Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Função pública, pensões e IVA a 23% pagam défice de 2011

No próximo ano, os salários da função pública acima dos 1500 euros terão cortes entre os 3,5 e os 10 por cento, uma medida inédita em Portugal, e todas as pensões ficarão congeladas. Nos impostos, o IVA passa de 21 para 23 por cento e o Governo avança com o corte das deduções no IRS.

As medidas foram anunciadas ontem pelo primeiro-ministro, José Sócrates, e pelo ministro das Finanças, Fernando Teixeira dos Santos, no final da reunião do conselho de ministros para aprovar as linhas gerais do Orçamento do Estado para 2011 e um conjunto de medidas adicionais destinadas a e garantir que o défice deste ano cai mesmo para 7,3 por cento.

O primeiro-ministro, que até aqui tinha evitado mexer nos salários na função pública, reconheceu que "não é possível uma redução imediata e efectiva da despesa sem uma redução na despesa com pessoal" e anunciou um corte de cinco por cento na massa salarial da Administração Pública e que se traduzirá numa redução de 3,5 por cento para os salários entre os 1500 e os dois mil euros ilíquidos e em reduções progressivamente mais altas nos escalões seguintes, até aos 10 por cento nos os salários mais elevados. A medida é válida para 2011 e vai manter-se no futuro, como fez questão de esclarecer o ministro das Finanças

Mas os cortes na função pública não ficam por aqui. As promoções e progressões ficarão congeladas, as ajudas de custo e as horas extraordinárias sofrerão reduções e, já este ano, a contribuição dos trabalhadores para a Caixa Geral de Aposentações aumenta um ponto percentual (de 10 para 11 por cento, passando a ser igual ao regime geral da Segurança Social). Será também proibida a acumulação de vencimentos públicos com pensões.

O sector privado também não escapa ao esforço de contenção do Estado. Outra das medidas que permitirá ao Estado poupanças significativas é o congelamento de todas as pensões no próximo ano, sejam do sector público, sejam do Estado. Em condições normais, este ano, as pensões até 629 euros, e que são a maioria, teriam um aumento igual à inflação apurada no final de Novembro (em Agosto foi de dois por cento). O Governo pretende ainda congelar 20 por cento das despesas com rendimento social de inserção e já em 2010 promete eliminar o aumento extraordinário de 25 por cento dos primeiros escalões do abono de família e eliminar os mais elevados.

Na prática, dois terços da consolidação orçamental a realizar em 2011 serão conseguidos à custa das medidas de corte da despesa, e que permitirão ao Estado encaixar 3,4 mil milhões de euros. Teixeira dos Santos, já no final da apresentação das medidas, lançou um desafio aos partidos da oposição: "Se não querem que se aumentem os impostos, desafio quem acha que se deve cortar mais na despesa a dizer em que mais é que se pode cortar para evitar aumentar impostos".

IVA e deduções fiscais

É que o outro terço da consolidação está nos impostos. O Governo adoptou medidas de forte impacto, mas com algum efeito diluído.

A primeira é um aumento da taxa normal de IVA que passa de 21 para 23 por cento. Mas o Governo promete que vai rever e sistematizar as tabelas de IVA e isso poderá implicar aumento substanciais dos preços de alguns bens. No anúncio das medidas adicionais ao PEC, em Maio passado, o primeiro-ministro lembrou que não fazia sentido a Coca-Cola ser taxada com uma taxa reduzida de IVA, por não ser um produto básico. E poderá haver outros produtos que passem de uma tabela de taxa reduzida para uma taxa normal. Desconhece-se o que acontecerá à taxa intermédia de IVA, criada sobretudo para a restauração e que ainda goza de um regime transitório.

A segunda medida mais importante estava já prevista do PEC anunciado em Março passado. Trata-se de limitar o uso de deduções à colecta de IRS (saúde, educação, etc.) e de benefícios fiscais. A sua aplicação acabou por provocar disputa com o PSD que considera tratar-se de um aumento de impostos.

