Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

2011 em revista

Ano de 2011. Portugal entra em campanha eleitoral. Cavaco Silva é reeleito Presidente da República. Jovens juntam mais de 300 mil pessoas, em Lisboa e no Porto. A moldura de um protesto que levanta a voz contra a precariedade, a falta de perspectivas e a crise económica, a que se junta a crise política. A Troika chega a Portugal a 12 de abril. Impõe-se severas medidas de austeridade em troca de 78 mil milhões de euros.

 

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :


A janela mais incrível que a humanidade já criou

A janela mais incrível que a humanidade já criou não está neste planeta: está flutuando no espaço, na parte mais espetacular da Estação Espacial Internacional. É a ISS Cupola. Este vídeo mostra como ela foi instalada.

Este vídeo é uma animação – infelizmente, não havia ninguém filmando o espetáculo ao vivo. Queria que todos pudessem ter a oportunidade de olhar por esta janela. 

 

Fonte:Gizmodo

 

Siga-nos também nas redes sociais :


2011: Os goleadores do ano em Portugal (Hulk)

Hulk terminou a época passada como rei dos goleadores na Liga portuguesa. Foram 23 golos divididos entre 2010 e 2011 só no Campeonato Nacional, terminando à frente do então colega de ataque no FC Porto, Radamel Falcao.

 

Num balanço geral do ano civil de 2011, o internacional brasileiro apresenta um registo de 30 golos em 51 encontros oficiais realizados. Dez entram nas contas da última Liga nacional, onde Hulk já leva sete esta época. Na Taça de Portugal, o «incrível» não teve oportunidade para marcar na presente temporada, somando quatro tentos nos jogos referentes a 2010/2011.

Na Taça da Liga, Hulk apontou dois golos em 2011, o último dos quais frente ao Paços de Ferreira, no passado dia 21 de Dezembro, e que valeu ao FC Porto o triunfo por 1x2 na 1ª jornada do Grupo D. Na Europa, o camisola «12» dos dragões apresenta sete golos: três na última edição da Liga Europa, quatro na fase de grupos da Liga dos Campeões desta época.

 

 
Fonte:Zerozero

Siga-nos também nas redes sociais :


O lixo do tsunami

Uma enorme montanha de lixo foi levada para o mar quando o tsunami atingiu o Japão, em março. Os primeiros sinais estão a aparecer do outro lado do oceano Pacífico, na costa dos EUA e do Canadá. Um oceanógrafo, prevendo a chegada de grandes objetos, como barcos e até mesmo casas, está a incentivar a publicação de fotos dos detritos para ajudar os japoneses a reunir os seus pertences.

 

Siga-nos também nas redes sociais :


10 anos do euro

Entre dezembro de 2001 e janeiro de 2002, todos os produtos de pastelaria aumentaram e até duplicaram de preço. Por exemplo era possível ver um pastel de nata passar de 50 escudos para 50 cêntimos”, recorda o secretário-geral da Deco, Jorge Morgado. Segundo o responsável pela associação, que há dez anos acompanhou o fenómeno da variação dos preços, “muitas das pequenas despesas, que custavam até 100 escudos (50 cêntimos), duplicaram”.

A informação é confirmada pelo proprietário do café portuense Majestic, Agostinho Barrias, que admite que o euro permitiu aumentar os preços. Dono de nove estabelecimentos comerciais no norte, lembra que no tempo do escudo um café rondava os 50 escudos (25 cêntimos) mas, com a chegada do euro, passou automaticamente para 50 cêntimos: “Houve alguns reajustamentos fora do normal. Os arredondamentos eram sempre para mais, mas depois os preços mantiveram-se durante muitos anos”.

Atualmente, diz Barrias, “a média do preço de um café ronda os 60 cêntimos no norte e em Lisboa os 70”. Ou seja, em dez anos, o café subiu cerca de 50 por cento, quase o dobro da inflação (que ronda os 26,5% nesta década).

Quem também lucrou com a mudança da moeda foram os empregados de restauração e até os arrumadores, que contavam com gorjetas para equilibrar o orçamento familiar. “As pessoas que antes davam 20 ou 50 escudos ao arrumador passaram a dar 50 cêntimos e deixar um ou dois euros de gorjeta num restaurante passou a ser normal', lembrou o responsável da Deco.

