Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Origamis inacreditáveis

 

O origami é uma arte bastante antiga, mas que teve apenas em 1797 seu primeiro registro escrito. E, com o passar dos anos, ela começou a se popularizar, já em 1845 a arte de dobrar o papel tinha se tornado algo bastante disseminado, tornando-se parte importante da cultura japonesa.

 

A coisa mais incrível no origami é que não se pode cortar nem colar o papel, tudo tem que ser feito com dobras, dando uma beleza única as obras criadas.

 

Quem quiser saber mais sobre origami, pode clicar aqui e ler um artigo bem interessante.

Agora que você já sabe como surgiu, segue uma seleção com alguns dos origamis mais incríveis:

 

 

Fonte:Minilua

Apreensão de 4 930 maços de tabaco - Santo Tirso

O Destacamento de Acção Fiscal do Porto apreendeu hoje (dia 31), em Santo Tirso, 4 930 maços de tabaco sem estampilha fiscal, por crime de venda, circulação ou ocultação de produtos contrafeitos, e deteve dois indivíduos.
Os militares apreenderam ainda uma viatura ligeira de mercadorias, cinco sacos de viagem e uma mochila.

A mercadoria tem um valor presumível de 18 579 euros.

Os indivíduos, um cidadão estrangeiro e outro português, por ordem da Procuradora de Turno, foram restituídos à liberdade, tendo-lhes sido aplicado Termo de Identidade e Residência.

 

Fonte: GNR


 


O FC Porto foi a Barcelos empatar a dois golos com o Gil Vicente

O FC Porto foi a Barcelos empatar a dois golos com o Gil Vicente, da II Liga, em jogo da terceira jornada da fase de grupos da Taça da Liga, ficando-se pelo segundo lugar do Grupo A.

O Nacional carimbou a passagem às meias-finais da prova ao vencer em Aveiro por 1-2

 

Os portistas, com três pontos, já partiam em desvantagem antes do encontro em relação ao Nacional da Madeira (seis pontos) e mesmo assim não foram além de um empate.

 

Com uma exibição mais apagada nos primeiros 45 minutos, o FC Porto conseguiu chegar à vantagem no último minuto da primeira parte, numa altura em que os “gilistas” brilhavam.

Aliás, a equipa de Barcelos apresentou-se em casa, no Estádio Cidade de Barcelos, determinada a apagar qualquer chama de esperança para os Dragões.

 

Fonte:Sapo Desporto

Paços nas meias-finais

O V. Guimarães esteve a ganhar com um golo de Douglas, aos 34 minutos de “penalti”, mas o Paços de Ferreira virou o marcador por Manuel José, aos 39, e Javier Cohene, aos 77.

 

A equipa de Rui Vitória terminou assim o grupo C com três vitórias em outros tantos jogos, e irá agora encontrar na semi-final da prova o Nacional da Madeira, que venceu o grupo A.

 

Fonte:Sapo Desporto


 


TGV. Renegociação do contrato custou mais 77 milhões ao Estado

Os encargos para o Estado do contrato de construção do primeiro troço do TGV (comboio de alta velocidade), entre Poceirão/Caia, da Linha Lisboa/Madrid, vão subir cerca de 5%, ou o correspondente a 77 milhões de euros. Essa é diferença do VAL (valor acrescentado líquido) entre o contrato inicial, assinado em Maio de 2010 e a versão reformulada publicada ontem em Diário da República.

O contrato de Maio tinha um VAL (indicador que mede o custo para o concedente) de 1473 milhões de euros. Na versão mais recente, o VAL sobe para 1.550 milhões de euros, segundo dados da RAV (Rede de Alta Velocidade). Este acréscimo de custos para o Estado resulta da transferência de riscos para o consórcio privado que venceu o concurso, sobretudo ao nível do financiamento para adaptar o contrato às dúvidas levantadas pelo Tribunal de Contas.

Fonte: Ionline

Desempregados que perderam subsídio por recusarem emprego

As regras mais apertadas que obrigam os desempregados a aceitar trabalho estão a levar a que cada vez mais pessoas percam o subsídio. Em 2010, o número de desempregados que deixou de receber esta prestação social por ter recusado um emprego mais do duplicou em comparação com 2009.

De acordo com os dados solicitados ao Ministério do Trabalho, os serviços de Segurança Social cortaram o subsídio de desemprego a 847 pessoas que se recusaram a trabalhar pelo salário que a empresa oferecia, ou a frequentar as acções de formação profissional propostas pelos centros de emprego. Um número comparável com as 383 pessoas que em 2009 ficaram sem protecção social pelas mesmas razões.

Este aumento das cessações do subsídio por recusa de emprego ficou a dever-se sobretudo à alteração dos limites monetários a partir dos quais um desempregado não pode recusar uma proposta de trabalho - sob pena de perder o subsídio - que está em vigor desde o início de Julho. As novas regras obrigam a que, nos primeiros 12 meses de desemprego, as pessoas aceitem trabalhar por um salário dez por cento superior ao valor do subsídio de desemprego.

Fonte: Publico



As coisas como elas são…

“O tempo passa, o tempo voa”… Muitas vezes não nos damos conta das mudanças que ele traz consigo, transformando e substituindo objetos, móveis e eletrodomésticos que possuímos até mesmo dentro das nossas residências.