Em terceiro lugar, o Governo vai aprovar - mais uma vez sem especificar - um "imposto sobre o sector financeiro", à semelhança do que está a ser aprovado na União Europeia.

Quanto espera o Governo receber com estes aumentos? Em termos globais, o valor anunciado foi de 1700 milhões de euros. Mas não são adiantadas receitas para cada uma das medidas.

No total, o Governo precisa de 4400 milhões de euros para passar o défice de 7,3 para 4,6 por cento em 2011. Com as medidas de ontem, consegue mais 5250 milhões. E no PEC II, o ganho já era de 2400 milhões para 2011. Medidas a mais, ou consolidação a menos nas outras áreas? Um dos problemas do Governo é que em 2010, sem a ajuda do fundo da PT (ver caixa ao lado) - que não se repetirá em 2011 -, o défice seria, não de 7,3, mas sim de 8,7 por cento. E por isso, o esforço em 2011 terá de ser bastante maior.


Rottweiler salva mulher de ser violada

Jake é um rottweiler de dois anos de idade que é considerado um verdadeiro herói na Grã-Bretanha. Em Julho de 2009, ele salvou uma mulher de ser violada num jardim da cidade de Coventry. Este fim-de-semana, num evento especial, recebeu uma medalha da polícia pelo seu acto, escreve a BBC.

O agressor tentava dominar uma mulher, numa zona escondida de um parque, quando Jake ouviu os gritos da vítima e foi ver o que se passava. Atacou o homem, que fugiu, e ficou ao lado da vítima até chegar assistência. O agressor acabou por ser detido e condenado a quatro anos de prisão por tentativa de abuso sexual.

Liz Maxted-Bluck, dona de Jake, adoptado de um canil, não podia estar mais orgulhosa: «Os rottweiler não têm uma boa imagem, por isso, é muito bom ver um ser reconhecido de forma tão positiva». «Ele é muito gentil, mas muito curioso. Foi isso que o levou a seguir os gritos para ver o que se passava», conclui a dona.


Alguém pára este Dragão?

 

 

Seis vitórias na I Liga, três na Liga Europa e uma na Supertaça. Para já, este é o histórico

da equipa comandada por André Villas-Boas.

Uma grande noite para Otamendi, que além de se estrear a titular abriu o marcador no Estádio do Dragão.

O defesa central roubou o lugar de Maicon e, aos 23 minutos,

viu-se a marcar o primeiro golo da equipa azul e branca.

Depois de um remate cruzado da direita de Hulk, Moretto não segurou a bola e Otamendi, sozinho,

só teve de encostar e ouvir os gritos dos adeptos no Estádio do Dragão.

O FC Porto já tinha colocado a bola dentro da baliza de Moretto, logo aos 3 minutos,

numa boa combinação entre Hulk e Falcao,

mas o árbitro assinalou posição irregular ao brasileiro.

Durante toda a primeira parte, a equipa azul e branca “arrendou” a área algarvia, 

dominando completamente o desafio. Aos algarvios restava-lhes defender com muitos jogadores.

A um minuto de terminar o primeiro tempo, Hulk, num grande arranque,

percorreu meio relvado em excesso de velocidade, deixando a concorrência para trás,

e marcou tranquilamente o segundo golo para os líderes do campeonato.

O brasileiro fez o quinto golo no campeonato, ostentando o título de melhor marcador da I Liga.

Na segunda parte, o jogo ficou mais equilibrado mas com a balança a pesar ligeiramente para

a equipa da casa no que toca a oportunidades de golo.

O Olhanense teve ainda duas boas oportunidades para mexer o marcador

mas a eficácia algarvia teimava em não aparecer.

Por falar em ineficácia, Falcao, um “matador” nato, esteve claramente em "dia não".

O colombiano desperdiçou inúmeras oportunidades,

o que levou o técnico Villas-Boas substituir o número 9 por Walter.