Mas o fim do escudo não significou carteiras mais vazias, segundo Jorge Morgado, que recorda que “nos primeiros anos não houve um índice inflacionista”: “Por exemplo, um quilo de maçãs, um quilo de carne ou de arroz não tiveram agravamentos substanciais. A roupa e calçado até ficaram mais baratos”.

 

Café aumentou 50% em dez anos

Há dez anos vivemos com o euro nas nossas carteiras

Escudo ainda é referência para mais velhos

 
Fonte: Sapo Notícias

 

Siga-nos também nas redes sociais :


2011 foi bipolar para um FC Porto que ganhou tudo

O ano de 2011 ficará registado sob o signo do Dragão. Campeão sem derrotas, juntou-lhe o bónus de ter conquistado o mais importante dos títulos internos em plena casa do «inimigo» número um, o Benfica. A fechar a época conquistou a Taça de Portugal mas a coroação de um clube e de um homem deu-se em Dublin. André Villas-Boas virou o sonho em realidade e deu ao FC Porto o sétimo título internacional, ao ganhar a Liga Europa.

 

 FC Porto - Campeão Liga Europa 2010/11 (Resumo & Reacções)   FC Porto Campeão Nacional 10/11 (25)  FC Porto 6-2 Vitória de Guimarães (Resumo) - 16.ª Taça de Portugal (2010/11)   Supertaça 2010/11 - SL Benfica 0-2 FC Porto   Ano do Dragão 2010/11

A glória e a depressão personificadas num nome

O ano civil de 2011 foi bipolar para um FC Porto que ganhou tudo. E comecemos por aí. Em Portugal, a supremacia foi esmagadora. A equipa de André Villas-Boas empatou apenas um jogo em 2011 (3x3 com o Paços de Ferreira) quando há muito era campeã e terminou a Liga com 21 pontos de vantagem sobre o 2.º classificado, o Benfica. E foi precisamente em casa das águias, na noite do dia 3 de Abril, que o dragão selou a conquista do 25.º título nacional, com direito a festa à meia-luz e sistema de rega para o banho de campeão.

Da Luz ao Jamor, a viagem foi curta e o final o mesmo. Perante um Vitória de Guimarães sem argumentos para o «super» FC Porto de Villas-Boas, a Taça de Portugal acabou nas mãos de Helton, Moutinho e companhia, que ergueram o 16.º troféu portista na prova rainha do futebol português.

Mas o toque de ouro num ano inesquecível para os portistas já tinha acontecido, cinco dias antes. O destino uniu duas equipas lusas - e nortenhas - em Dublin, na Irlanda, para entre si discutirem o título da Liga Europa. E o final de tarde na Irlanda marcaria, curiosamente, o início do fim de uma «pequena» sociedade de sucesso no FC Porto. Radamel Falcao, melhor marcador da história da Taça UEFA/Liga Europa cabeceou o dragão (1x0) para o sétimo troféu internacional e Villas-Boas aproximava-se da lenda de Mourinho. Os dois, acabariam por deixar a Invicta no Verão de 2011...

Esse Verão que fez tremer o «super» FC Porto. As juras de amor de um treinador jovem, carismático e de sangue portista evaporaram-se perante os milhões de Roman Abramovich. Villas-Boas renunciou à «cadeira de sonho» e rumou ao Chelsea, onde mais uma vez se iria deparar com o «fantasma» de Mourinho. Falcao, esse, partiu para Madrid, mas para o Atlético, e o FC Porto começou a nova temporada a perder. Foi frente ao FC Barcelona, é certo, (0x2), na Supertaça Europeia, mas o novo homem do leme, Vítor Pereira, começava da pior forma, e nem o triunfo na Supertaça portuguesa sobre o Vitória de Guimarães por 2x1 apagou isso.

O ano termina com o FC Porto em 1.º no campeonato de mãos dadas com o Benfica. Mas pelo caminho já ficou a Taça de Portugal - com derrota pesada em Coimbra por 3x0 - e sobretudo a Liga dos Campeões. Nuvens cinzentas num ano que será sempre recordado pela Luz sem «luz», o voo de Falcao em Dublin e a prova de que os sonhos nem sempre são para se cumprir.

Num balanço geral e numérico do ano civil, nos 62 jogos realizados, o FC Porto venceu 45 encontros, empatou oito e perdeu nove. Vítor Pereira, por exemplo, perdeu quatros desses nove.

