Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Filipe Vieira vs FC Porto

O presidente dos “encarnados” foi nesta segunda-feira à TVI pedir que a Polícia Judiciária crie um departamento próprio para investigar as transferências dos últimos dez anos de Benfica e FC Porto.

 

"FC Porto" outra vez?

 

Passam o tempo a dizer que o FC Porto domina a arbitragem, depois vêm fazem acusações sem provas, qualquer diavão dizer que o Presidente do FC Porto também domina a PJ, ou a intenção era chamar incompetentes aos agentes da PJ?

 

Alguém duvida de que Pinto da Costa é a pessoa mais investigada de sempre em Portugal?

Com tantos boatos e inimigos é evidente que é constantemente alvo de investigações. O mesmo não se passa com outros dirigentes que vivem com a cobertura de uma rede de simpatizantes dos seus clubes, tanto na Justiça como na política. Aparentemente isso está a mudar e todos são investigados da mesma forma.

 

É com muita pena que reparo que este tipo de acusações só aparece quando o FC Porto ganha títulos.

 

Esta época passaram o tempo a acusar o FC Porto de ser levado ao colo, com a vitória da Liga Europa ficou claro que essas acusações não tinham fundamento. " Entraram em depressão"

«normal é quando não se ganha nesta casa entramos todos em depressão».Luís Filipe Vieira na Benfica TV

 

Está na altura de Filipe Vieira, Rui Costa e Jorge Jesus começarem a pensar na próxima época pois estão com a cabeça a prémio e não vale a pena desviar as atenções para outro lado, pois o FC Porto triunfou e o Benfica fracassou.

 

Se não têm nada a temer, porque tentam desviar as atenções para o Porto?

 

No Porto não se vive de dinheiro, vive-se de títulos.

« se um título faz inveja a muita gente quatro títulos fazem inveja a muito mais... »

 

Adamir Torres


 


As eleições legislativas 2011

Mais uma vez a história se repete, já tinha sido assim nas presidenciais e agora nas legislativas, as campanhas têm como objectivo esclarecer as pessoas, mas o que temos presenciado ultimamente são guerrinhas entre candidatos que de nada esclarecem os eleitores.

 

Normalmente acompanho as campanhas através dos debates e dos noticiários e confesso que tenho sérias duvidas se estas legislativas são para eleger o primeiro Ministro ou para eleger o ministro da economia, passam a vida a falar de economia como se o único dever do governo fosse gerir as contas do país.

 

José Sócrates

Passa o tempo a acusar  o PSD de ter derrubado o governo ao não aprovar o PEC4, em vez de falar do que fez de bom pois nestes 6 anos de governação não fez só coisas más, também tomou medidas que ajudaram o país.

 

Passos Coelho

O PSD tem acusado o governo pela crise do país, como se o PSD não tivesse culpa nenhuma, ele sabe muito bem que um dos factores da crise foi a economia mundial, que afectou quase todo o mundo, a crise não é só Portuguesa, mas no que diz respeito a Portugal a culpa não é só do governo mas também da oposição, no segundo mandato o PS não tinha a maioria, para as medidas serem aprovadas no parlamento tinha de ter a aprovação da oposição, o que aconteceu no orçamento para 2011, no PEC1,2 e 3, se a gestão do PS era tão má porque aprovaram o PEC2 quando o 1 tinha falhado?

Também o dever a oposição não é só dizer que a coisas estão mal, também têm o dever de apresentar alternativas e quais foram as do PSD?

O candidato do PSD tem de deixar de se fazer de santinho e assumir também as suas culpas.

 

Paulo Portas

O CDS é o partido com a posição mais confortável nas legislativas, apesar de estar longe de ganhar é o único que tem lugar garantido no governo, pois tanto ganhe o PS ou o PSD terão sempre que recorrer ao CDS para ter a maioria no parlamento.

Mas apesar de tudo isto não deixa de ser estranho ver como é que o CDS ataca os dois possíveis aliados, falam como se não tivessem culpas na crise o pais, o que não é verdade.

O facto de fazerem parte da oposição por si só já os torna culpados, tinham o dever de apresentar alternativas, depois já por varias vezes os ouvi a falar dos submarinos, o que não deixa de ser estranho culpar os outro por um negocio que foi feito no tempo em que o CDS estava no Governo.

 

Jeronimo de Sousa e Francisco Louçã

Tanto um como outro têm ideias boas para o país, mas elas só podiam ser aplicadas se vivesse-mos num mundo perfeito o que não é o caso. Toda a vida irão haver desigualdades.

