Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

De Redundo para o Mundo

Um olhar sobre o mundo das notícias

Vuelta deu um 5º lugar ao sprinter de Paços de Ferreira!

Estou muito satisfeito com o 5º lugar. É preciso não esquecer que estão aqui os melhores sprinters do mundo e especialmente depois de ter estado tanto tempo parado foi um bom resultado.

A vitória acabou por sorrir ao Hutarovich (Française des Jeux), que é um ciclista reconhecido dentro do pelotão e já com algumas vitórias interessantes no ProTour, mas que ao bater o Cavendish teve o dia mais brilhante da carreira.

A preparação da parte final foi complicada porque quando a Liquigas lançou o sprint eu vi uma oportunidade de me colocar bem, mas para isso tive que ir contra o vento algum tempo, o que me desgastou. Ainda consegui abordar o sprint final na 6ª/7ª posição e depois defendi-me o melhor que pude.

Este é um resultado que dá moral para o que falta da Vuelta e que me faz acreditar que tenho valor para algo mais. Sei que é difícil, mas pode acontecer como hoje, em que a colocação saiu bem e a equipa tudo fez para me deixar bem posicionado. Depois nos metros finais já se sabe que tudo se torna mais fácil para os ciclistas que trazem os seus comboios, porque quem não o tem precisa de procurar a sorte sozinho e ao mesmo tempo lutar contra toda uma equipa. Muitas vezes tentamos ir por um lado e acabamos por ficar encostados às barreiras... enfim, é uma questão de como tudo se passa na parte final.


The Sorcerer's Apprentice - O Aprendiz de Feiticeiro


ano: 2010
› estreia nacional: 26 de Agosto de 2010

país: EUA
género: Acção, Fantástico
duração: 111 min.
classificação: M/12
distribuidora: ZON Lusomundo

realização
Jon Turteltaub

intérpretes
Nicolas Cage, Jay Baruchel, Monica Bellucci, Alfred Molina

sinopse
Balthazar Blake (Nicolas Cage) é um mestre feiticeiro, na moderna Manhattan dos dias de hoje, que tenta defender a cidade do seu inimigo Maxim Horvath (Alfred Molina). Balthazar não consegue fazê-lo sozinho e recruta Dave Stutler (Jay Baruchel), aparentemente um rapaz vulgar que demonstra um talento escondido. O feiticeiro oferece ao seu cúmplice involuntário um curso intensivo na arte e ciência da magia, e juntos, estes parceiros improváveis lutam para travar as forças das trevas. Será necessária toda a coragem que Dave conseguir reunir para sobreviver ao treino, salvar a cidade e conquistar o amor, à medida que se vai tornando "o aprendiz de feiticeiro".

 


salt


ano: 2010
› estreia nacional: 19 de Agosto de 2010

país: EUA
género: Acção, Thriller
classificação: M/12
distribuidora: Columbia TriStar Warner

realização
Phillip Noyce

intérpretes
Angelina Jolie, Liev Schreiber, Chiwetel Ejiofor

sinopse
Angelina Jolie é Evelyn Salt, uma agente da CIA respeitada por todos, até ao dia em que um desertor a acusa de ser uma espia Russa. Quando a sua lealdade é posta em causa, Salt foge e utiliza as suas aptidões e anos de experiência como agente secreta, de modo a não ser capturada. À medida que Salt faz de tudo para provar a sua inocência, mais dúvidas se levantam, continuando assim a busca pela sua verdadeira identidade. Só há uma pergunta a fazer: "Quem é Salt?".

 



The Expendables - Os Mercenários (Digital)

 


 

ano: 2010
› estreia nacional: 12 de Agosto de 2010 (#2 na 1ª semana)

país: EUA
género: Acção, Aventura
classificação: M/16
distribuidora: ZON Lusomundo

realização
Sylvester Stallone

intérpretes
Sylvester Stallone, Jason Statham, Jet Li, Mickey Rourke, Bruce Willis, Arnold Schwarzenegger, Brittany Murphy, Charisma Carpenter

sinopse
Um grupo de mercenários é contratado para se infiltrar num país sul-americano e tirar do poder um ditador fora de controle. Logo no início da missão, estes começam a perceber que as coisas não serão tão fáceis quanto imaginavam, e vêem-se no meio de uma intrincada rede de mentiras e traições. Uma vida inocente é colocada em risco e os mercenários têm de encarar desafios em escalada crescente de dureza, os quais podem inclusive destruir a unidade da sua equipa.

 

 


Mulher só trai por justa causa!!!

O marido chega a casa e apanha a esposa, na cama, com um garotão, 25
anos, forte, bronzeado, cheio de amor pra dar...
Arma o escandalo, mas a mulher interrompe-o:


Antes, deverias ouvir como tudo isto aconteceu...
Andava na rua, vi este jovem maltrapilho, cansado e cheio de fome.