 

 
Fonte: Zerozero

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Adepto castigado com 30 anos de suspensão

O adepto do Ajax que tentou agredir o guarda-redes do AZ Alkmaar ficará impedido de entrar em recintos desportivos nos próximos 30 anos.

A decisão da justiça holandesa não foi branda e o jovem de 20 anos apenas poderá entrar num estádio de futebol quando tiver 50 anos.
O apoiante da equipa de Amesterdão entrou no relvado quando o Ajax vencia por 1-0 e dirigiu-se a Esteban Alvarado, guarda-redes da equipa rival. 
O costa-riquenho reagiu e agrediu o adepto. O árbitro acabou por expulsar Alvarado, o que motivou a revolta por parte do treinador e jogadores do AZ que abandonaram o relvado.

 

Fonte:Publico

Siga-nos também nas redes sociais :


Coca-Cola e a mensagens positivas para 2012

Recentemente, a conhecida Coca-Cola (re)lançou em Portugal um anúncio com mensagens positivas para 2012. A versão portuguesa do vídeo foi partilhada por milhares de pessoas nas redes sociais no último fim-de-semana. A mensagem, de esperança para muitos, foi encarada com cinismo por outros. As respostas não se fizeram esperar. 

 

A Internet é rápida a propagar uma mensagem e as redes sociais têm o poder de transformar um simples vídeo ou fotografia num acontecimento e desconstruí-lo em meras horas. Também vimos recentemente que um assunto já considerado ultrapassado pode ser reavivado pela força das redes e comunidades da Web, ganhando novos contornos. Tudo acontece à velocidade de uma partilha e uma campanha bem sucedida e aceite num dia pode muito bem gerar controvérsia no dia seguinte e desenterrar velhos "fantasmas". A nova campanha publicitária da Coca-Cola em Portugal é o mais recente exemplo disso mesmo.

Ler artigo completo...

Fonte:Nós na Rede

 


Guarda-redes responde a agressão de adepto e é expulso (Veja o vídeo)

O jogo da Taça da Holanda entre o Ajax de Amsterdão e o AZ Alkmaar foi interrompido depois da expulsão do guarda-redes do Alkmaar, que pontapeou um adepto que o agrediu. O jovem, de 19 anos, foi preso. O árbitro da partida expulsou o jogador, acto que enfureceu o treinador os jogadores Alkmaar.

O guarda-redes costa-riquenho Esteban terá respondido ao ataque do adepto, que o pontapeou primeiro, argumenta a equipa.

Após a expulsão, o treinador da equipa, Gert Jan Verbeek, ordenou aos jogadores que abandonassem o campo, numa altura em que o Ajax ganhava a partida por 1-0.

"Verbeek ordenou à equipa que saísse do campo de modo a controlar a situação. Nos balneários, os nossos jogadores disseram que não se sentiam seguros no relvado", disse o director-técnico do Alkmaar, Earnest Stewart.


Agente de trânsito dança para condutores (Veja o vídeo)

Esta história de ter de enfrentar, todos os dias, o tráfego citadino a caminho do trabalho ou, no final do dia, em direcção a casa é, além de cansativo, monótono. Na Nigéria, um agente de trânsito resolveu o problema: dança animadamente "breakdance". Os condutores apreciam e respeitam-no. Lá, na cidade de Abuja, na Nigéria, tal como por cá, todos os dias há que enfrentar o trânsito infernal de um grande meio populacional.

 


Ex-Guns N’Roses 'bebia quase cinco litros de vodka por dia

Há 17 anos, aos 30 anos de idade, o ex-baixista do Guns N' Roses, Duff McKagan, foi parar no hospital com uma crise de pancreatite aguda induzida pelo consumo excessivo de álcool.

McKagan começou a beber para controlar os ataques de pânico de que sofria desde a adolescência, com o tempo a quantidade de álcool ingerida aumentou e afirma que no expoente máximo do consumo bebia «4.5 litros de vodcka por dia», que substituiria por dez garrafas de vinho por dia quando decidiu diminuir a dose.

Apesar de não culpar a vida de roqueiro pelo seu vício, conta que, por causa do sucesso que a banda alcançou repentinamente, não teve «tempo para lidar com a síndrome de pânico, que estava na raiz do consumo», que funcionava como uma espécie de «automedicação».