 

Por tudo isto continuamos a ver os partidos a gastarem o dinheiro dos contribuintes em campanhas pouco esclarecedoras e que servem apenas para ataques pessoal ou guerrinhas partidárias com pouco interesse para os eleitores, que chegam ao fim com mais dúvidas que no início.

Ainda hoje não consigo entender algumas declarações, como a de Passos Coelho a dizer que só faz coligação com o PS se José Sócrates sair do partido, mas o que está em causa não é o pais?

Está na altura de serem mais responsáveis em vez de parecerem criancinhas quando estão a escolher as equipas para uma partida de futebol no intervalo da aula.

 

Estas Legislativas só fazem sentido se depois da eleições tivermos um parlamento unido que lute pelos interesses do país em vez de lutarem por interesses partidários.

 

 

Adamir Torres


 

 

 

 


Destino Infernal - Drive Angry

Sinopse

O criminoso John Milton (Nicolas Cage) abandonou a sua filha quando ela era adolescente, mas agora vai mover o céu e a terra para resgatar a sua neta bebé de um culto, que a pretende

sacrificar na próxima lua cheia. Apenas com três dias para a encontrar, ele vai conhecer Piper (Amber Heard), uma sexy (mas feroz) empregada de balcão, dona de um potente carro, e que o irá ajudar a apanhar o líder da seita, Jonah King (Billy Burke).

À medida que o tempo passa, Milton e Piper vão ter de enfrentar assassinos impiedosos, polícias marginais e uma misteriosa personagem, conhecida como The Accountant (William Fichtner). Será que chegam antes da lua cheia?...

 

Detalhes

Ano: 2011
País: EUA
Género: Acção, Fantástico, Thriller
Duração: 104 min.
Classificação: M/16
Distribuidora: Columbia TriStar Warner

Realização:
Patrick Lussier

Intérpretes:
Nicolas Cage, Amber Heard, William Fichtner, David Morse




Justiça da Idade Média

Primeiro foram as agressões efectuadas pelas duas jovem à rapariga de 15 anos e publicadas no Facebook, depois a agressão de uma jovem de 17 anos que esfaqueou outra jovem de 14 anos; o caso do Leandro, o menino de 12 anos que morreu afogado no Tua vítima de “bullying” e muitos mais casos aconteceram nos últimos anos, que têm em comum o facto de terem sido cometido por menores.

 

E agora vem o Sr. Dr. Marinho Pinto, durante uma conferência em Sintra, organizada pelo grupo 19 da Amnistia Internacional dizer:

 

“Estou estupefacto. É terrível. Isto é um sistema judicial da Idade Média”, foi desta forma que o bastonário da Ordem dos Advogados classificou as medidas tomadas pelo juiz e ainda disse mais:

 

“Veja-se o que ocorreu hoje ao decretarem a prisão preventiva a uma jovem de 16 anos por causa de uma situação daquelas. É terrível quando temos aí crimes, assassinatos, assaltos a ourivesarias, a caixas multibanco permanentemente. Podemos ter uma ideia dos nossos tribunais e da nossa justiça”.

 

Não podemos desculpar um crime com outros, pois dessa forma todos os criminosos teriam desculpas em vez de penas.

Fico muito admirado quando uma pessoa que defende a justiça vêm pôr em causa as medidas tomadas contra as pessoas que cometem este tipo de crime, sim um crime que não teve consequencias mais graves por sorte, pois toda a gente viu a gravidade das agressões que foram cometidas contra aquela jovem.

 

Também acho bastante curioso que venha dizer que a jovem agressora tinha "apenas" 16 anos, toda a gente tem a noção que um jovem de 16 anos sabe muito bem o que faz; e neste caso sabia bem o que estava a fazer!

Temos que parar de desculpar os jovem por causa da sua idade e começar a puni-los pelos seus atos, para que eles temam as consequencias das suas ações e não se achem inatingíveis.

 

Também me surpreendem bastante as declarações feitas por vários comentadores ao dizerem que a integridade física da vítima não foi posta em causa, na minha opinião ela foi posta em causa e mais grave que isso foi posta em risco, basta ver a quantidade de pontapés que a jovem sofreu na cabeça e principalmente aquela em que pisa contra o chão.

 

Nós vivemos num mundo em constantes mudanças e tudo deveria acompanhar essa mudança, neste caso a justiça.