 

Esses dias fui a um mercadinho aqui perto de casa e parece que ele “parou no tempo”, pois ainda contava com aquelas balanças antigas, baleiros que giram, entre outras coisas. Tudo isso trouxe à tona um sentimento incomensurável de nostalgia, por esse motivo optei por esta postagem.

Fonte: Minilua

Benzema para Mourinho.

Feliz 48.º aniversário. Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades, muitos anos de vida, hoje é dia de festa, cantam as nossas almas, para o menino José Mário, uma salva de palmas! Os jogadores e adeptos do Real Madrid cantaram os parabéns a você a Mourinho e ao técnico português sorriu-lhe a vitória sobre o Sevilha (1-0), na primeira mão das meias-finais da Taça do Rei.

Em Sevilha, onde levantou a Taça UEFA pelo FC Porto em 2003, Mourinho jogou de forma diferente, com descanso para Di María e Marcelo, além do trivote no meio-campo com Xabi Alonso, Khedira e Özil. Neste inédito 4-3-3, o Madrid dominou o Sevilha de forma implacável e só apanhou um susto, quando Luís Fabiano escapou à defesa em linha, fintou Casillas e rematou para a baliza deserta. O golo parecia certo mas Arbeloa impediu, de forma atabalhoada, é certo, que a bola entrasse. De forma polémica. A primeira repetição, a segunda, a terceira, a quarta e a enésima transmitem-nos sensações diferentes. Numas, a bola não entra claramente. Noutras, parece que entra. O árbitro apitou canto e assunto arrumado, que isto de queixinhas e queixumes é só para gente pequena. Ainda bem que não estamos em Lilliput...

Fonte: Ionline

FC Porto segue na A11 rumo ao título (Resumo)

 

O FC Porto não teve dificuldades em vencer o Nacional da Madeira, fazendo-o por 3-0, em jogo antecipado da 20ª jornada, no Estádio do Dragão. Portistas têm agora, provisoriamente, onze pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o Benfica.

O primeiro golo foi apontado pelo artilheiro do campeonato, Hulk, apenas com três minutos de jogo. O “Incrível” apareceu no coração da área e cabeceou para o fundo das redes da baliza de Bracalli, após cruzamento do “samurai” Belluschi.

Aos 12 minutos, a formação da ilha da Madeira colocou a bola dentro da baliza, com um cabeceamento de Mateus, mas o fiscal de linha anulou o golo por fora-de-jogo.

 

 

Fonte: Sapo Desporto


 


LibreOffice 3.3 - Download

O BrOffice é o nome do LibreOffice no Brasil.

 

O BrOffice é uma suite de aplicações de escritório destinada tanto à utilização pessoal quanto profissional. Ela é compatível com as principais suítes de escritório do mercado. Oferece todas as funções esperadas de uma suite profissional: editor de textos, planilha, editor de apresentações editor de desenhos e banco de dados. E muito mais: exportação para PDF, editor de fórmulas científicas, extensões, etc...

 

O BrOffice está disponível na maioria das plataformas computacionais:MS-Windows (Xp, Vista, Sete), Linux (32 et 64 bits, pacotes deb et rpm), MacOS-X (processadores Intel e PowerPC).

 



Mourinho, 900 golos.

Mourinho vs. Benzema

 

"Se fosse por ti, os treinos tinham de ser ao meio-dia, porque às dez chegas a dormir e às 11 continuas a dormir." Mourinho vs. Benzema em Agosto. Cinco meses depois, o francês acorda com um belo golo ao Maiorca, anteontem. É o 900.o de Mourinho, que melhora o seu recorde: do 800 ao 900 foram só 42 jogos. Na conferência de imprensa, Mourinho não resiste: "Eu só falo com Florentino Pérez e Ángel Sánchez. Com Valdano, não!" Ontem, Mourinho foi eleito o melhor treinador em Itália, troféu relativo à época passada. Dos 100 jogadores votantes, 90 deles escolheram Mourinho em primeiro. Mas o português não quis ir receber o prémio a Milão - prefere preparar a equipa para o Sevilha-Real Madrid de amanhã, para a primeira mão das meias--finais da Taça do Rei. O Ricky Gervais lá do sítio não vai gostar da desfeita. 
 

Fonte: Ionline

Resort de luxo é destaque do turismo em Singapura com sua 'piscina infinita'

 

Uma piscina de 150 metros de comprimento que dá a impressão de extravasar o

 

horizonte está chamando a atenção em um resort de Singapura.

 

O conceito é inspirado na construção de arrozais em terraços, em Bali, na Indonésia.

As imagens da piscina, que tem três vezes as dimensões de uma piscina olímpica, impressionam.

 

 
 

 


Importância do voto, promover a cidadania

O voto, foi um direito adquirido depois da revolução de Abril de 1974. Na altura da ditadura haviam eleições, mas os votos eram falcatruados a favor de Salazar, só depois da revolução é que qualquer cidadão português ou com nacionalidade portuguesa e com pelo menos dezoito anos pôde votar.

 

Votar é promover a cidadania porque as desvantagens de não exercermos esse nosso direito são enormes. Primeiro corremos o risco de deixar ganhar um partido ou um chefe político que não gostamos e que tem um ideal político que não tem nada a ver com o nosso.

 Estamos a deixar que os outros escolham o destino do país sem termos voto na matéria, correndo o risco de depois nos andarmos a queixar que as coisas correm mal.

 Em segundo lugar a abstenção só faz com que a democracia seja descredibilizada e isso como acima expliquei é um risco para a nossa liberdade.

 

Adamir Torres



Pág. 1/12