 

Mais três pontos para o Dragão, que já amealha 18 pontos em seis jogos,

continuando invicto na I Liga.

 


 


Na prisão vs trabalho - uma realidade infelizmente trocada!

 No caso de teres as ideias baralhadas sobre estes dois ambientes, isto deve ajudar a tornar as coisas um bocadinho mais claras!!!
 

NA PRISÃO
Passas a maior parte do tempo numa cela de 3x3 metros
.
NO TRABALHO
Passas a maior parte do tempo num cubículo de 2x2 metros.

NA PRISÃO

Tens três refeições por dia completamente grátis
.

 
NA PRISÃO
Tens assistência médica e dental GRÁTIS.

NO TRABALHO

Tens uma pausa para uma refeição, que tens que pagar
.


 NO TRABALHO
Tens um seguro de saúde (que sai do teu salário) e que pode ou NÃO cobrir os tratamentos de que precisas.

NA PRISÃO

Reduzem-te o tempo se te portares bem
.


NO TRABALHO

Dão-te mais trabalho se te portares bem
.

NA PRISÃO

O guarda fecha e abre  as portas para ti
.

NO TRABALHO

Muitas vezes tens um cartão de acesso e tens que abrir e fechar as portas tu mesmo
.

NA PRISÃO

Podes ver televisão e jogar o que quiseres
.

NO TRABALHO

Podes ser despedido por ver televisão e jogar no computador
.

NA PRISÃO

Tens uma retrete privativa
.

NO TRABALHO

Tens que partilhar a retrete com gente que mija no assento
.

NA PRISÃO

Autorizam-te a receber   a visita da tua família e amigos
.

NO TRABALHO
Nem sequer admitem que converses com a tua família.

NA PRISÃO

Todas as despesas são pagas pelos contribuintes e não tens que trabalhar
.

NO TRABALHO

Tens que pagar as despesas  para ir para o trabalho e deduzem taxas ao teu salário para pagar os custos das prisões.
 
 
   
 
 




HÁ QUALQUER COISA ERRADA NESTA SOCIEDADE!!!

Agora volta para o trabalho!

Não te pagam para estares a ler os teus e-mails pessoais.
 
Pensas que estás NA PRISÃO?!

André Villas-Boas em destaque na FIFA

A juventude e o sucesso alcançado desde que chegou aos dragões é enaltecido pelo organismo que rege o futebol mundial no seu site.

 

 

André Villas-Boas surgiu esta sexta-feira em destaque no site da FIFA, que sublinha os méritos e a juventude do técnico do FC Porto.

"Ser treinador de futebol aos 32 anos não é para qualquer um. Ser treinador de um grande clube aos 32 anos é ainda menos provável. Ser treinador principal do FC Porto, lutar pelo título português e começar uma temporada com nove vitórias consecutivas parece impossível para quem tem apenas 32 anos", refere o site da FIFA.

O facto de contar no seu curriculum com as referências de Bobby Robson e José Mourinho é igualmente mencionado pelo organismo que tutela o futebol mundial: "André Villas-Boas é o novo rosto do Dragão e está a justificar plenamente a enorme fé e confiança que dois grandes nomes do futebol mundial tiveram nele". 


Um pódio para Cardoso

Ainda não foi desta que Manuel Cardoso conseguiu uma vitória numa grande Volta, mas andou bem perto. No dia em que Mark Cavendish somou a sua terceira etapa na Vuelta 2010, o português ficou em terceiro, mesmo atrás de Juan Jose Haedo.

Depois de dois quintos lugares, Cardoso, que hoje ficou a saber que é um dos cinco seleccionados portugueses para os Mundiais da Austrália (os outros são Hernani Broco, André Cardoso, José Mendes e Samuel Caldeira), chegou ao pódio da etapa, um registo que ficará no seu currículo como um dos melhores resultados da época.

Na geral, continua tudo igual, com os principais favoritos a aproveitarem as transições para descansar para a subida final, marcada para sábado.


Pág. 1/2