Em determinada altura, o pâncreas do ex-Guns inchou até ficar do tamanho de uma bola de rugby. Não aguentanto a pressão, o órgão - que é vital à sobrevivência e não pode ser transplantado - rompeu-se, libertando enzimas digestivas que provocaram queimaduras de terceiro grau no interior do organismo.

A escolha, nesse momento, foi entre uma morte regada a álcool e drogas ou a vida. McKagan escolheu a vida.

Explicou em entrevista à BBC que, no período do internamento, recebeu injecções de morfina e que estas não lhe tiraram as dores. Seria então que perceberia «que a situação era muito séria».

Quando se descobre que o pâncreas tinha aumentado para o dobro, o médico informa-o de que uma parte tem de ser cortada. Perante essa informação, MaKagan terá implorado: 'Matem-se'.

As duas semanas de internamento que passou no hospital foram de sofrimento e reflexão sobre como tinha sido possível «chegar àquele ponto».

Ler artigo completo...  (SOL)

 

Siga-nos também nas redes sociais :


Paços de Ferreira 1-2 FC Porto, na Mata Real (resumo)

 

O FC Porto despediu-se do ano com um triunfo sobre o Paços de Ferreira, por 1-2, na Mata Real, na sua estreia na Taça da Liga desta temporada, uma prova que a equipa não considera prioritária. O próximo jogo dos “azuis e brancos” é em Alvalade, para a Liga. O Paços de Ferreira também teve oportunidades, mas foi menos certeiro do que o adversário.

O FC Porto, que não tem fama de começar em grande plano a Taça da Liga, chegou ao golo no primeiro remate que fez. Cristian Rodríguez, depois de também ter marcado ao Marítimo, recebeu a bola de Kléber, chutou de longe e inaugurou o marcador logo no segundo minuto.

O ritmo do jogo só voltou a subir aos 15’, depois de muita “cerimónia” do Paços de Ferreira, que não conseguiu tirar a bola da sua área e permitiu o remate de Souza. Alguns adeptos dos “castores” começaram a assobiar a equipa, que não está a viver uma boa temporada, mas no lance seguinte já estavam a festejar, pois William, de cabeça e após um livre, conseguiu empatar sobre a linha de golo.

A entrada de Hulk aos 58’, a substituir Varela, foi positiva para os “dragões”. Aos 69’,o árbitro Rui Costa considerou que o brasileiro foi derrubado na grande área por Fábio Faria e assinalou uma grande penalidade que o próprio Hulk se encarregou de converter.

 

Ficha de jogo
Paços de Ferreira, 1
FC Porto, 2

Jogo no Estádio da Mata Real, em Paços de Ferreira.
Assistência Cerca de 2 mil espectadores

P. Ferreira Cássio; Diogo Figueiras (Caetano, 87’), Cohéne, Fábio Faria, Luisinho; Filipe Anunciação e André Leão; Manuel José, Vítor (Backar, 75’), Melgarejo e William (Michel Lugo, 83’). Treinador Henrique Calisto

FC Porto Bracali; Maicon (João Moutinho, 46’), Otamendi, Mangala, Alex Sandro; Souza (Fernando, 79’), Belluschi, Cristián Rodriguez; Djalma, Varela (Hulk, 58’) e Kléber
Treinador Vítor Pereira

Árbitro Rui Costa, do Porto.
Amarelos Mangala (65’), Fábio Faria (69’)

Golos 0-1, por Cristian Rodríguez, aos 2’; 1-1, por William, aos 17’ e 1-2, por Hulk, aos 70’ (g.p.)

 

 

Siga-nos também nas redes sociais :

 


Real Madrid Vs Ponferradina 5-1 (Resumo)

Real Madrid, Espanyol e Mallorca estão apurados para os oitavos-de-final da Taça do Rei após eliminarem Ponferradina, Celta de Vigo e Sporting Gijón, respectivamente.
No Santiago Bernabéu, o Real Madrid, com Pepe a titular, venceu o líder da segunda divisão B por 5x1, acabando por vencer a eliminatória por um total de 7x1, pois tinha ganho por 0x2 na primeira mão.
Callejón, por duas vezes, Nuri Sahin, Varane e Joselu Sanmartín foram os marcadores de serviço na equipa de José Mourinho, enquanto Reyes apontou o tento de honra na equipa onde joga Yuri, brasileiro que em Portugal jogou no Maia, Boavista, Gil Vicente e Estoril.

 

Fonte:http://www.zerozero.pt/

 


Pág. 1/5