Constantemente ouvimos dizer que a pessoa que cometeu o crime ainda era menor, mas ela só é menor para ser punida, porque no resto ela já sabia muito bem o que estava a fazer.Como se pode constatar neste caso, em muitas situação as agressões são premeditadas e quem as comete tem a plena consciência dos seus atos. 

Acho que está na altura de alteramos a idade criminal, pois não podemos estar sempre a fazer de coitadinhos os jovens que cometem estes crimes só porque são menores, se podem cometer o crime também podem ser punidos.

 

Na justiça da Idade Média nada disto acontecia.

 

 

"A agressão feita naqueles moldes e com aquele grau de violência chocou o país. Uma jovem deitada no chão a ser pontapeada enquanto outros filmavam e riam. Se isto para o senhor bastonário não é nada e não tem nenhuma gravidade eu já não sei interpretar o pensamento do Marinho Pinto", criticou Rui Rangel (Jornal de Notícias).

 



4ª Final da Supertaça Europeia

      

 

O FC Portovai voltar aos palcos europeus já no próximo dia 26 de Agosto para disputar a Supertaça Europeia, taça que tem fugido ao FC Porto, das 3 presenças apenas venceu a primeira contra o Ajax em 1987, em 2003 perdeu para o Milan e em 2004 foi o Valencia a impedir os dragões de conquistarem a sua segunda Supertaça Europeia, desta feita o adversário é o FCBarcelona, que conquistou a Liga dos Campeões de futebol pela quarta vez, na final de Wembley ao vencer o Manchester United por 3-1.

 

O FC Porto já tinha vencido o SC Braga na Liga Europa, na primeira Final Europeia 100% Portuguesa por 1-0 com um golo de Falcão, que foi o melhor marcador da prova.

 

André Villas-Boas terá assim mais uma oportunidade de mostrar todo o potencial do FC Porto em palcos Europeus, naquela que será a segunda final que os Dragões já têm agendada para a próxima época (Supertaça Portugal 2011/12 - FC Porto vs V. Guimarães  06/08/2011)

 

A Final da Supertaça Europeia marcará também o início da caminhada do FC Porto que este ano marca presença na Liga dos Campeões 2011/12.

 



André Villas-Boas - uma época nacional memorável

Luís André Pina Cabral Villas-Boas, mais conhecido como André Villas-Boas (Porto, 17 de Outubro de 1977), é um treinador de futebol português. Actualmente, treina o Futebol Clube do Porto onde se sagrou campeão nacional da época 2010/2011.

Bisneto do Visconde de Guilhomil, Villas-Boas cedo se interessou por futebol, chegando a ponderar ser jogador. No entanto, rapidamente se tornou num apaixonado pelo papel de treinador e pelos aspectos tácticos do jogo. Quando, em 1994, Bobby Robson veio treinar o FC Porto, veio morar no prédio de Villas-Boas, o que levou o jovem aprendiz de treinador a tentar aproximar-se do treinador do Porto. Com 16 anos, escreveu uma carta ao treinador inglês em que sugeria como o então treinador principal do Futebol Clube do Porto, poderia dar mais rendimento a Domingos Paciência, seu ídolo da juventude.

 

Villas-Boas teve a sua primeira passagem pelo FC Porto em 2003 como assistente de José Mourinho, que o tinha conhecido no tempo de Bobby Robson e reconhecendo as suas capacidades, durante 5 temporadas (2003 a 2008) foi responsável por uma parte importante do êxito de José Mourinho no Porto e Chelsea, com tarefas específicas como analisar os adversários e fazer prospecção detalhada de jogadores. Após a saída do Chelsea, seguiu Mourinho para o Inter Milão como seu adjunto.

 

Em 2008 abandonou Mourinho para dar um novo rumo à sua carreira, como treinador principal noutra equipa de futebol profissional.

A 13 de Outubro de 2009 foi apresentado como técnico principal da Académica de Coimbra, com a missão tirar a equipa do último lugar da Primeira Liga. Com apenas 31 anos esta seria a sua primeira aventura naquele posto.

 

No dia 2 de Junho de 2010, André Villas-Boas foi anunciado oficialmente como o novo treinador da equipa de futebol profissional do Futebol Clube do Porto, substituindo Jesualdo Ferreira para as seguintes duas épocas, uma aposta de Pinto da Costa considerada por muitos como uma aposta de risco derivado a sua falta de experiência e a sua idade.

