou no relvado quando o Ajax vencia por 1-0 e dirigiu-se a Esteban Alvarado, guarda-redes da equipa rival. 
O costa-riquenho reagiu e agrediu o adepto. O árbitro acabou por expulsar Alvarado, o que motivou a revolta por parte do treinador e jogadores do AZ que abandonaram o relvado.

 

Fonte:Publico

Siga-nos também nas redes sociais :


Autoria e outros dados (tags, etc)

Recentemente, a conhecida Coca-Cola (re)lançou em Portugal um anúncio com mensagens positivas para 2012. A versão portuguesa do vídeo foi partilhada por milhares de pessoas nas redes sociais no último fim-de-semana. A mensagem, de esperança para muitos, foi encarada com cinismo por outros. As respostas não se fizeram esperar. 

 

A Internet é rápida a propagar uma mensagem e as redes sociais têm o poder de transformar um simples vídeo ou fotografia num acontecimento e desconstruí-lo em meras horas. Também vimos recentemente que um assunto já considerado ultrapassado pode ser reavivado pela força das redes e comunidades da Web, ganhando novos contornos. Tudo acontece à velocidade de uma partilha e uma campanha bem sucedida e aceite num dia pode muito bem gerar controvérsia no dia seguinte e desenterrar velhos "fantasmas". A nova campanha publicitária da Coca-Cola em Portugal é o mais recente exemplo disso mesmo.

Ler artigo completo...

Fonte:Nós na Rede

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

Gatinhos Persa & Companhia

Pág. 1/7






Facebook

Pinterest

Twitter


Nota

"As Informações contidas neste site tem exclusivamente fins informativos, humorísticos e de partilha com os visitantes. Se você se sentir ofendido com algum conteúdo, ou está presente em alguma imagem publicada sem autorização ou estiver a violar os direito de autor, favor entrar em contato com nossa equipe. A reprodução do conteúdo deste site é permitida e incentivada, desde que citada e linkada a fontes."


Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitas

Browser Support

 Firefox Opera Google Chrome 





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D


HTML