Então, com pena do estado dele, trouxe-o para casa.
Dei-lhe aquela refeição que tinha preparado para ti ontem

e como chegaste tarde e satisfeito com o petisco da tasca...

não comeste, eu guardei no frigorifico, lembras-te?
Ele estava descalço, então dei-lhe aquele teu par de sapatos que, como
foi minha mãe que te deu, nunca usaste.


Ele estava com sede e eu servi-lhe aquele vinho que estava guardado...
para aquele sábado que prometeste mas que nunca chega... pois num dia
é futebol, noutro jantar com os amigos, noutro reuniões fora de horas.
As calças estavam rasgadas, dei-lhe aquelas tuas semi-novas...
Ainda estava em perfeito estado, mas como engordaste já não serviam mais.
Como ele estava sujo, aconselhei-o a tomar um banho.... fazer a barba,
então dei-lhe aquela loção francesa novinha que nunca usaste, porque a
achavas fedorenta.

Daí, quando ele já ia embora, perguntou:
Senhora, tem mais alguma coisa que o seu marido já não use?


- Nem respondi!!!!!!!............. Dei logo!!!


"Posso deixar de conduzir o burro mas o vinho não deixo"


 

 

 

 

Agricultor conduzia carroça embriagado.

Foi detido pela GNR e o burro ficou à beira da estrada preso a uma árvore.

 

 

Nos Salgueirais, uma pequena aldeia do concelho de Celorico da Beira, correu célere a detenção de Jorge Rodrigues,

apanhado a conduzir uma carroça atrelada por um burro, com uma taxa de álcool de 2,84.

Foi a segunda vez que tal aconteceu, mas nem as circunstâncias nem a elevada taxa causaram estranheza no povo.

Afinal, "passa os dias a beber até cair".

Jorge, de 34 anos, foi apanhado na quarta-feira à noite, em Celorico, quando regressava a Salgueirais.

 "Mandaram-me parar e soprar ao balão", conta. Perante a elevada taxa de alcoolemia,

foi conduzido ao posto da GNR enquanto o burro ficou à beira da estrada,

"preso por um baraço [corda] a uma árvore", afiança Jorge.

Como em Celorico da Beira a GNR não dispõe de um aparelho para fazer a contraprova,

Jorge foi levado à GNR da Guarda onde foram confirmados os 2,84 g/l de taxa de álcool.

Ficou detido e na quinta-feira foi levado ao Tribunal de Celorico da Beira de onde foi mandado

em liberdade até à realização do julgamento.

Foi buscar o burro e voltou à vida de sempre, na companhia da mulher, de 54 anos, Conceição.

Jorge "não sabe ler nem escrever" e de leis "pouco percebe".

Mas sabe que "esta foi a segunda vez" que foi apanhado a conduzir a carroça embriagado.

Mas na aldeia todos se lembram. "Foi há um mês quando ia pela estrada, bêbado e provocou um acidente",

 diz Diogo Cardoso. Jorge é bem conhecido. Pelas piores razões.

Ele e a mulher "embebedam-se e só fazem disparates", revela o ancião.

Ao lado, Paulo Francisco acena, em concordância. Jorge nasceu na Velosa,

uma aldeia do outro lado da serra e foi viver para os Salgueirais

"com uma mulher mais velha que ficou viúva e tem uma pequena pensão",

adianta Paulo Francisco. Conceição "tem problemas de álcool e os filhos já por duas vezes a levaram para tratamento,

mas quando sai do hospital cai nas mãos deste patife e passam a vida nisto", atira Diogo.

Na aldeia a notícia da detenção "só trouxe alegria". É que o casal "são uns pilha-galinhas.

Deitam a mão a tudo quanto podem".

Pedro Santos que o diga. "Uma ocasião vim a casa e vou dar com ele deitado na minha cama.

Veio para roubar e adormeceu..." O casal "não trabalha e deita a mão a tudo quanto arrebanha", conclui.

Para o povo, o problema são os animais. "Têm uma cadela que é pele e osso.

Passa os dias sem comer e o burro leva cada enxerto de porrada que mete dó.

E, quando andam nas tabernas, o animal fica ao deus-dará", diz Deolinda, outra vizinha,

para quem o casal "precisa de ajuda. De manhã à noite bebem e depois ficam em casa a curar a tolada [bebedeira].

Às vezes ficam vários dias sem saírem de casa", desabafa.

Queixas que não atemorizam Jorge Rodrigues, que ontem já andava estrada fora com a sua carroça.

Nem o tribunal o amedronta. "Não penso largar o vinho. Posso deixar de conduzir o burro,

 mas o vinho não deixo", garante ao DN.


 


Pág. 1/2