 

 

 

A 7 de Agosto de 2010, no primeiro jogo oficial que realizou como treinador principal do FC Porto, e logo aí se viu que era um treinador com grande potencial derivado à forma como montou a sua equipa e venceu o seu primeiro troféu. O título em questão foi a Supertaça Cândido de Oliveira arrecadada frente ao eterno rival SL Benfica numa sólida vitória por 2-0, contra todas as expectativas da imprensa.

 

 

A 3 de Abril de 2011, e ainda com 5 jornadas por disputar, o FC Porto de Villas-Boas sagrou-se Campeão Nacional pela 25ª vez (com o acrescento histórico de o ter feito invicto) ao derrotar o Benfica no seu próprio estádio (2-1), num jogo que ficou marcado por actos anti-desportivismo do SL Benfica no final do jogo que apagou as luzes e ligou a rega enquanto os jogadores do FC Porto festejavam a conquista do título. Com este triunfo Villas-Boas tornou-se o terceiro treinador mais novo de sempre a conquistar o título de campeão de Portugal, com 33 anos de idade. Villas Boas tornou-se o quinto técnico a conseguir ganhar o campeonato português logo na primeira temporada em que dirige uma equipa desde o início, feito que no FC Porto só tinha sido alcançado com José Mourinho, na época de 2002/03.

 

 

Alguns dias depois, o FC Porto volta a jogar com o Benfica, para a Taça de Portugal, novamente na Luz, num jogo que se dava como desnecessário para o apuramento do finalista da Taça de Portugal, já que o SL Benfica tinha ganho ao FC Porto por 2-0 no Dragão, dando a sensação de garantir a presença na final da competição. Alcançando o resultado histórico (nunca o Porto tinha dado a volta a uma eliminatória assim) de 3-1, o Porto eliminou o Benfica contra todas as expectativas e, ao mesmo tempo, garantiu que a final da Supertaça 2011 será FC Porto -Vitória de Guimarães, excluindo o Benfica dessa mesma competição.

 

Ganhando ao Marítimo por 2-0 fora de casa, o Porto terminou o campeonato sem derrotas, apenas cedendo três empates contra equipas diferentes, batendo, assim, todos os seus adversários no campeonato. Tal feito não era conseguido desde 1972/1973, sendo, assim, um marco histórico para o futebol português. Para além de ter igualado este marco, o FC Porto tornou-se no campeão nacional com maior distância para o segundo classificado - 21 pontos (de distância para o SL Benfica). O Porto teve ainda a melhor defesa, o melhor ataque e foi a única equipa a marcar golos em todos os jogos do campeonato - uma época nacional memorável para Villas-Boas.

 

 

 

A 18 de Maio de 2011, Villas-Boas conquistou o seu terceiro troféu pelo Porto e um que Portugal, liderado pelo Porto, a Liga Europa/Taça UEFA 2010-2011. Numa final histórica frente ao Sporting Clube de Braga (nunca duas equipas portuguesas se haviam encontrado na final), o Porto ganhou por 1-0 e conquistou o seu sétimo troféu internacional. Com este triunfo, em que Falcao estabeleceu o recorde de dezoito golos numa competição europeia, Villas-Boas tornou-se no mais jovem treinador de sempre a ganhar uma prova europeia.

 

 

A fechar a época, a 22 de Maio de 2011, Villas-Boas conquistou o quarto troféu para o Porto na época, igualando o feito histórico de Tomislav Ivic. Foi a Taça de Portugal, que venceu com uma goleada de 6-2 ao Vitória de Guimarães. Com este troféu, o FC Porto ultrapassou o Benfica em troféus oficiais (69 contra 68).

 

 

A época 2010/2011 de Villas-Boas marcou o ano em que o FC Porto ultrapassou o SL Benfica e se tornou no clube com mais troféus oficiais de Portugal.

EdiçãoJVEDDG
 Liga ZON Sagres 10/1130273073-16
 Taça Portugal 10/11760120-6
 bwin Cup 2010/1131116-4
 Supertaça 09/1011002-0
 Europa League 10/1117141244-16
 Pré-Época 10/1154109-3
 Torneio de Paris 201020021-3
 655366155-48

 

 

 



FC Porto vs Barcelona - Supertaça Europeia (Vídeo)

      

 

O FC Porto, vencedor da Liga Europa, vai discutir no dia 26 de Agosto a Supertaça Europeia com o Barcelona, que hoje conquistou a Liga dos Campeões de futebol pela quarta vez.

Recorde-se que os "dragões" venceram a Supertaça Europeia em 1987, enquanto o Barcelona conquistou o primeiro troféu oficial da época em três ocasiões (1992, 1997 e 2009).


 



Pág. 1/6